#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

7.3.08

Ping-pong turístico


Se você tem entre 20 e 35 anos de idade pode entrar tranquilamente nesse recente jogo.
No placar desta semana, nosso desempenho foi muito fraco, 30 brasileiros deportados pela Espanha versus só 8 espanhóis deportados pelo Brasil.

Seguramente em Brasília nossos experts no setor devem estar analisando as razões da fraca atuação de nossas equipes nos aeroportos internacionais. A crônica esportiva-política hoje chiou barbaridade, a torcida começa a se agitar. Os preparadores físicos disseram que nossa equipe está em boa forma, então esperamos que nesse fim de semana nossos técnicos intensifiquem os treinamentos coletivos para que na semana que vem, se não virarmos o jogo pelo menos cheguemos a um empate.

A sociedade civil organizada* poderia colaborar pensando em algumas ações simbólicas extra-campo, tipo despachar de volta todas as panelas de paella, vinhos Rioja, castanholas, espadinhas de Toledo, aqueles horríveis cartazes de touradas com o nome do turista no lugar do toureiro, o Don Curro, escolas de flamenco,
as diretorias da : Telefônica, Santander, BBVA, Sol-Melliá y otras más .
Estas ações tem lá seu risco, sabe lá o que eles podem querer mandar de volta .





Agora à sério :
Estamos como na velha anedota onde o papagaio faz a cagada e o periquito leva a fama. Hordas do Leste Europeu/Asia invadem a Europa e descontam no nosso lombo .

Só que eles, os "civilizados" europeus, podem vir aqui e tranquilamente lambuzarem-se no turismo sexual-pedófilo que assola nossas capitais à beira-mar. Já nossos jovens cientistas são lá barrados quando vão a um congresso e são tratados como criminosos.


* adoro esta definição concreta sobre algo absolutamente abstrato ... eh, eh

24 comentários:

Marcio Gaspar disse...

nossa vingança está em curso, peri. em berlin, vi dois sérvios (pai e filho) lavando parabrisa de carro parado no sinal. isso que é exportação de know-how!!!

Eduardo P.L. disse...

Fantástica postagem.
Nada como encarar com HUMOR essas mazelas!!!

Bom fim de semana!

peri s.c. disse...

Marcio
Globalizam-se as riquezas e , eh, eh, as pobrezas.
Vamos montar em Berlin uma empresa para colocar insufilm nos carros, vamos lá ganhar em euros.

peri s.c. disse...

Eduardo
Uma mazela que vai continuar, nós que já somos tiozões não corremos muitos riscos, mas nossos filhos...

abraço

Adelino disse...

Aliás, Peri, este é um problema que tende a se agravar, não somente entre Brasil-Espanha, mas no mundo todo. A globalização foi boa enquanto serviu aos interesses dos estrangeiros. Atendidos, agora selecionam quem entra. Como somos hospitaleiros, bonzinhos, recebemos a todos de braços abertos. Há que se apertar mais, fiscalizar mais.
Grande abraço

Eduardo P.L. disse...

Peri,

vc tem razão e o Dadelino também!
A coisa só tende a piorar. Lastimavelmente!

peri s.c. disse...

Adelino e Eduardo
o Estadão de hoje traz uma grande reportagem sobre a evolução dos números ( que impressionam ) e com histórias dos imigrantes ilegais na Espanha e adjacências.
A coisa vai piorar mesmo, uma pena.

Como nossos avós/bisavós que para cá imigraram, os que hoje vão para o exterior só conseguem fazer os trabalhos "sujos".

anna disse...

a nossa fama é de sexo: livre, leve e solto. e pago.
fiz um trampo esses dias, e acompanhei os estrangeiros em algumas atividades.
uma delas , ir num bar.
chego na hora reservada junto com a companheira de trampo. e os caras chegam uma hora depois, de mãos dadas com suas novas namoradas, loiras de chapinha vestidas de branco e prata e morena, de chapinha, de preto.

agora, se fossemos uma sociedade organizada o melhor era deixar de agir nas alfandegas e começar a boicotar a telefônica (campeã de reclamações) e os bancos.

será que assim até as putas brasileiras não seriam benvindas por lá?

peri s.c. disse...

Anna
Ou a imprensa não noticiou ou não barraram putas e travestis, parece que este tipo de viajante interessa. No setor das putas semana passada prenderam, acho que em Goiania, um espanhol levando 3 meninas para lá. Os espanhóis são grandes importadores nossos no setor.
Quanto aos executivos, humm , esses caras tem uma lábia ... arrumam namoradas fácil , fácil ...
O mercado sexual de luxo é um grande negócio aqui em SP. Faça as contas quantas feiras de negócios temos multiplique por quantos vem de fora para elas, 80% dos que vem tão mais é preocupados com farra nesta cintilante cidade ...alguns clientes meus vem todo ano em todas as feiras do setor e lá ficam imersos por 4 dias e 4 noites,mal consigo uma folguinha em suas apertadas agências para um rápido bate-papo, ah, ah, ah.
( a melhor história que conheço no setor, é de um, avis rara, que se recusava a cair na noite ... porque quando voltasse ia ser muito mais difícil aguentar a feiúra da própria mulher )

Anônimo disse...

Peri,

cada vez que a gente pensa - com seriedade - em um assunto, qualquer um, percebe que o mundo piorou, ou tá piorando.
(Ainda bem que Veneza, de seu outro post, segue fascinante).

Beijo da

Vivina.

peri s.c. disse...

Vivina
Não sei se são nossos olhos sensíveis, mas que está piorando muito, está.

Veneza, por exemplo, segue fascinante, mas entre Outubro e Junho. Nos meses de verão ocorre a invasão tas procedências

beijo.

peri s.c. disse...

completando comentário anterior :
" .... invasão turística de bárbaros de todas as procedências "

Meg (Sub Rosa) disse...

É isso, Peri!
Gostaria de poder ou saber escrever assim.
Só me pergunto uma coisa: agora que já passaram as eleições e os resultados saíram, vai tudo continuar do mesmo jeito na Espanha?
Um beijo, querido e obrigada
Meguita

peri s.c. disse...

Meg
quem escreve é você, não eu, oras.
acho que vai continuar tudo igualzinho, com menos espalhafato.
bjs

josé louro disse...

Adorei o post anterior.
Está cada vez melhor este blog.
Abraço.

peri s.c. disse...

Obrigado, José.
Já este último post aborda um assunto delicado e que nos últimos dias tem tido muita repercussão por aqui. Tivemos, entre tantos outros, 3 cientistas brasileiros que iam a Lisboa apresentar trabalhos em congressos científicos e foram detidos em Madrid, sem maiores explicações e deportados.
Os números dessas deportações tem crescido assustadoramente.
Por trás disso está obviamente mal resolvida a questão da imigração ilegal.
Para nós é muito estranho, o Brasil é um país novo que tem a base de sua população constituída por imigrantes.
abraço

anamoraes disse...

puxa, Peri, só com essa primeira frase, já não posso brincar....em represália, nem li o resto, tá? :-(

azia disse...

a ver se não sobra para mim, que fiquei a arder com 60 euros no consulado brasileiro em lisboa mais quase 200 reais na polícia federal.

peri s.c. disse...

Ana
Entre na Europa via Milão, os alegres carabinieri se encantam com lindas moças e não criam problemas.
E como você não tem sobrenome de mafiosos conhecidos ( coisa que já aconteceu com um amigo meu ), tranquilo.

peri s.c. disse...

Caro Azia
Bem vindo.
Ardeste com estes 140 euros, mas estás livre, leve ( espero ) e solto flanando entre as belas nativas do sul do patropi.
E, claro, tentando entender como este país funciona, o que não é fácil.

anamoraes disse...

Cierto, Capo!
Bamos à Epannnhhha!!!!!!

peri s.c. disse...

Ana

Bamo nos !

Adelino disse...

Peri, aproveitando o seu espaço, embora o assunto seja um pouco diferente do tema do seu post, eu gostaria de falar sobre algo curoso. Aliás, o assunto não é tão diferente, já que falamos de "fronteiras".
Há uns seis/sete anos o jornalista Olavo de Carvalho cansou de alertar o país para as tais de FARC. Foi literalmente MASSACRADO, chamado de visionário, paranóico, anti-Lula etc etc e bota etc nisso. Hoje, nem sei por onde anda. Acho que desistiu.
Alguém sabe?
Grande abraço

peri s.c. disse...

Adelino, nunca acompanhei a carreira deste senhor, se bem que volta e meia falava-se algo dele, nunca mais ouvi referências sobre ele.
abraço