#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

10.11.08

Arquitetura e design para pequenos espaços - 3

Um container quebrando o bucolismo campestre, esquecido em pleno campo,
por um caminhoneiro distraido ?


Não, um container transformado numa casa de lazer,
em pleno bucolismo campestre .




Onde o dormitório, ao gosto do freguês, pode ser ao ar livre .



39 comentários:

Eduardo P.L disse...

Muito prático! Ótimo para invasões de terrenos abandonados e com boa vista!

peri s.c. disse...

Eduardo
Vou negociar a idéia com o MST.

Anônimo disse...

Peri:
Que bom.Uma nova blogagem.
Estava eu aqui no seu amazém,esperando e enquanto isso,tomando uma Tatuzinho "suja" com Freneti,acompanhada de tremôço.
Quanto ao contêiner,sua fachada pode ser aproveitada com uma banca de jornais,mas deve-se ter cuidado ao deixá-lo (fechado, mas com a porta destrancada ),ao lado de um estádio de futebol;o banheiro pode ser muitíssimo usado.
Günther.

roserouge disse...

Se esta merda continua assim, qualquer dia é o que me resta...

Eduardo P.L disse...

E tem ainda uma vantagem, quando a Prefeitura vem entragar o IPTU, se muda de lugar, e se fica livre de mais um imposto!

peri s.c. disse...

Günter
Continue bebericando,já estão saindo os ovos coloridos e os torresminhos.

Uma banca de jornal-container resistiria até a fãs dos Racionais MC

peri s.c. disse...

Roserouge
Calma, que ainda vem coisa menor em nossa série de pequenos espaços .

peri s.c. disse...

Eduardo
Não só o IPTU como o resto das contas e cobranças.

roserouge disse...

Menor, ainda? Cê qué mi matá?

googalata disse...

será o tipo de solução inevitável no século XXII

googalanafrente disse...

quer dizer, já é assim , só que empilhadas e sem a paisagem. Sou otimista

peri s.c. disse...

Menor.
Mas você verá no post final da série, o que é possível fazer num terreno de uns 40 m2 ... pouco maior que esse container.

Neil Son disse...

gostei da idéia e da ambientação - mas deve fazer um calor féladaputa...

claudio boczon disse...

isto sem falar nas possibilidades de turismo transatlântico

peri s.c. disse...

Googala
aguarde a próxima postagem da série

peri s.c. disse...

Neil
Duas chapas de aço com recheio de poliuretano expandido, ótimo iolante térmico. E sempre é possível colocar um aparelho de ar condicionado.

peri s.c. disse...

Claudio
Esta a melhor possíbilidade. Transforma a idéia dos trailers "on the road" para situações "on the sea", transcontinentais. Te cuidem, Groenlândia e Antártida.

googala disse...

Alaska tb. Podiam por a governadora dentro e jogar fora a chave

anna disse...

putz peri's, imagina isso postado antes das eleições...iriam se degladiar pela idéia de quem levaria primeiro para os campos paulistas (o limpo, o belo, e outros campos)essas casas de lata très chic?

Patty Diphusa disse...

Nossa, talvez seja essa a parte que me cabe nesse latifúndio. Assim, na foto, tudo bem, mas com a minha bagunça, vixe.


Bjs

Marcio Gaspar disse...

peri, lembra quando o maluf (foi ele?) inventou umas casinhas de cachorro pra abrigar os sem-teto?

claudio boczon disse...

falando em lata, favor não confundir bucolismo com botulismo...

Anônimo disse...

Slogan para alugá-la na praia:
"Uma pousada "da lata"!
Ass: gonha mó breu,ôps,
Günther.

expressodalinha disse...

Ali em Alcântara a Câmara Municipal de Lisboa está a pensar num projecto destes, no porto da cidade. Com grande visão e sentido de crise até já deu a concessão a uma empresa até 2042!!!
TPeri, esta só português entende.

peri s.c. disse...

Anna
As tais "escolas de lata" saíram daí, não exatamente com essa qualidade de construção, um container gira o mundo trocentas vezes e resiste, queria ver mudarem essas escolas uma vez só.
Não eram ( são ) " très chic "

peri s.c. disse...

Patty
Coisa de americano, que curte essas coisas. Mas você vai ver que belezinha o desenvolvimento dessa idéia do container, no próximo post da série.

peri s.c. disse...

Marcio
Não lembro disso.
Mas sabe que é um assunto recorrente no nosso meio, criação de abrigos temporários para situações de emergência ?
O problema é a tendência do provisório vira definitivo.

peri s.c. disse...

Boczon
Um risco possível, uma casa de lata mal conservada pode provocar botulismo

peri s.c. disse...

Günther
Eh, eh, no inesquecível "verão da latinha" teriam feito o maior sucesso.

peri s.c. disse...

Jorge
Foi você ou o Silvares quem fez um post à respeito ?
Não conheço Lisboa, mas um terminal de containers, com seus paredões metálicos alcançando as alturas não é lá uma coisa linda de se ver.

ery roberto disse...

Peri, por aqui já teve algo semelhante. Algumas pessoas compraram vagões da antiga RFFSA e levaram para um terreno, com a idéia de transformar em casa. Vi duas. Uma delas o proprietário dividiu e transformou em studio e residência. Uma eterna "viagem".

Fernando Zanforlin disse...

Bacana em Peri, o vizinho poderia ser uma casa num tanque de transporte de líquidos, desses de 12.000 litros ou mais.
Ƨs.

Anônimo disse...

Peri:
E se se adaptar essa criação a vagões interligados,formando um trem?RFFSAPeri,Trem da Alegria(sic)?
É registrar já.Os japoneses não dormem(estão acordados enquanto dormimos).Precisamos aproveitar,enquanto eles dormem.
Günther.

peri s.c. disse...

Pois é, Ery, uma grande e eterna viagem. A idéia em si não é nova, o interessante é o tratamento interno que deram e são vendidas em série. Acompanhe o próximo post.

peri s.c. disse...

Fernando
Taí uma idéia. Já temos a casa-bola do Eduardo Longo, faltava essa, a casa-tubo.

peri s.c. disse...

Günther
Gostei do nome, o braço de lazer logístico de nossas Orgs.
Não sei se algum japonês é freguês aqui do Armazem, vamos correr e registrar a idéia.
Os trens estão voltando à vida, ano que vem volta "aos trilhos" o trem do Pantanal, agora turístico, ligando Campo Grande à Corumbá.

disse...

Fntástica solução ...tão "in" para estes nossos tempos.òtimo achado.Bj

Fernando disse...

Oi, Peri,
super bem bolada, possivelmente deve ter até a possibilidade de ser transportada, rebocada ou algo do gênero.
Interessante. Mas, qual o preço?
abração
fernando cals

peri s.c. disse...

Fernando

É uma evolução do trailer, e pode, a gosto do freguês, ser tansportada, só contrar o caminhão e o guincho.

Vou pesquisar sobre o preço.
abraço