#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

18.9.09

600 cavalos no motor e ( às vezes ) um burro no volante

anúncio de 1967


Um dos posts ( link ) que renderam muitos comentários aqui no Armazém foi um que fiz sobre o Karmann-Ghia. Ele rendeu um segundo post ( link ) onde escrevi, surpreso : " Segundo nosso departamento de pesquisas a refinada clientela deste Armazem, tem um sofisticado perfil de interesses. Nas análises qualitativas deste perfil não foram detectados maiores paixões com carros. Nenhum de nossos visitantes provavelmente passou qualquer tarde de sábado encerando carrocerias ou polindo rodas de magnésio pensando em se exibir com seu carango nos agitos de fins de semana.
No entanto foi de grande sucesso o post anterior, sobre o Karmann-Ghia. Sólido sinal do bom gosto. Aparentemente quase todos gostariam de ter uma destas gracinhas."

O dourado post anterior , onde o assunto era carro, também rendeu muitos comentários. Outro post de origem banal : procurando sei lá o que, encontrei as fotos no site do jornal italiano La Repubblica, me chamou a atenção o lindo modelo que não conhecia e claro a " intervenção" perpetrada por seu proprietário .

No debate que rolou nos comentários, o Eduardo citou o Karmann-Ghia e colocou o dedo na latejante ferida que temos no inconsciente : na verdade, todos gostariam de ter uma Ferrari.
Concordo.

Por onde passam, uma mulher bonita e uma Ferrari chamam a atenção . Mas só uma Ferrari tem o poder de " parar o trânsito ". Por que será ? Todos param e ficam olhando meditabundos até ela sumir no horizonte .
Já tive o prazer de dar uma voltinha em uma Dino ali pelos anos 70. Essa era o modelo top da época, hoje um cult. Fiquei meditabundo por uns dias.

Mas ser proprietário de uma destas requer algumas ações / decisões problemáticas. Primeiro ganhar dinheiro suficiente . A 599 GTB Fiorano, custa aqui R$ 2 milhões ( e uns R$ 200 mil de IPVA por ano, eh, eh ) . Na Europa, 310 mil euros . Existem algumas rodando por aqui .
Se o dinheiro não for problema , uma questão espinhosa surge na hora da compra.
Como é um carro para públicos sofisticados, a Ferrari oferece "algumas" opções de acabamentos : você terá que definir uma composição de seu agrado entre 27 cores de carroceria , 15 cores para o couro dos acabamentos internos, 5 cores para as pinças dos freios e rodas com 3 tipos de desenhos . Uff! Decisão complexa para pessoas com algum grau de insegurança.


Mas não são carros para qualquer um ou qualquer lugar . Por ex, numa resenha inglesa sobre a 599 o jornalista levanta uma das estranhezas ( italianas como ele cita ) de um carro esportivo, mas luxuoso : você só consegue acionar o freio de mão se usar muita força e ... com as com as duas mãos.

E não foram feitos para andar no Brasil. Nosso consultor para Ferraris, depois de pesquisar muito : " - desisti das Ferraris, conversei com muitos donos, não dá para andar com tranquilidade pelo universo de buracos e lombadas de nossas ruas ou estradas " ... e comprou um Porsche.

Também um espanto. Demos um passeio nele e cheguei a uma conclusão : estes carros nasceram para as Autobans alemãs, não para uma estradinha asfaltada de pista única e sem acostamento perto de Cuiabá quando bati, como passageiro, meu recorde mundial de velocidade terrestre : 250km/h. Never more.


14 comentários:

Eduardo P.L disse...

Peri,

devo fazer uma constatação: comentei no post anterior que tive um Karmanguia branco, com capota idem, conversível, e que constatei depois da compra, que náo abria! De segunda, terceira ou quarta mão! Quem vai saber? E era um Karmanguia dos importdos, claro, que deixam de ser Karmann-Ghia para se tornarem só e simplismente um Karmanguia!!!! srsrs
Belo post esse seu!

expressodalinha disse...

Excelente reflexão sobre Ferraris. Eu serei uma excepção: não queria um Ferrari, preferia a tal mulher. E se o trânsito não parasse, melhor!

anna disse...

fetiche eu tenho por mesmo por sapatos.

nem carro, nem velocidade.

mas, trocaria a parati 88 por um karmann ghia.

peri s.c. disse...

Eduardo
Quem sabe um falso conversível ?
Relendo os comentários daqueles posts antigos, noto que você teve 2 : um vermelho também, sinal de ótimo ( redundância ) bom-gosto.

peri s.c. disse...

Jorge
Com uma Ferrari você arrebanharia multidões de mulheres ...

peri s.c. disse...

Anna
Carros são sapatos ambulantes.

Também trocaria meu carro por um Karmann-Ghia, desde que em bom estado.

Anônimo disse...

Peri:

Independentemente ao assunto que sòmente está ligado à época,em nosso último papo pessoal(in loco),falamos sôbre o meu grande técnico e jogador de futebol,Idário,Corinthians e Nacional.Me ensinou os segredos de bater à bola com perfeição em meus 15/16 anos de idade.Morreu ontem aos 82 anos de idade.A memória dêle estava presente em nossa conversa.Tristeza.

Abraços futebolísticos

Günther.

hélio disse...

Aqui perto de casa tem um Karmann-Guia vermelho com capota branca conversivel, lindo...

Admirar uma Ferrari é o tradicional, para mim o ronco do motor é algo insuperável, uma forte e vigorosa sinfonia.

Entre a bela mulher e a bela Ferrari, o ideal é uma dentro da outra, com todos os "defeitinhos" vindos de fábrica hahaha!!, né não Peri?

peri s.c. disse...

Günther

Entendo essa tristeza, vai-se mais um daqueles mágicos que todos temos ( tivemos )e marcaram nossas fantasias das auroras de nossas vidas.


abraços rito-passagísticos

peri s.c. disse...

Helio

Ferraris despertam encantamentos imediatos, creio que qualquer um percebe imediatamente que está frente a uma grande realização humana.

Quanto aos "defeitinhos" , leia o post onde publiquei um maravilhoso e definitivo texto do Walter Benjamim : " Os dardos velozes da adoração ".
O link é esse : http://armazemperisc.blogspot.com/2008/03/os-dardos-velozes-da-adorao.html

Merece ser lido, relido, relido ...

Eduardo P.L disse...

Peri,

é verdade, tive também um vermelho, igualzinho o da ilustração. Só não quis sita-lo para não provocar mais comentários do Günther e do Márcio!!!srsrsr

E eu estou com a Anna, prefiro sapatos, e de preferência que tenham pés femininos... Se vierem numa Ferrari...paciência! !!!

peri s.c. disse...

Eduardo
Sapatos, em pés femininos e numa Ferrari ... choveu na horta !

gugala disse...

também não me fala ao pau uma Ferrari. E mulher bonita dentro de Ferrari já é pra ficar desconfiado.
Já um interlagos ou uma Rommiseta...
outro papo!

peri s.c. disse...

Guga
Mulher bonita dentro de Ferrari, fica difícil ...

Interlagos, rommiseta ( um dia a BMW a relança ) , ok, e que tal um SP-II ?