#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

10.1.12

Pantanal, fímbrias .


Há uma fronteira ali.

Fomos sondar, ressabiados, o misterioso lado boliviano. Pé-ante-pé porque de repente fecham a fronteira sem qualquer motivo aparente e reabrem quando bem entendem .
As orientações : " Não comam nada por lá ". " Não entrem mais que 50km ". " De carro lá só se tiver seguro ". " Não se envolva em acidentes ". " Evite qualquer contato com a polícia, vão querer o seu dinheiro ". " Tire os óculos escuros quando passar na fronteira ". Êta.

Departamento de Santa Cruz. O companheiro Evo extinguiu a nascente Zona Franca de Comercio da região froteiriça em retribuição à oposição da região à República cocaleira . Sobrevivem apenas o tal do "shopping-chão" ( uma mistura muito piorada da 25 de Março com rua Oriente ) e algumas poucas lojas, muito distante da efervescência de Ponta-Porã ou Foz do Iguaçu .

Gasolina brasileira graciosamente vendida a R$1,00 o litro . Mas só para eles, carro brasileiro paga preço normal ( o nosso ) . Mas o combustível não é bom para nossos carros, os motores engasgam, não estão preparados para o que entra no tanque : ela não é o coquetel que nos vendem , é purinha, gasolina mais que "premium" .



10 comentários:

valter ferraz disse...

como eu previa: nada do lado de lá.

peri s.c. disse...

Tudo meio triste mesmo,caidaço, Valter .

Eduardo P.L disse...

Triste realidade! Depois perguntam pelo TURISMO em terras sul americanas....

João Menéres disse...

Fica o AVISO, não é Mauro ?

Um abraço /Tem estado SOL desde o princípio do ano !
Mas, no Dia de REIS do ano passado (lembra ? ) é que tinha de chover !...

peri s.c. disse...

Edu
Há muito o que turistar ali, só que só há boa infra e atendimento para pescadores, via os grandes barcos que saem para tours de pesca de 5 a 7 dias . O resto da turistaiada, dança.

peri s.c. disse...

Avisos, João.

Mas o Pantanal é lindo e exuberante, uma reserva de infinitas espécies de flora e fauna . E os pantaneiros, criaturas muito especiais com suas incríveis histórias de vida.

Neste dia de Reis lembrei muito do dia de Reis do ano passado . A chuva, um detalhe quase desinportante perante a acolhida fraterna dos amigos.

grande abraço

Allan Robert P. J. disse...

Gostei da barraquinha. Passa bem a impressão do seu relato.
:)

Li Ferreira Nhan disse...

Coragem...
(o único sentimento que me ocorreu ao ver e ler o post)
;)

peri s.c. disse...

Allan

As barraquinhas. Muitas .

peri s.c. disse...

Li

Atravessar aí, esporte radical