#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

16.2.11

Outro giro, menos giro

Intervalo : vou dar um pulinho logo ali, em Rondônia .
Temos que ir onde o trabalho parece estar .
Sobe num avião, desce dele, muda de fuso horário,
pega outro avião , umas 9 horas de viagem .

Para um dia de trabalho , dois dias viajando .

No sábado , voltamos a mostrar o Porto .

8 comentários:

João Menéres disse...

A vida é feita de levanta, anda (ou voa) e volta a andar...

Bom sucesso para este giro em Rondônia.

Abraço amigo.

peri s.c. disse...

A vida é um eterno vai-e-vem, sobe-e-desce .
Obrigado a um abraço, João !

valter ferraz disse...

Peri,
Nove horas de viagem dá para ir a Portugal, Espanha, Itália, onde quiser.
Eita brasilzão!
Bon Voiagge

peri s.c. disse...

Valter
Quase dá . Na verdade foram 10 horas . Êta, tô aqui na boca da Amazônia .
E esse turbo-hélica aí da foto tá mais " muderno", hélice de 6 pás .

Anônimo disse...

Peri,

boa viagem, bom trabalho, bom regresso.
E que venga mais do Porto!
Beijo
Vivina

claudio boczon disse...

e com seis pás dá para chegar a quantos pés?

peri s.c. disse...

Vivina

Amanhã mais Porto

beijo

peri s.c. disse...

Boczon
14.000 pés.
Passando, se estiverem no meio do caminho, bem no meio da altura dos relampeguentos Cumulus Nimbus, cruzes.