#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

28.10.08

Vruuummmmmmmmmmmm

Não adianta, dependemos de carros, admiramos carros, desejamos carros. Sejam velhinhos ou novinhos, simples ou sofisticados. Se você passar por um destes na rua, restaurado e ' envenenado", vai parar e ficar olhando.

Ford 37. Uma homenagem ao primeiro carro da frota da Famiglia S.C.

Essa semana a fina-flor deles está por aqui . A Fórmula 1, queimando a gasolina mais cara do mundo, com os carros mais caros do mundo ( um motor, que dura 1.200km, custa U$$ 2 milhões ), guiados por profissionais que ganham os melhores salários do mundo ( desconsiderando-se, claro, os nababescos e obscenos ganhos daqueles que trabalham no mundo financeiro-especulativo ).
É talvez o esporte que mais movimenta dinheiro, deixando rastros por onde passa : as previsões são que a realização dessa corrida em SP, deixa na cidade U$$ 200 milhões em negócios gerados.
Ali naqueles carros está a finesse da tecnologia de ponta, mecânica e eletrônica . E dentro deles a loucura de ponta : quem já viu um deles de perto, sem as carenagens, fica pensando quem é o alucinado que " veste" aquele carro e anda a 350km/h com sua bunda à 5 cm do chão. Consta que um motorista normal como nós não conseguiria tirar do lugar um carro destes.
Mas as fotos são ótimas.


( estas duas primeiras fotos da F1, são de alta-definição,
vale a pena clicar sobre elas e vê-las
em grande formato, impressionante a qualidade técnica.
Fonte : The Boston Globe, mais aqui )






E tem até trilha sonora apropriada, este disco aí da foto existe mesmo, é de uma banda de surf-rock alemã, incrível.



. . . . . . . . .

SU : Special Update

A freguesia deste Armazém não brinca em serviço. À respeito de carros de corridas o Silvares lembrou no comentário que fez, do Manifesto Futurista de Filippo Tommaso Marinetti, que em 1909, lançou as bases do Futurismo :

" 4. Nós declaramos que o esplendor do mundo se enriqueceu com uma beleza nova: a beleza da velocidade. Um automóvel de corrida com seu cofre adornado de grossos tubos como serpentes de fôlego explosivo... um automóvel rugidor, que parece correr sobre a metralha, é mais belo que a Vitória de Samotrácia. "


21 comentários:

Marcio Gaspar disse...

respeito o seu gosto, peri, mas eu não admiro carros, não desejo carros, tenho interesse zero em carros. e nem acho que a F1 seja um esporte - é um ajuntamento de mauricinhos ignorantes e machistas. a única graça mesmo é quando um deles se arrebenta.

peri s.c. disse...

Marcio
Ah, ah, sabia da tua opinião à respeito. Mas não vivemos sem quatro rodas embaixo de nós.
Os pilotos são exatemente o que você descreveu, e todo mundo que assiste uma corrida na verdade quer ver alguém se esborrachando, de preferência vários e ao mesmo tempo. Nada como presenciar pedaços de mauricinhos voando pelos ares.
Mas eu prefiro esses caras exibindo suas habilidades numa pista que nas ruas.
O Tom Jobin tinha uma frase ótima à respeito de carros andando a mais de 60km/h, não lembro exatamente das palavras. E em Águas de Março tem lá um " ... é o carro enguiçado, é a lama, é a lama ...", carro enguiçado é um dos anti-climax possíveis nessa vida.

peri s.c. disse...

Pô, Marcio, você que é o nosso homem no mundo musical, não comentou nada da banda Rubens & the Barichellos ? Foi por causa desse inusitado conjunto que fiz o post.

Caso você queira fazer uma análise, o album pode ser baixado aqui :
https://www.yousendit.com/transfer.php?action=batch_download&send_id=617906187&email=15fa411a813684a3c5d4dfea5e4deb62

Marcio Gaspar disse...

haha, tá bom peri, vou ouvir e depois comento. e aproveitando a deixa... apesar da minha aversão, o rock sempre teve íntima ligação com carros e velocidade, né? os exemplos pululam e as vítimas também... do chico science que estorou seu fiat (e a si mesmo) num poste, até o ozzy osborne que conseguiu quase morrer dirigindo um triciclo(??!!)

peri s.c. disse...

Marcio
Bem lembrado.
Semana passada assisti na tv, acho que pela 10ª vez ( se passar 20, assisto as 20 ) American Grafitti, com a dupla rock e velocidade como pano de fundo.
E ainda me arrepio quando ouço Born To Be Wild e lembro de Easy Rider, um dos grandes filmes de nossa geração.

O Ozzi Osborne é capaz de se matar andando, quanto mais guiando um triciclo, eh, eh.

Eduardo P.L disse...

Coversa de oficina!

claudio boczon disse...

um amigo disse, há tempos, sobre o Shuma:

"o cara anda numa via de mão única, sem cruzamento e ganha milhões"

pelo menos a polacada daqui anda ufanista à beça.

peri s.c. disse...

Eduardo
Mas sem poster de mulher pelada na parede.

peri s.c. disse...

Boczon
A polacada ( tedescada ) está alegre faz tempo, e domingo talvez a inglesada ou os Pachecos da brasileirada.

googala disse...

Em qual rotação roda esse LP?
ahahaha

peri s.c. disse...

Doogala
Depende, num tocadisco Ferrari 33 rpm, num Honda umas 7,5 rpm.

Silvares disse...

No Domingo passado fecharam uma das avenidas principais de Lisboa para uma demonstração do Fórmula 1 da Renault. O povão entupiu o local só para ver o carrão acelerar avenida abaixo, avenida acima, devagarinho que o espaço não era muito. O Circo da Fórmula já não passa em Portugal há uns anos, ao que parece e pelo que se viu no Domingo, ficou a saudade. Eu, pessoalmente, não sou fã mas acho que sim, um carro especial é uma coisa bonita. Lá dizia Marinetti no Manifesto Futurista "um carro de corrida é mais belo que a Vitória de Samotrácia" (qualquer coisa assim). Talvez...

anna disse...

uso o carro de meu pai que já tem 20 anos. comentando com um amigo que só gosta de carros dessa idade e que dá uns super tratos neles (chegou a ter 8. alugava garagens ao lado se sua casa para guardá-los) disse-lhe que apesar do motor novo o carro era velhinho.
ele respondeu: não existe carro velho. só usado.

e espero que esse grande prêmio no brasil seja ganho pelo piloto brasileiro o... aquele pequeninho como um jóquei... que usa boné e macacão... que fala engraçadinho...

peri s.c. disse...

Silvares
A Renault exibe-se aqui em SP acho que dia 30 de Novembro, mesmo tipo de evento. Ano passado foi a Toro Rosso, só que inventaram um trajeto de uns 6 ou 8 km. Como o mais importante é a filmagem, tiveram que fazer o passeio às 6:00 da manhã,num dia chuvoso, interditando grandes avenidas. E mesmo assim muita gente foi assistir.
Os carros de corrida tem sua beleza .
Pesquisei o Manifesto Futurista, 1909, de Filippo Tommaso Marinetti, de fato :

"1. Nós queremos cantar o amor ao perigo, o hábito à energia e à temeridade.

2. Os elementos essenciais de nossa poesia serão a coragem, a audácia e a revolta.

3. Tendo a literatura até aqui enaltecido a imobilidade pensativa, o êxtase e o sono, nós queremos exaltar o movimento agressivo, a insónia febril, o passo ginástico, o salto mortal, a bofetada e o soco.

4. Nós declaramos que o esplendor do mundo se enriqueceu com uma beleza nova: a beleza da velocidade. Um automóvel de corrida com seu cofre adornado de grossos tubos como serpentes de fôlego explosivo... um automóvel rugidor, que parece correr sobre a metralha, é mais belo que a Vitória de Samotrácia. " ... e por aí vai

peri s.c. disse...

Anna
Se carro não fosse símbolo de status, a maioria não ficaria gastando dinheiro para trocar de carro.
Pena que carro antigo virou moda, subiram muito de preço . Aquela primeira foto do post é um Ford 37, quase igual ao primeiro que a Famiglia S.C. teve e que eu já andei
fuçando atrás de um, mas hoje sem condições, caro demais se achar.

Silvares disse...

É isso mesmo, não há muito tempo atrás reli esse manifesto para preparar uma aula sobre o Modernismo em Portugal. Os meus alunos ficam sempre fascinados pelo poder afirmativo dos Futuristas com as suas frases bombásticas. Penso que todos os adolescentes sentem o mesmo.

peri s.c. disse...

Silvares,
realmente bombástico, nada de meias palavras .
Obrigado, valorizou o post
abraço

Eduardo P.L disse...

Peri,

mas nada contra as folhinhas da Pirelli.....

peri s.c. disse...

Eduardo
Ainda são publicadas ?
A oficina de meu mecânico é um deserto em relação às imagens libidinosas, e o borracheiro aqui perto é evangélico, um "bastião da defesa da moral e dos bons costumes".

Eduardo P.L disse...

Peri,

são, e todo ano me mandam. Agora é uma EDIÇÃO de MUSEU. De colecionadores. Dou para o meu filho, fotógrafo! Obra de arte, que nasceu nas oficinas!
Quanto aos seus mecânicos, eu jamais confiaria num desses!rsrsrs

peri s.c. disse...

Eduardo
Obra de arte que nasceu nas ( prás) oficinas , legal isso.
Quanto aos meus mecânicos, eles não se distraem do trabalho olhando mulheres peladas,ou fazendo coisas impróprias para um ambiente de trabalho , com as mão sujas de graxa, ah, ah. ( se bem que a graxa ajuda )