#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

21.10.08

Educação prática


Em época de eleições , uma historinha de autor desconhecido

- Pai, eu preciso fazer um trabalho para a escola! Posso te fazer uma pergunta?
-
Claro, meu filho, qual é a pergunta?
-
O que é política, pai?
- Bem, política envolve: Povo; Governo; Poder
econômico; Classe trabalhadora; Futuro do país.
- Não entendi. Dá para explicar?
- Bem, vou usar a nossa casa como exemplo: Sou eu quem traz dinheiro
para casa, então eu sou o poder econômico. Sua mãe administra e gasta o dinheiro, então ela é o governo. Como nós cuidamos das suas necessidades, você é o povo. Seu irmãozinho é o futuro do país e a Zefinha, babá dele, é a classe trabalhadora. Entendeu, filho?
- Mais ou menos, pai. Vou pensar.


Naquela noite, acordado pelo choro do irmãozinho, o menino, foi ver o
que havia de errado. Descobriu que o irmãozinho tinha sujado a fralda e estava todo emporcalhado. Foi ao quarto dos pais e viu que sua mãe estava num sono muito profundo. Foi ao quarto da babá e viu, através da fechadura, o pai na cama com ela. Como os dois nem percebiam as batidas que o menino dava na porta, ele voltou para o quarto e dormiu.

Na manhã seguinte, na hora do café, ele falou para o pai:
- Pai, agora acho que entendi o que é política.
- Ótimo filho! Então me explica com suas palavras.
- Bom, pai, acho que é assim: Enquanto o poder econômico fode a classe
trabalhadora, o governo dorme profundamente. O povo é totalmente ignorado e o futuro do país fica na merda.


24 comentários:

Eduardo P L disse...

Não é nova, mas é sempre atual!
Aliás, não se faz mais piadas como antigamente! rsrsrs!

peri s.c. disse...

Eduardo
MHH-PSC, Museu Histórico Humorístico P.S.C., preservando a memória nacional.
O nível de gracinhas caiu muito, taí assunto para umas teses de doutorado .
Levanto uma primeira razão : os homens não cortam mais o cabelo nos barbeiros, mas em " salões de beleza". Os barbeiros eram grandes disseminadores de anedotas . Em muitos anos a pequenina e nipônica Alícia, minha cirurgiã capilar, nunca me contou uma piada.

valter ferraz disse...

Peri,
perfeita para a ocasião.
Conta essa lá no Jayme, onde o circo tá pegando fogo.
Abraço forte

peri s.c. disse...

Valter
Estava guardada faz algum tempo, foi passada pelo Marcio.
Falta você lá mais ativo, com seu extintor de incêndio cheio de querosene de aviação de avião à jato.
abração

Marcio Gaspar disse...

piadinha universal e atemporal, como só as melhores costumam ser.

Só- Poesias e outros itens disse...

Triste definição.
Descobertas precoces e imutáveis.

bjs.

JU Gioli

jayme disse...

Tenho um amigo carioca que diz que certas piadas não são piadas, são fábulas. Essa é uma delas.

valter ferraz disse...

Peri,
abandonei o extintor. A gente acaba chamuscado.

peri s.c. disse...

Marcio
As mudanças acontecem para que tudo permaneça iguail.

peri s.c. disse...

Ju
A garotada começa cedo a perceber que tudo é muito esquisito.
bjs

peri s.c. disse...

Jayme
uma perfeita fábula.

peri s.c. disse...

Valter
Cachorro picado por cobra tem medo de linguiça?

Anônimo disse...

Peri,

fico com você e Jayme: fábula, sim.
E mais que oportuna.

Beijo

Vivina.

peri s.c. disse...

Vivina
Oportuníssima
bj

ery roberto disse...

Peri, você já deve ter visto, lógico, que existem algumas frases incríveis que são mostradas desacompanhadas da autoria e da data em que foram escritas. Você as lê e pensa imediatamente que se trata de um filósofo da atualidade. Em seguida descobre que é coisa de gente como Rui Barbosa, Lincoln, Luther King, Sócrates e por aí vai. São certas "atemporalidades" que fazem acreditar que, em certos aspectos, o mundo é o mesmo faz tempo.

A mensagem desta "fábula" também é assim.

Abraço.

hélio disse...

Peri, e assim, infelizmente, vamos tocando.

Como será que faz para a gente recarregar o extintor do Valter?

peri s.c. disse...

Ery
O mundo gira, a Lusitana roda e nunca saímos do mesmo lugar.
Desde que, claro, não mexam com as Bolsas, com a cotação do dolar, euro e yene,nem com o preço do barril de petróleo ( cá entre nós, prefiro barril de whisky ou de um Brunello de Montalcino ) e nem com os fundos "hedge" .

abraço

peri s.c. disse...

Helio
Melhor ir lá no "Perplexoinside" ( link ali nos favoritos ) e perguntar
prá ele.

Thiago Gothai disse...

Muitoi legal este texto. Mandaram bem.

Adelino disse...

Peri, genial, genial...
Ri muito.
Grande abraço, feliz final de semana. E vote bem...

peri s.c. disse...

Thiago
Vou distribuir nas portas das escolas.

peri s.c. disse...

Adelino
Só rindo, né?
Idem. Vai de Paes ou Gabeira ? Os dois já acenderam um ... e tragaram. Portanto nesse quesito não há desempate.

abraço

Silvares disse...

Criancices!

peri s.c. disse...

Silvares
e pensar que o Picasso disse que passou a vida tentando desenhar como uma criança...

( ou alguma coisa parecida )