#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

22.10.07

"Puxadinhos" oficiais ( edição revista )


Peri Jr esteve ontem no GP de F1, via um ingresso ganho de um primo, numa jornada que começou às 6 da matina e terminou às 6 da tarde. Pela bagatela de R$ 350,00, um longo banho de sol com os miolos devidamente defumados à 36º C e, argh, sem nenhuma gata de biquini por perto.
Estavam na arquibancada descoberta. O sol nasceu para todos, mas a sombra só para quem se dispõe a gastar de R$ 900,00 até R$ 2.000,00. Ok, F1 não é um evento barato nem aqui, nem na China. Mas na China, as arquibancadas estavam vazias.
Frequentei estas paragens no século passado, e um detalhe me causou espanto
nas fotos tiradas lá da "reta oposta": a visão real, não a televisiva, do circuito. Interlagos sempre foi considerado um dos autódomos mais interessantes do mundo, pela sua implantação e topografia que permitiam uma visão quase que total do longo circuito. O traçado foi alterado, diminuido praticamente à metade, por exigência dos organizadores da F1.
E hoje o que se vê não é a pista, mas um festival de "puxadinhos", um típico retrato do viraram nossas cidades, pela falta de planejamento e pela voracidade dos agentes econômicos, legalizados ou clandestinos. Nas nossas urbes a especulação imobiliária desenfreada, no autódromo a especulação marqueteira-publicitária sanguinolenta.
Nenhuma preocupação, nos dois casos, com a qualidade dos espaços .
O autódromo é da prefeitura, um local público. A F1, como negócio, é importante para a cidade. Mas nada justifica o descaso com que é tratado este que poderia ser considerado um dos parques de nossa complexa megalópole. Está virando uma favelinha metida a "chique", sem nenhuma ordenação, em função de apenas um super-evento. No resto do ano fica praticamente às moscas, pernilongos e muriçocas.

Post-post-scriptum : Peri Jr leu os comentários que alguns dos senhores fizeram e protestou " Pô, programa de índio é o que eu faço todo dia no metrô e nos ônibus que tenho que pegar lotados nos fim das tardes ..."

16 comentários:

e-grafia disse...

Me lembra (pelas reconstituições históricas e de filmes medievais) os alojamentos moveis, para alojar os membros da CORTE.

Triste foi ver a cara de puto, do Massa, tendo que dar lugar para o KH.

peri s.c. disse...

E
Bem lembrado.
Triste? Ele não é membro de uma equipe? Quem pode manda, quem não pode obedece.Ou como diriam as proféticas palavras de Lao-Tsetera : poleiro de pato é no chão. Ontem, foi a vez dele ser o pato.

Marcio Gaspar disse...

diria que peri jr fez um tipico 'programa de indio' - isso, se eu não soubesse que um tipico programa de indio é banho de rio, frutas colhidas no pé e sexo livre, hehe...

peri s.c. disse...

Marcio
Parte do processo educativo, os juniors precisam fazer estes programas silvícolas pelo menos uma vez na vida, para conhecerem o valor da sombra e da água fresca.
Jurou que da próxima vez, chega lá depois só do meio-dia e se for lugar coberto.
O passo derradeiro será dizer que vai só se for de helicoptero, com credencial free para o paddock, boca-livre e muitas gatas à disposição.

anna disse...

e tudo não patrocinado pelo papy peri's.
avisa o garoto antes que tenha algum mal entendido.

por outro lado, por 350 vc bem que poderia ter chamado a turma prá um churrasco e chopp na sua laje coberta!

peri s.c. disse...

Anna
A melhor parte : sem pai-trocínio.
Com 350, churrasco, chopp, sobremesa e conjunto de pagode.

Marcio Gaspar disse...

peri: faz tempo que já entramos nessa do 'só se for de camarote, boca-livre e transporte', não é mesmo? as exigências vão aumentando... e mesmo assim, se a mordô fosse pra F1, pensaria 2 ou 3 vezes e não iria. Mas que os pimpolhos têm que passar por certas via(s) crucis(es), é a pura verdade...

peri s.c. disse...

Marcio
Tranquilo, entramos mesmo.
Necas de camping, pensãozinha meia-boquíssima na Bahia passando carnaval comendo churrasquinho de gato,alugar casa na praia para 27 pessoas y otras cositas. Outros tempos, mais suaves.

Eduardo P.L. disse...

Peri, sobre o assunto F1 vc já sabe minha opinião, mas o que me faz comentar aqui, é a imagem, (foto) de Interlagos, que não vou à aproximadamente 45 anos. Que pena, para não dizer outra coisa!!!! Que pena!

anamoraes disse...

...alugar casa na praia para 27 pessoas..ha ha ha ha! a gente já fez cada coisa nessa vida...ai, ai, ai....caem lágrimas de tanto rir aqui..

peri s.c. disse...

Eduardo,
Você venceu, não vou a uns 35.
Na última Formula 1 que fui o combustível acho que era gasogênio.

peri s.c. disse...

Ana
Meu record de participação: mais de 30, claro que num dia de pico.

GUGA ALAYON disse...

Dava um belo piscinão, ou uma prolongação da represa.

Lord Broken Pottery disse...

Peri,
Nem que me pagassem o 350,00 que você gastou e disponibilizassem todas as moçoilas de biquini do pedaço. Das seis às seis, naquele calor, pra ver o Massa e o Rubinho correrem? Programa de Peri Junior Índio.
ABração

peri s.c. disse...

Guga
um piscinão para provas de motonáutica

peri s.c. disse...

Lord
Meu ônus nesta história foi levantar às 5:30 da matina, a gasosa para levar e buscar o pimpolho ao/no hotel onde estava o primo, uns lanchinhos. Nenhum gasto hidráulico: a água foi num recepiente térmico. Um programa verdadeiramente índio : praticamente sem dinheiro na jogada.
Aliás o mesmo custo que eu tinha quando ia a essas provas : um amigo bem relacionado conseguia os ingressos, inclusive para o carro, estacionávamos dentro do autódromo.
abraço