#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

4.3.09

Anos 50, na Praça da ... Liberdade

Infinitamente melhor isso, cada vez mais incomum em nossas cidades


do que isso, cada vez mais comum em nossas cidades



O primeiro " isso " é do edifício do post anterior :


" O Edifício Niemeyer

Residencial, de perímetro curvo e irregular, está implantado na esquina da praça da Liberdade com a avenida Brasil – uma das principais da área central da cidade –, recobrindo-se integralmente por brises horizontais de largura variável. A torre de 11 pavimentos abriga em seu interior dois apartamentos por andar, compartimentados de modo radial, quase ortogonal, deixando a compatibilização com as curvas por conta das circulações e áreas molhadas. Mais formas livres fecham as áreas de cobertura e a pequena entrada no pilotis, este totalmente integrado à praça adjacente e marcado pela presença de massivos pilares espaçados em ritmos regulares – o que cobra um vigamento de transição de quase dois metros de altura, de modo a conciliar este ritmo com a irregularidade dos pilares embutidos nas paredes do pavimento tipo. O ritmo dos brises – dividindo a altura do pavimento em três – uniformiza a sinuosidade da fachada, ora fechada em panos de vidro, ora fechada em alvenaria revestida por azulejos criados por Athos Bulcão. A implantação da torre em forma livre inscrita em lote triangular certamente deve ascendência à torre projetada por Mies van der Rohe para Berlim em 1922. Ressalve-se, entretanto, que enquanto este pesquisava a transparência e jogo de reflexos do vidro, o arquiteto brasileiro pesquisava a variação do jogo de sombras na fachada. [18] Pesquisa que já iniciara anteriormente no Edifício Copan – em São Paulo (1950) – e mesmo na sede do Banco Mineiro da Produção, em Belo Horizonte. texto de Danilo Matoso Macedo "



Mas para que certos coleguinhas não nos acusem falsamente de idolatria inconsequente, abaixo um ótimo comentário feito no Sítio do Sergio Leo, sobre o post " Sossega o facho, Niemeyer" à respeito da recente e infeliz proposta de ON para uma " praça/memorial" na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

" Sergio Leo, você tá certo. Até concordo que esse monopólio do Niemeyer de todas as obras públicas do país fez muito mal para a arquitetura nacional, que faz tempo que ele não faz nada notável (exceto por um lindo anexo que ele fez na Serpentine Gallery, em Londres ), mas daí para ele ser o pior dos arquitetos têm muitos Julios Neves de distância.

Algumas criações dele ficarão, sem dúvida, entre as obras primas da arquitetura do século XX. O edifício Niemeyer em Belo Horizonte, todo o conjunto da Pampulha, a Obra do Berço, o Palácio da Alvorada (aliás, aquelas colunas são uma das melhores coisas que eu já vi), a sede do partidão na Prança, o Copan, a ONU,o Itamaraty, A Mondadori,o Palácio de Justiça e aí vai.

Hoje em dia é de Memorial da América Latina para baixo. Agora não acho que ele peque pela plasticidade. Acho isso nele notável. essa heterodoxia o aproximou dos grandes arquitetos de agora que têm influência decisiva do Niemeyer (como Zaha Haddid e Rem Koolhas, que assumem isso publicamente ). Acho, inclusive, que algo da preocupação do arquiteto com a experiência sensorial da arquitetura chegou no Neoconcretismo brasileiro. Os textos do Mário Pedrosa e do Ferreira Gullar parecem confirmar isso.

Para mim, o problema é outro. É a confiança excessiva em seu virtuosismo. Arquitetura acaba sendo um lance de genialidade. De um sujeito que não pergunta nada para o cliente, não sabe quantas cadeiras precisam ter na sala de reunião. Por isso, acho que ele deve sossegar o facho mesmo e aproveitar a vida, já que ela foi tão generosa com ele.

Thiago Mesquita "

33 comentários:

GUGA ALAYON disse...

a foto agora ficou melhor pra entender o edifício.
O que seria da arquitetura brasileira sem Oscar? esta é a pergunta que sempre me reaparece...
abraços

Eduardo P.L disse...

O velhinho é bom! Errar é humano! O único DEFEITO GRAVE, foi ser comunista a vida toda! Nem Fidel mais, é tão ortodoxo quanto o Oscar!
Mas de arquitetura ele entende!

Fernando Zanforlin disse...

Como o velho gosta de memorial, deveria começar a pensar no MEMORIAL OSCAR NIEMEYER.
Pois é o Guga falou, o que seria de nós arquitetos do mundo todo sem o vovô.
Afinal avô que é avô sempre mostra, deixa e ensina os netos a serem bons ( em qualquer coisa).
Até, quando fazem bobagens, para aprendermos o que não fazer.
Ƨs.

peri s.c. disse...

Guga
Ótima pergunta.
Não existiria.

peri s.c. disse...

Eduardo
Melhor o comunismo jurássico dele,
que no mínimo é uma demonstração da caráter mesmo que discordemos, que o pseudo-esquerdismo pragmático que enche nossos olhos por aí já faz algum tempo.

peri s.c. disse...

Perfeito, Fernando.

roserouge disse...

Lindo, esse edifício. Mesmo para comunista...rs. A esse pseudo-esquerdismo pragmático, nós por cá, chamamos-lhe "esquerda-caviar".

peri s.c. disse...

RR
Ah, ah, comunistas conseguem fazer coisas belas... principalmente em países capitalistas.
Aqui também temos a esquerda-caviar, conheci alguns. Mas o que está na moda é a esquerda-buchada-de-bode, prtensamente popular. Mas para " consumo externo", porque degustam na intimidade seus Cohibas e de seus Romaneè-Conti. Aprenderam rapidinho o que é bom.

Anônimo disse...

Peri:

Antes de se chegar à Ilha Porchat,em São Vicente,se você entrar à direita ,no segundo quarteirão no fim da rua você chega no Edificio Caribe.É obra de Niemeyer.Foi construído para ser hotel colado ao mar(baía) e foi adaptado para apartamentos.É um edifício de linhas retas que segue estreitando à partir de sua base.Possui 25 andares,sem contar os 3 andares de garagem + o terreo(que é um vâo).Toda estrutura é de concreto.
Te digo porque gosto do Niemeyer.
Sou um feliz co-proprietário de um dos apartamentos(pertence à minha família),no vigésimo segundo andar.Tudo lá é perfeito,sem contar a vista, devido sua posição estratégica.
O silêncio dos proprietários também é estratégico quanto ao assunto.Ninguém quer sair de lá.
Se você quiser, tiro umas fotos para seu arquivo.

Abraços

Günther.

peri s.c. disse...

Günther

Fui pesquisar, parece que este edifício na verdade foi projetado pelo escritório Botti&Rubin, aqui de SP .
Será que quem deu a informação não está querendo valorizar o edifício ?

abraços

GUGA ALAYON disse...

este?:
http://alexcarmo.multiply.com/photos/album/42/42#107

GUGA ALAYON disse...

botti rubin

Anônimo disse...

Peri:

Carecemos de informação definitiva.Valeu.

Abraços

Günther.

hélio disse...

não acho que o ON seja paternalista, vc acha que ele é Peri? Aliás, nunca percebi isso no que ele diz, ou em suas ações. Poderia ser mas não é. Queria eu, ter a quantidade de trabalhos que ele tem. Pode ser meio porcentinho que eu já ficaria muito feliz... fico pensando admirado pq não tenho, hahaha!
O mais incrivel, é que o nosso maior arquiteto ainda seja ele. Não depende dele o nosso desenvolvimento, depende de cada um de nós, parece óbvio mas não é, é mais facil culpar alguém de sucesso pelas nossas frustrações do que assumir o tranco.
Por exemplo, se os nossos iluminados politicos fazessem uns concursozinhos honestos (vixe!)daria uma enorme força, para que possamos ter alguma oportunidade de desenvolvimento, né não?

Na real o que se passa é que fora isso, a solução imediata seria abrir uma boa cafeteria, uma banca de jornal, um cabelereiro feminino e colocar a mulher para trabalhar, vender cozinhas planejadas... pode salvar o dia-a-dia.
Depois dele o que virá?
Paulo Mendes da Rocha dizendo que as favelas são o movimento cultural urbano e expontâneo MAIOR que o Brasil tem?
O Ruy Othake pintando barracos e achando que isso é reurbanização de favelas... Já pensou?
Pensando bem, quem sabe aí eu me dê bem. hahahaha!!!!

peri s.c. disse...

Guga
É esse deifício aí, mesmo.
Está no site da Botti&Rubin

peri s.c. disse...

Günther
O que me ocorreu é que alguém achou que era do ON , por ser de concreto, eh, ehProjeto interessante, e inesperado para São Vicente.

abraço

peri s.c. disse...

Helio
Não acho que ele seja paternalista.
Ele está sempre na dele, mesmo que contra a corrente, vide que continua um comunista ortodoxo ( seja lá o que isso signifique ).
Fala e defende sempre de SUA arquitetura.
Qualquer um gostaria de ter feito pelo menos 5% dos projetos que ele fez. Foi o arquiteto certo, na hora certa e no lugar certo. Os coleguinhas tem muita inveja disso, e absoluta incapacidade de repetir o mesmo trajeto.
E é incansável. Sabe de algum outro profissionail que continue atuante e animado aos 100 anos de idade ?
Acertou muito e errou bastante ( erros que variam conforme a concepção de análise de cada um nós),de qualquer forma acho que os acertos foram muito maiores que os erros. O que e é absolutamente normal em qualquer profissão. Infelizmente não somos como os médicos, que enterram seus erros.

hélio disse...

Está sempre na dele como qualquer um de nós. Defende o que acredita, sem prejudicar ninguém, sem desfazer de ninguém, se é ultrapassado ou não isso não importa. É o que é.
A trinta anos, um colega recém- formado bateu à sua porta querendo trabalhar com ele. Conversaram e o Oscar deu um projeto seu para o cara e disse: - "veja o que vc acha deste projeto e volte daqui duas semanas"... o cara voltou no prazo marcado com o projeto todo mudado e disparou: - "este teu projeto Oscar, é uma merda!" Então começou explicar as mudanças feitas, e ele pacientemente ouviu o cara falar até o fim. No final da apresentação, o cara todo orgulhoso do que tinha feito perguntou o que ele achava... Oscar virou para ele e disse:
-"Não acho nada meu caro, este é o seu projeto. E o meu projeto, é uma merda, mas é meu." Adeus!
Só erra quem faz Peri, quem não faz reclama. Concordo.
Cento e dois anos e recém casado... Oscar é demais! com todos os seus defeitos, mas quem não os tem?
abs.

Anônimo disse...

Peri:

Segundo informações da burguesia, O N chegou aos 100 anos de idade por sua dieta comunista.Comer criancinhas.

Abraços

Günther.

peri s.c. disse...

Hélio
A classe se acha prejudicada, e desce o cacete, porque ele curiosamente, atendeu a todas as vertentes políticas. Isso é que incomoda.
No mais , acho um grande barato o tiozão fazendo seus traços até hoje. Um sonho chegar à velhice assim. Ligadão.
abç

peri s.c. disse...

Günther

Esses comunistas empedernidos sabem das coisas gastronômicas.
Deveriam até lançar o livro " A Dieta Vermelha "

anna disse...

essa coisa de genilaidade muitas vezes engessa a pessoa ou o que se pensa dela.

pouco conheço de brasília e muito menos de arquitetura. mas não desprezo toda a fama do tal sinhozinho, uma vez que ele é/foi incensado nos 4 cantos do mundo.

triste demais a parede de janelinhas, pixadas ou sem vidros desse prédio.
denuncia o tipo de povo e governo, que continua sendo eleito por eles/nós.

GUGA ALAYON disse...

"Dieta vermelha" é para quem tem hemorróidas, Peri.
Não se deve comer criancinhas muito condimentadas.

Anônimo disse...

Peri/Guga:

Vamos abrir um restaurante"Dieta Vermelha",para hemorroidais?

O "negócio" tá em pé.Aguardo suas posições...He,He,He...

Günther.

peri s.c. disse...

Anna
Qualquer arquiteto prima pela genialidade, limitada, claro, pelo seu nível de sua competência, ah, ah.
Sobre ON, o que posso dizer pelo que li e pelo que ouvi de pessoas que com ele tiveram contato, é que é uma pessoa que tem enorme carinho pela sua profissão e profunda fé no que faz. Aparentemente sem estrelismos . Ele é de uma outra época, onde as pessoas eram muito mais elegantes, uma grande diferença.

estas janelinhas que você não gostou são típicas do sub-terceiro mundo em que vivemos, vai dar uma voltinha ali pelas imediações do Parque D. Pedro para ver quanta belezura. Belezura ? Oops, me escapou a palavra, eh, eh.

peri s.c. disse...

Guga
Nem defumadinhas ?

peri s.c. disse...

Proctochef Günther
enquanto o " negócio" ficar de pé, manteremos respeitosa e estratégica distância.

Ery Roberto Correa disse...

Günter e Peri: aqui em Curitiba tem um negão, baiano, que vive no calçadão das Flores vendendo uma pomadinha feita de gordura de peixe elétrico. Sabiamente ele fala do perigo para o usuário que tem dores na coluna e pede para alguém lambusar o traseiro com a tal pomadinha. Faz ardorosas recomendações de cuidado se alguém for aplicar a massagem nas costas com o paciente arcado, quase naquela posição de Bonaparte.

Vou parar lá e contar pra ele esse rolo de vocês dois aí: "negócio de pé aguardando a posição do outro". Acho que ele vai querer ser sócio.

Günter, já estou no Blogspot.
Abraços aos dois.

Anônimo disse...

Ery via Peri:

Irei lá já,já,fazer um blogstop no blogspot.Aliás tenho uma dúvida,Ery.
Quando estive em Curitiba,no inverno, sentí muito frio nos pés.Não consigo usar botas.

Pergunta:

Bota em você, dói?

Abraços

Günther.

Ery Roberto Correa disse...

Günther, tem certeza que esteve em Curitiba? Quem não liga pra esse negocio é gaúcho.

Se você usou "bota" por lá não esqueceu de colocar a meia né?

peri s.c. disse...

Ery
Gordura de peixe elétrico de quantos volts ? E a amperagem ? Necessário fio terra para ela funcionar ?

Ery e Günther
vocês que são brancos, que se entendam.

Ery
Link positivo e operante.

Eliana Mara Chiossi disse...

Visitando e gostando.

Abçs

peri s.c. disse...

Eliana
Seja sempre bem vinda.
abçs