#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

27.2.12

Vão mesmo eliminar as sacolinhas?

.


Resultado da última excursão ao sacolão de horti-fruti-lacteo-suquíferos-ceralísticos-etílicos-granjeiros-etc-etc-etc, para prover a semana alimentar da famílai e anexos :
uma pequena montanha de sacolas plásticas.



Me senti um tenebroso e crápula inimigo da ecologia

Vão eliminar as sacolinhas onde levamos as compras para casa.
Mas ninguém fala nada das toneladas de plásticos que embalam os produtos dentro da loja.
Aí tem coisa....

6 comentários:

Paulo disse...

Mauro, por aqui uma das maiores cadeias de supermercados já não fornece gratuitamente sacolas, como alternativa vendem uma versão que é reutilizável. Se nos esquecemos de a levar temos que comprar as habituais. É uma questão de hábito e uma prática mais correta.
Já para os plásticos das embalagens, não sei se existe alternativa.
Abraço

expressodalinha disse...

A "alternativa" é depois separar o lixo em casa para reciclar.

peri s.c. disse...

Paulo

A idéia aqui é esta. A maior rede também está vendendo sacolas ... só que com preços - para que você avalie - de 1 a 3 euros. E fabricadas no Vietnã, imagine quantas toneladas de óleo diesel vão ser queimados para trazê-las para cá.
Na verdade o que transparece, mais que uma preocupação ecológica é mais uma maneira que os supermercados arrumaram para ganhar mais dinheiro.
E quanto à montanha de plásticos dentro da loja, ninguém fala nada. Consumidor hoje é uma vitima indefesa.

peri s.c. disse...

Jorge

Reciclagem é um assunto aqui que começa a ser timidamente praticado.

Allan Robert P. J. disse...

Há alguns anos usamos as sacolas recicladas (as tais ecobags) e por aqui as sacolas oferecidas pelos mercados são - por lei - biodegradáveis; as outras também eram, tudo uma questão de tempo. Na praça principal tem uma feira de produtos bio às segundas-feiras e ninguém tem sacolinha pra oferecer. No máximo, saco de papel. Mas, e nos outros dias? Bem, nos outros dias vamos ao supermercado das embalagens e fazemos coleta diferenciada. Mas que tem coisa errada aí, ah, isso tem.

:)

peri s.c. disse...

Allan
Precisávamos de supermercadistas rapidamente biodegradáveis.