#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

11.3.08

" Os dardos velozes da adoração "



" Quem ama não se apega apenas aos 'erros' da amada, não apenas aos caprichos e às fraquezas de uma mulher. Rugas no rosto e sardas, vestidos surrados e um andar desajeitado o prendem de maneira mais durável e inexorável do que qualquer beleza ( ... ) E por que ? Se é correta a teoria segundo a qual os sentimentos não estão localizados na cabeça, que sentimos uma janela, uma nuvem, uma árvore não no cérebro, mas antes naquele lugar onde os vemos - estamos também nós, ao contemplarmos a mulher amada, fora de nós mesmos ( ... ) Ofuscado pelo esplendor da mulher, o sentimento voa como um bando de pássaros. E assim como os pássaros procuram abrigo nos esconderijos frondosos da árvore, também se recolhem os sentimentos, seguros em seus esconderijos, nas rugas, nos movimentos desajeitados e nas máculas singelas do corpo amado. Ninguém, ao passar, adivinharia que, justamente ali, no que é defeituoso, censurável, aninham-se os dardos velozes da adoração.

Walter Benjamin

30 comentários:

josé louro disse...

Mae que belo texto! Que lucidez e, ao mesmo tempo, poesia.
Soberbo.

anna disse...

eu adoro mesmo o walter benjamim.

anamoraes disse...

li hoje que "o amor é o cão.."ih, esqueci - era do bucovisqui..hihi(Bukowski)

peri s.c. disse...

José
Soberbo é uma boa definição para esse texto.
abraço

peri s.c. disse...

Anna
Só esse texto já basta para apreciá-lo.
bj

peri s.c. disse...

Ana
o Bukowski é que era o cão.
bj

Eduardo P.L. disse...

Peri,

tem razão: SOBERBO.
Vou leva-lo para as DUAS PALAVRAS no VARAL.
Viva o Walter Benjamin!
Parabéns a você por posta-lo!

peri s.c. disse...

Eduardo
Obrigado e faça bom uso.
Extraído de uma velha matéria do Caderno 2/ESP,de 1992, e guardada com todo carinho

Eduardo P.L. disse...

Peri,
Já dizia minha velha mãe:
"QUEM GUARDA TEM !"

Abçs

peri s.c. disse...

Eduardo
Madame P.S.C. não concorda muito com esse ditado, qualquer dia despeja o Museu Especulativo de Tranqueiras Gerais P.S.C., comigo junto.
abraços empoeirados

Fernando Zanforlin disse...

Seu Peri, essa turma de Frankfurt é demais. Li-os como água, quando estava com sede.
Essa oferta do Armazem é exclusiva, eu não conhecia essa do Benjamin. Donde é?
ab.

Só- Poesias e outros itens disse...

Um texto excelente para se pensar na beleza, que hoje é comprada e revisada sem qualquer compromisso com a real beleza, desta que se fala no texto. Das nossas imperfeições que nos fazem únicos, como aquele nó no tapete que você repara sempre, até tropeça nele, mas que o faz singular.

bjs.

Ju gioli

peri s.c. disse...

Fernando
Um texto introdutório para um longo artigo " WB, o princípio de esperança" de Olgária Matos( ao contrário do escrevi ali em cima, é no caderno Mais da FSP, de 12jul92 ).
De onde foi tirado, não sei, não há indicação no texto.

Uma frase preciosa no texto, essa com origem " Rua de Mão Única" : " encontrar seu caminho numa cidade é fácil, perder-se exige toda uma educação "

peri s.c. disse...

Ju
beleza de comentário.
bjs

josé louro disse...

Sim, usamos a palavra rabisco e rabiscar. É interessante esta tua pergunta porque não sei a sua origem. Vou ver.
Grande abraço.

peri s.c. disse...

José, são curiosas as diferenças, criadas em quinhentos e poucos anos, entre as línguas portuguesas que ladeiam o Atlântico.
grande abraço

Ricardo Soares disse...

peri... os dardos velozes da adoração!!!! que bela imagem... belo texto ... não conhecia...abs

Anônimo disse...

Peri,

todo mundo já disse, mas preciso fazer eco: o texto é maravilhoso. Lúcido, profundo, verdadeiro.
Ler que os afetos podem se perpetuar nos rostos manchados, nas sardas e nos vestidos surrados, ler tudo isso faz bem, ao corpo e à alma. Faz com que a gente faça as pazes com o mundo.

Beijo

Vivina.

Marcio Gaspar disse...

ao contrário do que supõe a vã filosofia, são as imperfeições da mulher que nos escravizam.

peri s.c. disse...

Ricardo
É uma belíssima imagem !
abçs

peri s. c. disse...

Vivina
O texto é maravilhoso e verdadeiro.
Ele foi de uma felicidade, sensibilidade e de uma precisão impressionantes.
Toca fundo na misteriosa essência dos encantamentos.
Pela manifestações, valeu a pena tê-lo guardado tanto tempo.
bj

peri s.c. disse...

Marcio
As misteriosas e cativantes imperfeições.
Assim como as mulheres também se fixam nas nossas.
Não devemos relaxar em nossos amores pois a questão é saber qual a imperfeição certa. Outro mistério.

Eduardo P.L. disse...

Peri,

uma coisa é certa: quando o texto é bom, todo mundo esta de acordo!

Forte abraço e parabéns pelos "guardados"...

peri s.c. disse...

Eduardo
Esse texto toca nos mistérios que já vislumbramos mas acabamos por não compreender direito. E como nossos prezadíssimos leitores/comentaristas se alinham entre aqueles com respeitáveis experiências de vida, obviamente o texto cutucou os desvãos cerebrais.
abraço

Adelino disse...

Peri, falar de mulher é uma coisa complicada. À mulher não basta apenas ser bonita para achar que tem o Mundo a seus pés. Às vezes uma palavra, um conceito emitido por ela põe tudo por água abaixo. Que tenha seus defeitozinhos, suas celulitezinhas, suas manchinhas. Isto lhes dá por vezes mais charm ainda. É realmente um mistério insondável. Um doce mistério.
Um grande abraço

peri s.c. disse...

Adelino
Se fosse fácil, não tinha graça.
abração

GUGA ALAYON disse...

As melhores imperfeições foram elas nascerem com peitos e sem pinto. ahahahaha
abraço

peri s.c. disse...

Guga
humm , tem muitas circulando com pinto por aí ...

GUGA ALAYON disse...

fico com as outras...

peri s.c. disse...

Ficamos, Guga, ficamos ....