#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

19.1.12

Pantanal, sendo sugado

As veias abertas da América Lat(r)ina : não sabia, Corumbá está sobre uma bacia calcárea e com consideráveis reservas de minério de ferro e manganês.
A Vale do Rio Doce e o ex-marido da Luma estão lá extraíndo o que podem . Vai minério de ferro voltam carros, máquinas e tranqueiras de R$1.99.
A extração é transportada por grandes comboios de barcaças pelo Rio Paraguai .


O porto, em plena cidade, que está ficando marrom com o pó ferroso que os ventos levam.
Ao fundo, na foto, fábrica de cimento.
Planejamento urbano ? Distrito Industrial ? Prá que isso, né ?


Estas montanhas um dia sumirão .
Escondem por enquanto os minérios .

5 comentários:

Eduardo P.L disse...

Não se faz omelete sem quebrar ovos!!!!

peri s.c. disse...

Edu

Mas quem papa o omelete são apenas alguns ....

expressodalinha disse...

Quem é Luma?

Li Ferreira Nhan disse...

Jorge,
Luma de Oliveira foi modelo, musa de desfiles de carnaval e a primeira madrinha de bateria de escola de samba a desfilar com os seios à mostra. Foi casada com Eike Batista que (entre outras coisas) explora minério de ferro em Corumbá. E tb é o oitavo homem mais rico do mundo (segundo a revista Forbes).

Nossa...
Em que mãos "corre" o sangue da nossa terra.

expressodalinha disse...

Fico esclarecido. Never heard!