#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

12.2.09

Mais um tijolinho para a moderna Torre de Babel da cultura inútil


Diálogo possível, numa tasca qualquer :
" - Estou numa enorme rebordosa .
- Por que não vais curar sua rebordosa descansando uns dias em Rebordosa ? "


.......

Roserouge, a inquieta blogueira lusa , de vez em quando, bate ótimas "palminhas" para algumas das histórias, ditados e expressões que usamos aqui nos trópicos. Desta vez foi para " rebordosa" que o Marcio usou num comentário no último Coreto Musical sobre o Joe Cocker.
Aqui em SP usamos ( nossa geração, acho ) muito esta expressão. Segundo o Aulete Digital rebordosa é :

(re.bor.do.sa) [ó] Bras. sf. 1 Situação difícil, desagradável. 2 Repreensão, censura. 3 Recaída (de doença, mal-estar etc.). 4 Briga, pancadaria.

Mas, nós temos também uma das grandes criações do Angeli, o mais paulistano de nossos cartunistas, a Rê Bordosa, nossa querida e rebordosenta junkie :



Só que descobri durante as pesquisa técnicas para elaboração deste post que ... em Portugal existe a Rebordosa ! Uma aldeia, com mais de 300 anos de idade !


" Rebordosa
É uma aldeia na margem norte do Rio Mondego, junto á estrada EN110. pertence à freguesia de Lovão e ao concelho de Penacova*. Hoje deve ter menos que 300 habitantes. Antigamente seu número de residentes era maior mas a emigração e a baixa taxa de natalidade fizeram descer o número de pessoas dessa aldeia. A proximidade de Coimbra fez com que muitos habitantes de Rebordosa fossem para lá procurar trabalho. "

Nota-se , portanto, que Rebordosa está numa enorme rebordosa.


* Atenção, Eduardo, é desta região que veio sua água mineral " Pé-na-cova"


42 comentários:

Anônimo disse...

Peri:
Quando fiz o roteiro Lisboa,Torres Vedras,Leiria,Soure(que cozinha bôa!!),Penacova,Aveiro,Porto,não tive rebordosa.Deixei só o sapato em Penacova, em pé na cova.
Abraço

Günther.

roserouge disse...

Óptimo post, Peri! Palminhas, clap, clap, clap! E sempre Penacova, estive lá no Verão passado, ainda não tinha blog, senão tinha feito um post! Um amigo tirou umas fotos panorâmicas com o telemóvel e ficou de mas passar, mas entretanto foi roubado e com ele as fotos! Nem me lembrava dessa aldeia, Rebordosa! Às vezes vou passar férias em casa duns amigos que têm uma casa de família ali naquela zona. E sim, come-se e bebe-se muito bem por ali...

Gunther, minha mãe conta que uma vez, há muitos anos, ela e meu pai iam de carro para o Norte (o meu pai é do Minho) e ao passarem em Pinhel, também levaram com um sapato em cima que tinha voado duma janela duma casa à beira da estrada! Seria o teu? Esta coisa de atirar sapatos parece que já vem de longe! rsrsrsrs...

roserouge disse...

"Inquieta blogueira lusa" rsrsrs...

expressodalinha disse...

Ah pois existe. Um dia temos de os levara a Penacova... Bela terra. Bom vinho!

peri s.c. disse...

Günther
Ainda farei roteiro semelhante. Penacova ( e agora, Rebordosa )serão visitas obrigatórias.

peri s.c. disse...

RR
clap, clap, obrigado.
Em algum lugar não come-se e bebe-se bem por aí ?
Noto que nos passeios por essas regiões deve-se olhar o céu para evitar sapatos voadores.
E pior, tamancos de madeira de algum turista holandês distraído.

peri s.c. disse...

Jorge
Uma viagem hoje a Portugal seria muito mais interessante, com as indicações e sugestões de vocês.
Ao contrário da brincadeira no título desse post, estamos tendo acesso a uma cultura utilíssima , graças aos blogs.

roserouge disse...

Antigamente no Minho também se usavam socas de madeira. A minha avó e tias (mãe e irmãs do meu pai) usavam aos domingos para ir à missa. Chamavam-lhes as "tchancas".

As socas ou chancas fazem parte do traje típico do Minho. Elas dançam e pulam com aquilo nos pés e não as perdem. Admirável!

Eduardo P.L disse...

Peri,

pois. pois, é a região da fabulosa água mineral.De rebordosa em REBORDOSA se passa por PENACOVA!
...srsrs

Eduardo P.L disse...

Aplausos ( clap, clap, clap!) )para a ótima definição da amiga Bé: inquieta blogueira lusa!

Anônimo disse...

se eu for prá rebordosa, tenho certeza que de lá saio direto prá pénacova.

anna

roserouge disse...

rsrsrsrsrs...Penacova é linda, tem uma praia fluvial, passa lá o Rio Alva. Ou será o Mondego? Tenho que ir ver...

Marcio Gaspar disse...

deu pra ver que a vila de rebordosa, além de ficar em penacova, está com um pé na cova. aliás, mesmo destino que teve a personagem do angeli. ou será que a rê bordosa 'se regenerou' e hoje vive a valhice, feliz e incógnita, plantando alfacinhas em rebordosa?

Anônimo disse...

Roserouge:
Meu sapato(de marca Vulcabrás Volta-ao-Mundo) foi para Trás-os-Montes?
Ultimamente soube dêle tirando uma "fina" na cara do Bush.

Peri e Roserouge
Abraços
Günther.

claudio boczon disse...

ô saudade daquela porraloca escorrendo pelos balcões de fórmica vermelha, largando guimba pelo tapete, iniciando a nós na arte da cagandice e andice...

Anônimo disse...

Roserouge:
Saudades das danças e música...Sebastião come tudo de colher...
Günther.

roserouge disse...

"Sebastião come tudo tudo tudo
Sebastião come tudo sem colher
Sebastião fica todo barrigudo
E depois dá porrada na mulher"

Isto são coisas do antigamente, hoje em dia é completamente incorrecto cantar esta última estrofe! Nem eu deixo que cantem aquilo ao pé de mim! Dá porrada na mulher, quéquéisso?

peri s.c. disse...

RR
Chanca por aqui são as chuteiras de futebolistas. Já chana é outra coisa.

peri s.c. disse...

Eduardo
Você é a nossa testemunha viva do setor hidráulico mineral português. Sua água Pé-na-Cova fez história.

peri s.c. disse...

Eduardo
E como .

peri s.c. disse...

Anna
uma Rebordosa medieval e um pé-na-cova aquático.

peri s.c. disse...

RR
aguardamos maiores informações dessa região onde as fontes de água mineral estão no cemitério

peri s.c. disse...

marcio
O Angeli criou, depois matou, depois ressuscitou a Re Bordosa. Seria interessante uma nova série, tipo " Tiazona Rê " ou " Vó Rê"

peri s.c. disse...

Günther
O Vulcabrás não era o 752 ? e "Volta ao Mundo" não era a camisa que não amassava ? Câmbio !

peri s.c. disse...

Boczom
ainda encontrável nas boas livrarias do ramo.

peri s.c. disse...

RR / Günther
desconheço essa canção folclórica, no comments

João Menéres disse...

PERI E RESTANTES:

REBORDOSA é também uma pequena cidade (desde 2003), no Concelho de Paredes, distrito do Porto, aqui no norte, já na margem esquerda (ou norte) do Rio Douro. E esta, em 2001, tinha 10.813.
E, aqui, nesta REBORDOSA, não há nem sombra da água que o Eduardo, numa de gracejo, baptizou de PÉ na COVA...

Anônimo disse...

Peri:
Volta-ao-mundo era camisa;inclusive tinha um comercial em que o rapaz dizia que a camisa(de Tergal),era impecável, e uma senhora de idade respondia:"o que é pecado meu filho?".Desculpe a liberdade poética.Perco a lógica mas não perco a piada nem a memória.Quem usa Vulcabrás até hoje é Maluf,um mistério,não sei responder,mas dura tanto quanto êle.
A canção é um clássico do folclore Trás-os-Montes.
Portugal nos deixa à vontade nos mergulhos em nossa memória por ser o país mais hospitaleiro do mundo!
Assim como seu Blog.

Abraços
Güntherpá.

Anônimo disse...

Sr.João Menéres,Peri e restantes:

Conhecí Parede,indo para Cascais/Sintra.Você ao seguir pela estrada dá de "cara"com uma muralha escrita"PAREDE",freia,tenta virar o carro(90 gráus),e por pouco não vira sanfona.
Portugal é nosso arrimo.Tem muitas parêdes.

Günther.

peri s.c. disse...

João
A criação/adaptação do Eduardo, a água " Pé-na-cova", mostra que nunca perdemos a chance de uma piada.
abraço

peri s.c. disse...

Güntherpá.
O Maluf usa o 752 para exibir para a imprensa. Em sua andanças diárias deve pisar num dos melhores sapatos inglêses, se estes são os melhores.
Bela imagem linguística sobre paredese arrimos.
A hospitalidade estará sempre presente por aqui. Mas pode acontecer, de vez em quando, da genética do sangue italiano se sobrepor a usual paciência chinesa.
abraço

expressodalinha disse...

Peri: com toda a sinceridade lhe digo que se quiserem fazer uma excursão a Portugal ( e mesmo Espanha) será um prazer servir de guia. Falo por mim, mas acredito que a Bé se associaria. É só combinar!

peri s.c. disse...

Jorge
Maravilha! Está aceita a gentil oferta! Vocês seriam uma dupla de "guias" que qualquer turista de bom gosto sonharia.
Estamos meditando à respeito já faz algum tempo, a próxima viagem sem dúvida será Portugal e Espanha. Só resta juntar os recursos financeiros.
abraço

expressodalinha disse...

OK. Ficamos à espera. Eu, por definição, estou sempre de férias, excepto quando estou de férias. A Bé é que se tem de ver melhor.
Abraço.

peri s.c. disse...

Jorge
Assunto o fim do ano. Eu tenho agenda livre, quase sempre em férias pela capacidade ociosa de trabalho, e quando não ociosa, perfeitamente programável.
Mas acabamos de sair do período de férias de minha mulher, que está agora viajando à trabalho, acabou de telefonar de Nevers, com neve pelos joelhos fazendo um atrapalhado e corrido roteiro conhecendo os santuários franceses.

expressodalinha disse...

Então ficamos à espera para organizar uma coisa divertida. Já falei com a Bé.

roserouge disse...

Ai que bom , palminhas, comer beber e passear!...clap, clap, clap!

peri s.c. disse...

RR
E conversar.
Salva de palminhas.
ah, ah.

sonia disse...

o mais estranho é eu ter saudade de tudo isso de Portugal sem nunca ao menos ter ido lá. É um país pequeno se comparado ao Brasil, mas riquíssimo em diversidade cultural e recantos maravilhosos para se passar uma vida inteira...

peri s.c. disse...

Sonia
Eles são bem mais velhinhos que nós, tiveram tempo para criar essa diversidade e esses recantos. Hoje não há mais esse tempo para coisas do tipo.

Anônimo disse...

Não brinquem com a terra mais bonita do mundo e arredores. Rebordosa...saudosa terra banhada pelo Mondego belo, que há minha vida dá aconchego!...

peri s.c. disse...

Prezado Anônimo ( Anônima ? )

Brincamos carinhosamente com uma das terras e povo mais bonitos do mundo.

Não sei se você leu com cuidado os comentários, vários são originados aí de Portugal por blogueiros portugueses com quem, graças aos blogs, passamos a menter relações de amizade.
Alguns meses at´rs recepcionamdos o Jorge aqui no Brasil e no começo do próximo ano me recepcionarão aí em Portugal.
Infelizmente dado o pouco tempo disponível talvez não tenha a possibilidade de conhecer Rebordosa. Uma pena .
Cordial abraço