#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

24.1.11

Um giro muito giro - 13




Tomar


" O Convento de Cristo , histórico monumento na cidade de Tomar (freguesia de S.Joao Baptista), classificado pela UNESCO como Património Mundial, pertenceu à Ordem dos Templários. Fundado em 1162 pelo Grão-Mestre dos Templários, dom Gualdim Pais, o Convento de Cristo ainda conserva recordações desses monges cavaleiros e dos herdeiros do seu cargo, a Ordem de Cristo, os quais fizeram deste edifício a sua sede. Sob Infante D. Henrique o Navegador, Mestre da ordem desde 1418, foram construídos claustros entre a Charola e a fortaleza dos Templários, mas as maiores modificações verificam-se no reinado de D. João III (1521-1557). Arquitectos como João de Castilho e Diogo de Arruda procuraram exprimir o poder da Ordem construindo a igreja e os claustros com ricos floreados manuelinos que atingiram o máximo esplendor na janela da fachada ocidental.

Trata-se de uma construção periurbana ( periurbana???), implantada no alto de uma elevação sobranceira à planície onde se estende a cidade. Está circundado pelas muralhas do Castelo de Tomar e pela mata da cerca.

Actualmente é um espaço cultural, turístico e ainda devocional. A arquitectura partilha traços românicos, góticos, manuelinos, maneiristas e barrocos. " fonte Wikipedia




Pisei no mesmo solo onde pisaram os Cavaleiros Templários .




Na próxima viagem levarei um helicóptero na bagagem .
Só com um desses utensílios voadores é possivel ter uma idéia precisa
do desenho, da implantação e das dimensões dessas impressionantes edificações.



" - Ó do convento, abri a porta e dai guarida a cansados, esfaimados e sedentos viajantes "















Pela quantidade de musgos que cobrem as fachadas,
essa região deve ser mais úmida que a Amazônia.






Impressionante : são seis os claustros !


E pedreiros hoje reclamam de levantar uma paredinha de blocos pré-fabricados ...



Aqui repousa, ad aeternum, um Templário


Recostados nesta janela e olhando a paisagem,
depois de passar pelo fio da espada os mouros do dia,
batiam um papinho amigável,
tomando umas biritas
antes do jantar


" O núcleo do mosteiro é a Charola do século XII, o Oratório dos Templários.

Tal como em muitos dos seus templos, baseia-se na Rotunda do Santo Sepulcro de Jerusalém "














Seteira.
Como faziam pontaria ?



E lá existe uma rara imagem de Deus !



16 comentários:

expressodalinha disse...

Boa reportagem. Muito haveria a comentar in loco. Os musgos tem de ser limpos periodicamente. A última vez que estive em Tomar (talvez 7 anos) tinham sido limpos recentemente. E não foi à adega!!!

expressodalinha disse...

Esta imagem de Deus é excelente e muito rara mesmo.

peri s.c. disse...

Jorge
Fico imaginando a quantidade de comentários que você faria in loco.
Talvez a última limpeza tenha sido 7 anos atrás.
Passei pela cozinha, mas não pela adega .

Achei uma maravilha essa imagem.

Eduardo P.L disse...

...então Deus existe!

expressodalinha disse...

A adega é por baixo do refeitório e da cozinha.

João Menéres disse...

Apesar da chuva, as imagens constituem um precioso documento.

E esse Cristo não está na minha colecção...
RsRsRs...

João Menéres disse...

Já agora :
No meu sidebar, pode procurar o mês de Setembro e lá chegado ir até ao dia 16 ?

Só para recordar, Mauro.

peri s.c. disse...

Eduardo

Os atistas o interpretam . É linda essa interpretação

peri s.c. disse...

Jorge

Pouco tempo para explorar tantos eventos espaciais . Tenho que voltar lá, e em todos os outros lugares, fora os não vistos.

peri s.c. disse...

João

Pelo menos minhas fotos tem um aspecto particular : poucos fotógrafos se animam aos clics em tempos chuvosos ou bem nublados .


Fui lá no Grifo seguir sua indicação, você e suas espetaculares grandes angulares aliadas ao fino olhar do grande fotógrafo : lindas fotos.

A Charola é um ambiente espetacular,
fico imaginando cheia de cavaleiros em suas orações.

O altar de Alcobaça tem alguma semelhança espacial com ela.

E como assinala no texto ilustrativo de suas fotos : "É a obra mais enternecidamente portuguesa
que jamais realizou em nossa terra o talento
de esculpir e de fazer cantar a pedra " . Esses rendilhados que vi em Tomar e em outras monumentais construções me impressionaram muito, fazer cantar a pedra é coisa para artistas (às vezes anônimos ) muito especiais .

João Menéres disse...

Foi em médio formato e com uma objectiva com descentramento.

ESPERO QUE VOLTEM RÁPIDO A ESTE JARDIM À BEIRA MAR PLANTADO ( mas não nesta época ! ) E COM MAIS VAGAR !!!

peri s.c. disse...

João

Também esperamos ! Na Primavera ou Outuno e com muito mais tempo.

Li disse...

:)))
Tb fotografei este senhor aos cochichos com o vizinho de coluna...
Maravilha essa imagem de Deus!!!

peri s.c. disse...

O santo esverdeado .

Até eu que sou bobo gostaria de ter em minha coleção de imagens esse Deus aí, que coisa linda !

Anônimo disse...

Ah, Peri!
Vivina

peri s.c. disse...

Pois è, Vivina .