#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

11.2.09

Sai da frente, lá vem ele. E eles.




PAC
( Programa Aceleraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaado de Desenvolvimento )

Disse ontem a Suprema Excelência : “ - Nós cortaremos o batom da dona Dilma, cortaremos o meu corte de unha, mas não cortaremos nenhuma obra do PAC ”.
Agora tá explicado, este tal de PAC não anda em razão dos gastos governamentais com cosméticos e salão de beleza.
Estou mais tranquilo, agora vai.
Em compensação, o Zé do Caixão está mais preocupado, vai enfrentar concorrência no tamanho das unhas.

* * * * * * * *
Enquanto isso ...


" Dos 214 mil professores que se submeteram à prova da Secretaria Estadual da Educação de São Paulo, 3.000 tiraram zero: não acertaram uma única questão sobre a matéria que dão ou deveriam dar em sala de aula. Apenas 111, o que é estatisticamente irrelevante, tiraram nota dez. Os números finais ainda não foram tabulados, mas recebo a informação que pelo menos metade dos professores ficaria abaixo de cinco. Essa prova tocou no coração do problema do ensino no Brasil, o resto é detalhe. " Gilberto Dimenstein

E os que tiraram ZERO na prova vão poder dar aula graças a uma liminar impetrada pela APEOESP, que é o sindicato dos professores. Eu não deixaria nem os que tiraram cinco dar aulas.
Sempre desconfiei de sindicatos. E mais ainda de seus dirigentes, que se entronizam no bem-bom sindical.


Me segura que eu vou ter um troço.


18 comentários:

expressodalinha disse...

Pois, o sindicalismo é uma coroporação estranha que defende os interesses das elites sindicais. Nem o patronato consegue ser tão elitista. Quem é Zé do Caixâo?

Eduardo P.L disse...

Jorge,

vou deixar a sua pergunta para o Peri responder, pois sabe fazer isso melhor do que ninguém, mas como trabalhei com o ZÉ DO CAIXÃO, nos tempos que fazia cinema, digo que se trata de um diretor-ator, de filmes de terror, e o personagem que encarna o José Mogica Marins, é o Zé Do Caixão, com sua capa preta e unhas com mais de 10cm de comprimento. Uma figura! Foi endeusado pela critica CULT da época, apesar do baixissimo nível intelectual e cultural de suas histórias, e filmes.
O resto deixo para o Peri contar!

Ery Roberto Correa disse...

Peri, eu nunca vi uma dupla tão afinada (para trapalhadas). Amigo, "eu ainda vou viver num país livre de vermes como Lula e Dilma". E de muitos dindicalistas tb. Vou, vou sim. Minha esperança é maior do que todos os vermes da política juntos.

Abraço.

peri s.c. disse...

Jorge
Poucos manipulando muitos. Como escreveu o Millor : " Não adianta, sempre resta uma hierarquia e uma divisão de classes, mesmo entre os que levam uma vida de cachorro. "
E aqui tínhamos ( devem existir ainda, claro ) os "pelegos", dirigentes sindicais que faziam acordos paralelos com patrões e governo, levando em troca vantagens pessoais.

Quanto ao Zé do Caixão, nada a acrescentar em relação à sua vida artística. Acho sua obra tosca.
Curiosamente, já que estamos no assunto, o filho do Zé do Caixão, é professor de uma Escola Técnica Federal reconhecida como de excelente nível, onde meu filho estudou. Ele, o professor, é líder sindical da categoria.
E graças à sua eficiente atuação, cagando e andando para as necessidades dos alunos, o curso de 3 anos, na verdade teve 2 e meio. Um semestre foi perdido em função das contínuas greves promovidas pelos professores e servidores.

peri s.c. disse...

Eduardo
Já contei.

peri s.c. disse...

Ery
O problema é que se espalharem uma nuvem monstro de vermífugos do Oiapoque ao Chuí, para acabar com os vermes que infestam o pais, isso aqui pode virar um deserto.


( Talvez nem nós escapemos, eh, eh )

Fernando Zanforlin disse...

Grande Peri, esse"boteco" aqui é o que há de bom nesse país.
Porisso a mulher tem aquele beição, cortar as unhas compulsivamente, deve ser o estigma de unhas suja de graxa.
O público tem que saber os nomes desses, calhordas professores. Como saber?
Ƨs.

GUGA ALAYON disse...

Peri,calma! O negócio é virar padre(!). O sindicato deles é dos bãos pelo menos. ahahaha
abç

Marcio Gaspar disse...

resolvi que não comento mais sobre política por aqui. deixo a tarefa pra sibila, hehe....

Sibila disse...

Desculpa, talvez decepcione alguns (viu Neil?), mas tromatizei com esse assunto em particular. E minha ingnoraça - nesse caso? gritante - não permite qualquer pitaco.
Beijos, inté a próxima.

peri s.c. disse...

Fernando
O balcão é amplo, seja sempre bem vindo.
Interessantíssima sua observação sobre cortar as unhas, faz sentidos.
alô, alô, psicólogos de plantão, manifestem-se.

peri s.c. disse...

Guga
Nem morta ! Mesmo com o bom sindicato que tem.
abç

peri s.c. disse...

Marcio
Pô ! Prometeu prá quem ? Prá Anna?
corta essa, nunca deixaremos de tomar uns chopp juntos.
Estes posts "políticos", onde colocamos o dedo na ferida, não tem graça sem suas trepidantes opiniões.

peri s.c. disse...

Sibila
Fique sempre à vontade.Até seu silêncio é bem vindo.

sonia disse...

será impressão minha ou a cara da tartaruga faz lembrar a nova versão dilma?

sonia disse...

claro que vão poder continuar lecionando por aí. sempre podem argumentar que falta de cultura não impede as pessoas nem de chegar à presidência do país...

peri s.c. disse...

Sonia
Bem sacado !
Quando uma sociedade se nivela por baixo, em vários sentidos, qualquer argumento é possível.

Anônimo disse...

Yes exactly, in some moments I can say that I acquiesce in with you, but you may be in the light of other options.
to the article there is stationary a suspect as you did in the decrease efflux of this request www.google.com/ie?as_q=your uninstaller pro 6.1.1231 ?
I noticed the catch-phrase you have in the offing not used. Or you profit by the dreary methods of helping of the resource. I possess a week and do necheg