#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

6.8.08

Armazém Olímpico - 1






México 68, Tommie Smith e John Carlos*,
fazem no pódio o gesto dos Panteras Negras,
para alegria do COI, eh, eh,


Finalmente começa ( ainda bem, ninguém aguenta mais ver reporteres comendo escorpiões, besouros e larvas ) o mais importante, internacional, magnífico, opulento e badalado encontro mundial onde se digladiam interesses políticos-comerciais-midiáticos-farmacêuticos-e-até-esportivos ( farmacêutico ? claro , os doppings ! - sobre esse assunto um longo, excelente e esclarecedor artigo de Dorrit Harazin na Piauí que está nas bancas ) que se realizará prá lá da Conchinchina, um pouco além de onde Judas perdeu as botas, mais exatamente na própria China, que aliás na verdade não se chama China, mas País do Meio, na tradução literal do termo chinês que dá nome ao país. Não sei onde li isso.

Será um porre, suaremos mais que os atletas para acompanhar a cobertura das disputas e aguentar as pataquadas e os ufanismos abobalhados dos galvões buenos, lucianos dos vales e seus respectivos asseclas que mais uma vez pertubarão nossa paciência falando muito e informando pouco.

Estaremos alertas e operantes para as devidas análises alternativas.



NR 1 : Na verdade os jogos já começaram, nossa seleção futebolística de machos masculinos ganhou da poderosa e insinuante esquadra da Bélgica, com uma goleada típica da era Dunga, 1x0. A seleção das sílfides ninfetas femininas empatou em 0x0 .

NR 2 * : esta emblemática foto foi motivo de um post aqui no Armazém dia 21/11/07 - " e eu que sempre achei que John Carlos era canhoto ". Na verdade eles só tinham um par de luvas e quem deu a idéia de cada um usar uma, foi o terceiro atleta da foto o australiano Peter Norman, no vestiário antes da premiação. Peter morreu, e Tommie e John foram ao seu enterro na Austrália. Isso sim é que é espírito olímpico.

29 comentários:

Marcio Gaspar disse...

sem dúvida, peri: haja paciência pra tanta olimPIADA, pra tanta pataquada e pra tanta brasilidade forçada... e pra mim, já começamos mal. a goleada da selecinha do dunga representou, pra nós tricolores, o 'gol do adeus' do hernanes, garoto bom de bola que tá fazendo muita falta ao spfc e que certamente não permanecerá por aqui depois daquele golaço...

peri s.c. disse...

Marcio
O Hernanes não dura muito por aqui, garoto bom de bola e pelas entrevistas que ouvi, bom de cabeça, nunca ouvi ele falar em "objetivos", ah, ah.

Eduardo P.L. disse...

Peri,

gostei de saber essas CURIOSIDADES das Olímpiadas. Como não sou um aficionado aos esportes ( que acho: mais chato do que assistir, é jogar...)vou acompanhar logo mais as nove horas a FESTA de ABERTURA que promete.

peri s.c. disse...

Eduardo
Isso aí foi só um pequeno aquecimento, nossa cobertura " Armazem Olímpico " apresentará muitas curiosidades.

valter ferraz disse...

Peri,
pelo jpa visto, não te faltará assunto.
Dá-lhe, Galvão e Cia!

peri s.c. disse...

Valter
O Galvão estreou bem e conforme o esperado, ou seja falando muitas bobagens. A narração no Sport TV está bem melhor, se bem que na Globo está a Sonia Bridi, que foi correpondente lá na China, e deu muitas informações interessantes.

GUGA ALAYON disse...

País do Meio. País do Mao. País do Mal. Várias versões.
A minha: País muito estratégico para conquistar a totalidade Ásia, o único com oito fronteiras(japão,vladivostok,tchita,mongólia,omsk,aral, índia e vietnã) e ficar faltando só a américa do sul ou africa para alcançar o objetivo.

peri s.c. disse...

Guga
País do Meio porque está exatamente no meio dessa confusão ( para nós ) toda.

Daqui a uns 20 anos estaremos todos falando mandarim e comendo pastelzinho primavera.

GUGA ALAYON disse...

...e o Hernanes será técnico da seleção.
ahahaha
O cara é bom!

eryroberto disse...

Peri, isto ficou bastante engraçado. Linkei seu post hoje. Eu não pretendo falar nada sobre as Olimpíadas, a menos que algo mágico aconteça. Abração.

Ery
www.infinitopositivo.blogger.com.br

peri s.c. disse...

Guga
Mas o presidente da CBF continuará sendo o Ricardo Teixeira, que contratará o Dr. House para cuidar de sua saúde.

peri s.c. disse...

Ery
obrigado pela linkagem, vamos nos divertir um pouco e falar sério um pouco também.
abraço

Ruvasa disse...

Viva, Peri!

Constato que, afinal não somos apenas nós a sofrer as inclemências dos desvarios dos comentadores televisivos que temos que estoicamente aguentar, sempre com, disse bem, o abobalhado dichote e a estulta explicação do que de explicação não precisa porque uma imagem vale mais do que um quadrilião de palavras e, por outro lado, não sendo completamente desprovidos de intelecto, também sabemos, quantas vezes bem melhor, interpretar o que nos passa pela frente dos olhos.

Mas fico muito mais aliviado!

Afinal, não sou apenas eu, não somos apenas nós, cá pelo velho Portugal. Também vocês, que sempre pensámos estarem mais livres desses precalços, por se tratar de nação jovem, sofrem de mal semelhante, talvez pior, quiçá.

Portanto, mais aliviado, como disse, daqui envio a minha enorme solidariedade. A partir deste momento, sempre que me irritar com comentários idiotas, que me fazem subir os valores da "blood pressure", lembrando-me do Peri e de tantos outros sofredores Peris que por aí haverá, por certo, de imediato me acalmarei, com os meus botões desabafarei que, afinal, o mal está dividido por todas as paróquias... Pelo sim pelo não, porém, cortarei o som do televisor, assim mandando o palerma lamber sabão.

Ora toma!

Abraço

Ruben

Marcio Gaspar disse...

hahaha, sensacional o comentário do ruben! lembranças d'além mar, caríssimo gajo! E saudades (muitas) de PUR-TU-GAAAL!!!!
PS: perdão peri, pela intromissão um tanto descabida...

anna disse...

os melhores comentaristas são o do rock gol.
hilários. e o jogo realmente tem muito a ser comentado dentro e fora do gramado.

não entendo porque o futebol começa antes do começo da competição olímpica.

alguém sabe me dizer?

Marcio Gaspar disse...

já descobri, anna: o futebol começa antes porque, pelo numero de participantes e para respeitar o prazo minimo de 72hs entre uma partida e outra (estabelecido pela FIFA), se não começasse antes, não haveria tempo pra acabar até o final das olimpiadas. por isso acharam melhor começar antes do que acabar depois...

peri s.c. disse...

Ruvasa
Ótimo comentário !
Por ele sabemos que o jornalismo esportivo é a mesma porcaria em qualquer continente.
Aqui temos um artifício : imagem da TV ( óbvio ) e som do rádio. temos melhores locutores e comentaristas no rádio.
Uma informação : a pior e mais irritante equipe é da TV Globo, que voc~es conhecem, aí. Seus jornalistas, acham que como tem a maior audiência, devem " empolgar" os tele-espectadores. Em competições internacionais assumem
o papel de elevar aos píncaros o espirito nacionalista. Uma barbaridade imsuportável.
Temos, com o advento da tv à cabo algumas alternativas melhores, por ex. como lembra a Anna em seu comentário, dois ótimos são , por incrível que pareça, os da MTV
que levam a cobertura pelo lado humorístico, mas que infelizmente não participam de coberturas tradicionais.

abraço

peri s.c. disse...

Marcio/Anna/Marcio
Fique à vontade, intromissão nenhuma.
Ótima pergunta, Anna.
Perfeita resposta, Marcio.
Aliás, se nã me engano os atletas do futebol são os únicos ( pelo menos os finalistas ) que ficam por lá todo o tempo que dura a Olimpíada, os demais, de todos os esportes, no máximo ficam uma semana.

claudio boczon disse...

vou acompanhar conforme o memorando:

"cagando e andando"

peri s.c. disse...

Cagando e andando ? Um novo esporte olímpico ? Você não conseguiu índice para Pequim?

Ruvasa disse...

Viva, Márcio!

O gajo de cá, manda um abraço ao cara daí.

Vamo nessa?

Abraço

Ruben

Ruvasa disse...

Viva, Peri!

Amabilidade sua.

Por estas bandas também usávamos esse estratagema. O pior é que os da rádio para "lá" caminham, em passo bem estugado...

Aqui, o espírito nacionalista é vivido de outro modo:

Antes do jogo, "somos os maiores, ninguém nos aguenta".

No meio do jogo, enquanto tudo está empatado, "estamos a jogar como predestinados".

Sofremos golo, "já prevíamos que iria acontecer... até tínhamos referido muitos passes errados e imensas bolas perdidas"...

No fim do jogo, "o treinador falhou, os jogadores falharam, o árbitro falhou... falhanço geral".

Geral? Não, os comentadores não falham! Never!!!

Bem, mas por aqui se vê que, como por cá dizemos, é a chamada "entrada de leão e saída de cão"... com a cauda entre as pernas.

E a falta de cultura geral?!?!

Mas o que mais aprecio são os sucessivos orgasmos guturais dos rapazes, quando um "gajo/cara" da cor deles, lá no relvado consegue um drible mais vistoso!!!

Ando mesmo desconfiado de que aqueles abraços esquisitos que os futebiolistas dão uns aos outros após um golo, e os esfreganços de corpos, no chão, tenham surgido como sequência inevitável da saga dos orgasmáticos comentadores...

E os berros? Os berros, meu Deus! Não é que parecem de vitelos desmamados?

;-)

Abraço (que agora tenho que ir ao Infinito Positivo, porque anda-se por lá a dizer umas coisas com que em parte concordo, mas em que "desparte" discordo...)

Ruben

sonia disse...

eu, como ando quase sempre na contra-mão,vou usar meu controle remoto para ver só por uns segundos o que anda acontecendo na terra do espetinho de besouros, larvas e escorpiões e clico rapidinho para meus programas prediletos. Já há algum tempo não me submeto (nem por um segundo)àquilo que a mídia quer nos enfiar goela abaixo. Além do mais, não estou nem aí para esportes. Tolero minhas caminhadas pelo parque e olhe lá...

Adorei seu comentário sobre as Olimpíadas e o Lulla.....rsrs
Abraços,
Sônia

peri s.c. disse...

Ruben
Pelo que sei quem usou muito bem a questão do " espírito nacionalista " aí em Portugal, foi o Mr. Felipão Scolari. Eficiente o gajo. Em 2002 assumiu nossa seleção totalmente desacreditada, sabe-se lá o trabalho psicológico-futebolístico que fez com os atletas e sagrou-se campeão.

Muito boa essa profissão de cronista esportivo, falam, depois "desfalam" as maiores bobagens e ganham um bom dinheiro, sem maiores responsabilidades.

abraço

peri s.c. disse...

Sonia
Gosto de acompanhar esportes, em geral. E as Olimpíadas tem a vantagem de juntá-los, além dos " flashs" sobre culturas diversas que sempre aparecem, principalemente quando os países-sede são exóticos para nós.

abraços

Ruvasa disse...

Viva, Peri!

Sim, sou fã incondicional de Felipão.

Aqui, foi muito incensado e muito, mas mesmo muito, desprezado também.

Incensado, com razão. Desprezado pelos invejosos que, por via de regra, nada fazem, e querem impedir que outros façam.

Dizem vocês que são os que "não fazem (?!?) nem saiem de cima". H
a-os em toda a parte.

Scolari fez uma coisa que kamais alguém conseguira em Portugal. Que o pessoal, 9,5 milhões em 10, aprendesse o hino português e olhasse para a bandeira portuguesa com orgulho.

Desculpe o desabafo: porra, que é demais!

Daqui por muitos anos o "cara" será lembrado com saudade. Tal como o foi Otto Glória, o obreiro do êxito da selecção em 1966, em Inglaterra.

Abraço

Ruben

Abraço

Adelino disse...

Peri, antes de qualquer coisa, FELIZ DIA DOS PAIS.

Esta eu ouvi e vi Júnior, comentarista (?) dizer:
- Bola perigosa porque veio "cheia de trajetória"...

Outra coisa: dá pra explicar isto?
O jogo VASCO X SP estava 2-0 para o SP. Aí, então disse o comentarista:
- O São Paulo é justo. Apesar dos dois gols irregulares.
Ou seja, justiça pelo próprio apito.
Grande abraço, e ótimas Olimpíadas.

peri s.c. disse...

Ruben
Scolari é uma figura muito particular. Meu pai,que era muito ligado ao esporte amador em um jantar sentou-se à mesma mesa que ele e ficou agradavelmente impressionado , é uma pessoa extremamente agradável. E nessa época, Felipão era o polêmicotécnico do Palmeiras e vivia às turras com a imprensa e com a ala invejosa dos dirigentes do time.

Otto Glória, foi técnico por aqui também. Mas em 66 foi um dos que contribuiram para a carnificina que foram os jogos daquela Copa, talvez a mais violenta de história.

abraço

peri s.c. disse...

Adelino
Ampliando aquele ditado : de urna eleitoral, de bundinha de bebês, da cabeça de juízes e da boca de cronistas esportivos, nunca se sabe o que vai sair.

E quanto ao Dia dos Pais, comemoremos, só nós sabemos, além das imensas alegrias, o quanto nos "custa" exercer o cargo.
Meu abraço fraternal à todos os Babbo.