#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

10.11.07

Delícia

ser pego desprevenido, por uma daquelas músicas perdidas ( achadas ) na programação de uma rádio qualquer. Canções que ficaram guardadas naquela zona nebulosa de prazeres passados.
Nesse fim de tarde, foi " Como um ladrão " de Carlinhos Vergueiro :


Como um ladrão roubei
rostos,
restos,
risos
Como um ladrão corri
riscos,
mares,
medos
E fui deixando
rastros,
marcas,
mortes
E carregando
pedras,
presas,
pesos
E me entregando
sempre,
sempre,
sempre
Pelo prazer de ter
As sensações totais
E desprezar
o tempo,
o tédio,
o certo


16 comentários:

valter ferraz disse...

PERI, nos idos de 75/76 quando trabalhei na Gravadora Continental perdí uma excelente oportunidade de conhecer Carlinhos Vergueiro. Explico: ele lançou um LP por lá. Quase não aconteceu nada. Me designaram para fazer a divulgação do cara, mas eu teria que me mudar para o Rio de Janeiro. Abrí mão da vaga em troca de um cargo noutro departamento da gravadora. Moral da história: me indispus com o chefe(um babaca pernóstico), mandei todos tomar naquele lugar, com o dinheiro da indenização eu me casei e fui cuidar da minha vida. Não estou reclamandfo,m a troca no sentido pessoal foi mais lucrativa, mas nunca mais ouví um disco do Carlinhos Vergueiro. Bom, não se pode ter tudo é ou não é?
Bom domingo
Forte abraço

anna disse...

legal a diagramaçao. parece uma poesia concreta.

peri s.c. disse...

Valter
Mas essa música aí você deve conhecer. Não conhece ? Paulinho da Viola gravou .
abraço

peri s.c. disse...

Anna
Diagramação para lembrar um pouco o andamento lento da música. A letra no seu formato original é curtinha:

Como um ladrão roubei
rostos,restos,risos
Como um ladrão corri
riscos,mares,medos
E fui deixando
rastros,marcas,mortes
E carregando
pedras,presas,pesos
E me entregando
sempre,sempre,sempre
Pelo prazer de ter
As sensações totais
E desprezar
o tempo,o tédio,o certo

ana vidal disse...

Peri, não conheço a canção. Mas, a avaliar pela letra - que é óptima, gostava de ouvi-la. Será que você não pode pô-la aqui?
Um beijo
ana

peri s.c. disse...

Ana
Encontrei apenas um trecho mínimo no Youtube.
Vou procurar em mp3, se conseguir envio por e-mail, é uma música linda.
beijo

Marcio Gaspar disse...

o c.vergueiro que faça o que quiser, mas eu prefiro comer outras coisas...

peri s.c. disse...

Marcio
comer ?

Marcio Gaspar disse...

pois é peri, o vaergueiro diz: 'como um ladrão...'

peri s.c. disse...

Marcio
Ahhhhhhh .... sutilezas da língua...
Ficaria horrível " tal qual um ladrão "

Eduardo P.L. disse...

Hoje este blog esta tratando de gastronomia?


(;-)

peri s.c. disse...

Eduardo
conforme a leitura que fazem ...

josé louro disse...

Vale a pena passar aqui só para ler os comentários.
Abraço.

peri s.c. disse...

José
O bom mesmo são os comentários, enriquecem e ampliam as postagens.
Felizmente a turma que aqui frequenta é das melhores.
abraço

Arnaldo disse...

Peri,

Esta é uma das músicas que eu mais gosto do Carlinhos Vergueiro (a outra é Camisa molhada). Foi com ela que ele participou do festival Abertura em 1975. Eu tinha, então, 15 anos e fiquei encantado com aquele compositor.

depois disso, nunca mais me entusiasmei com ele.

peri s.c. disse...

Arnaldo,
Esta uma grande música, o resto, o resto.Também nunca me empolguei.