#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

21.9.10

Vai, bicho, desafinar o coro dos contentes *


Quem te viu, quem te vê

Esse desenho foi feito numa madrugada qualquer , ali pelos fins dos anos 70, a partir de uma foto da Veja ( ou seria da Folha ? ).
O Vosso Lider era uma oxigenante novidade naqueles tempos cinzentos.
E ele adorava, precisava e corria atrás daquela que hoje tira seu sono a agora dita " grande imprensa golpista " .

A mesma que o ajudou a sair do Estádio de Vila Euclides e o levou para o cenário nacional .
Hoje mudou de amores, lança sua ira contra a imprensa e prefere trocar cafunés com os caciques da fina flor da "mudernidade" política desse país, os mentores intelectuais e operacionais daqueles definidos por ele como os 300 picaretas do Congresso Nacional.
Nunca, em 500 anos ( argh ), politicamente caminhamos tanto para trás.


. . . . . . .
O exemplo vem de cima

Os ministros e seguramente todos os ocupantes de altos cargos federais levaram a sério os programas de inclusão social do governo.
Principalmente o Bolsa (minha ) Família ( e meus amigos ).
Empregaram toda a parentaiada.
E de preferência em cargos onde a grana corre solta, por cima e por baixo das mesas, nos bolsos, meias e cuecas.
Êta ! Depois a culpa é da imprensa.
E daqueles que são " do contra"
. Então tá.

. . . . . . . .
Clima de ódio

Numa coisa concordo com a candidata oficial, há um clima de ódio nessa eleição.
Mas, na concordância, uma discordância : em qual lado é exercido com mais energia esse ódio ?

Tirei essa foto numa esquina da Av. Angélica , quarta-feira à tarde .
Esse banner não é de papel, é de lona. Grossa .
Em plena luz do dia, foi cuidadosamente retalhado com algum instrumento bem afiado.

Vale tudo para não largar as generosas tetas do "puder".

. . . . . . . . . . . . . . . .

* Sempre é bom lembrar Torquato Neto, um ser de tempos mais inocentes :

"Quando eu nasci
um anjo torto,
um anjo solto,
um anjo louco
veio ler a minha mão.
Não era um anjo barroco,
era um anjo muito solto,
louco,
louco,
muito doido,
com asas de avião.
E eis que o anjo me disse,
apertando a minha mão,
entre um sorriso de dentes:
Vai, bicho,
desafinar o coro dos contentes!"


28 comentários:

Anônimo disse...

Peri,

é madrugada, uma e meia, e te leio, emocionada com o Torquato, triste com o resto.
Poderia ter sido difrente, talvez merecêssemos. Não foi, fazer o quê, a não ser nos entristecermos?

Beijo
Vivina.

Selena Sartorelo disse...

Olá Peri,

Sinto sem romantismo uma tristeza tamanha nessas eleições..com se ela chegasse ao ápice das decepções. Tudo de todos os lados estão contaminados...sem ficha limpa na mãos proclamam a anti-compreensão. Uma triste decepção.
Gostei muito do desenho apesar do desenhado.

beijos,

peri s.c. disse...

Vivina

Fiquemos com Torquato.São os artistas ( nem todos ) que elevam de alguma forma o gênero humano .
E vamos em frente .

bjs

peri s.c. disse...

Oi, Selena

É triste mesmo, tanto ilusionismo, tanta desfaçatez.

O desenho : amarelecido pelo tempo . Que também amareleceu o senhor retratado .
Ou não, sempre o achei um grande malandrão, rpovavelmente o maior que já chegou à presidência.
Como já escreveu o Millor : desconfie de quem lucra com seus ideais.

bjs

hélio disse...

... malandrão ou não, foi o pt e o lula que conseguiram fazer o que ninguém conseguiu, reduzir um pouco a constrangedora desigualdade social que nos foi imposta por inumeros incompetentes letrados, bem formados, iluminados de boas familias que passaram pelo comando do país.
Não se iluda não Peri, quando a situação desta desigualdade estiver um pouco mais equilibrada, as tais "forças ocultas", se livrarão do pt e do malandrão em questão (segundo vc), do psdb com bico ou sem bico, e quem mais ameaçar seus feudos com a maior facilidade... aí sim vai ficar bom?! Deus nos livre.
Para mim o mais surpreendente desta eleição foi ver como o serra incorporou o discurso conservador sem nenhuma dificuldade, aliás ficou muito a vontade com ele e com eles. Está jogando sua história pelo ralo.
Não compre o que querem te vender Peri, no Brasil nada é o que parece ser, como vc bem sabe.
Belo desenho... com a cor do tempo ficou melhor ainda.
Sobre estes cavaletes que os politicos estão entupindo a cidade, alguns rasgam (como o da foto) numa tentativa para que não voem para a rua ou calçadas, ferindo alguém ou causando danos materiais... época dos ventos fortes que não respeitam ninguém.

"Só quero saber o que pode dar certo, não tenho tempo a perder"...
grande Torquato!!
abração.

peri s.c. disse...

Caro Helio

1. Mesmo essa redução de desigualdades permite outras leituras. Pena que visavam só o assistencialismo oportunista e populista . Cadê a contrapartida ? Cadê os grandes programas de formação-inclusão profissional-econômica?

2. As " forças-ocultas " já cooptaram o PT faz muito tempo. A companheirada, e seus caciques, estão lambuzadas até a raiz dos cabelos das benesses aéticas do poder.
E os detentores dos grandes capitais, nacionais e internacionais morrem de rir.
Nunca os bancos ganharam tanto, com os perenes e impávidos juros mais altos do mundo.
Uma garrafa de Romaneé-Conti tem o poder até de mudar ideais . Se é que de verdade algum dia existiram.

3. Concordo, a campanha do Serra tá uma bela duma merda.

4. De político, não compro carro usado nem discursos .
Se um dia você me encontrar na rua com uma camiseta de partido ou de clube de futebol, não me cumprimente, não sou eu, é algum sósia.

5. Grato, nessa época desenhavamos. Por que paramos ?

6. São ventos esquisitos, vem com canivetes na mão.

7. Torquato.

" “Eu sou como eu sou/
pronome pessoal intransferível/
do homem que iniciei/
na medida do impossível”

Se você não tem, procure num sebo* : " Os últimos dias de paupéria ", retrato de uma época onde ainda havia artista transgressivo.

* fácil de encontar via " Estante Virtual " , o link : http://www.estantevirtual.com.br/buscaporautortitulo/Torquato%20Neto%20Os%20ultimos%20Dias%20de%20Pauperia

abraços

Selena Sartorelo disse...

Hélio,
Pena que a preocupação é com a diminuição do constrangimento de quem pode ter e não de quem pode saber. Um governo nivelado pelo consumo que equipara a desigualdade social e a mantém cada vez mais ignorante e subserviente...

Selena

hélio disse...

1. Concordo existem outras leituras, mas existe a necessidade de se fazer algo, e o
caminho escolhido foi este, vou torcer para dar certo. As contrapartidas são as tentativas de tirar muita gente da miséria absoluta. Que existem erros, certamente existe, mas desqualificar os resultados a quem interessa?
2. A idéia é esta mesmo Peri, lambuzar o máximo de petista disponível e se tiver uns tucanos junto melhor. Desmoralizar iniciativas positivas, ridicularizar conquistas sociais. Não dá para acreditar que os donos do poder desde sempre entreguem os anéis com doçura. Vão jogar sujo sempre que necessário. Você já viu banqueiro descontente apoiar governo? Não quero dizer que não existem cumpanheiros agindo de forma aética. Afinal pelo que se vê, está sendo mais difícil derrotar os mimos do poder e a grana do que os conservadores autoritários armados...
3. O PSDB e o serra estão uma merda.
4. Concordo, concordo, concordo...
5. Será que o motivo é que homem sério e responsável, não brinca, não desenha, não chora, são invencíveis...
6. Vi um cavalete destes voando numa rajada de vento leste e quase pegou um mano véio na cabeça. O cara destruiu o objeto voador identificado em poucos golpes para delírio da galera que assistia, nem ao menos viu a foto que estava estampada.

Selena,
Em teoria concordo com você.
Mas o constrangimento era internacional, como estava não teríamos sucesso em operações comerciais internacionais. Acho que primeiro é necessário matar a fome para depois educar. Estamos falando de quinze milhões de miseráveis, é muita gente. É preciso saber também de que ensino estamos falando, o que está aí, para mim, é adestramento, não é ensino.

7. "agora não se fala mais
toda palavra guarda uma cilada
e qualquer gesto é o fim
do seu inicio." TN.

Eduardo P.L disse...

Peri,

um post impecável!
Lamentavelmente!

peri s.c. disse...

Helio
O problema é que o " partido mais ético dos últimos 500 anos " mostrou que não era nada disso.
Lembra ? Um dia nós acreditamos nesse ideal ...
( até um certo ponto e até uma certa época )
Nivelou-se por baixo às maracutaias do poder.
Até seu impoluto lider ( eh, eh ) deixou à vista um rabo da merda que chegou à soleira de sua porta.
Me refiro à misteriosa venda da firminha de fundo de quintal do Vosso Lider Jr, por mihôes de doletas. Êta, talvez um novo Bill Gates tupiniquim e não sabíamos. E continuamos a não saber, porque foi " escondido", sumiu do mapa.

E não são os "companheiros" quem providenciaram a guinada para o lado negro da força. O exemplo veio da cúpula, foram seus caciques que passaram a operar. E continuam operando. E continuarão operando.

peri s.c. disse...

Edu
O tipo de post que me desagrada fazer.
Mas que temos que fazer.

hélio disse...

esse é o ponto, eu nunca ví o pt desta forma; como um partido ético. Ví sim um monte de gente querendo mudar os objetivos de governos que se lixavam para as nossas necessidades sociais básicas. Só isso. Nunca acreditei que fosse fácil mudar, como não está. Acreditei nas mudanças sociais não na mudança ética que é tão complexa... para que eu acredite na ética é preciso que eu acredite nos homens e aí é uma outra história. Sabia que teriamos muitos adversários, mas nunca imaginei que os adversários seriam os antigos aliados.
Peri, se a gente for levantar as maracutaias do poder fica bem dificil seguir adiante. Não sobra ninguém. Este lado negro é que atrai, não é atraido. Para governar este país tem que compor com o lado negro. O collor tentou romper com o lado negro e não ficou dois anos do poder. Nada justifica nada, concordo. Acho que neste sentido a "malandragem" do fhc, e do lula deram um certo resultado positivo para o país.

peri s.c. disse...

Helio

O discurso petista de sempre foi, entre alguns outros, óbvio, o da ética.
Por muito menos sempre demonizaram o PSDB, o diabo que sempre os assombrou.
Na verdade , na minha modesta opinião,um caso de amor muito mal-resolvido.
Sarney pode , FHC não. Então tá.

Só que quando chegaram aos poderes executivos resolveram dar suas mordidas também .
Afinal como eles mesmos disseram quando pegos com o bocão na botija : " hummm, mas todos sempre fizeram isso ... "


Atrasadinho como sempre, acabei de ler 1808, do Laurentino Gomes. Tá ali descrito o começo da merda, que em 500 anos nunca melhorou. Aliás só continua piorando.
O Estado à serviço de seus governantes. Não o contrário.

Allan Robert P. J. disse...

Não sei quais políticos me deixam mais nauseado, se os brasileiros ou os italianos. Vi um vídeo de um jovem que faz refletir, apesar da linguagem meio chula:

http://companheiradilmaguerrilheira.blogspot.com/2010/09/em-quem-votar.html

hélio disse...

Precisa ver o que eles entendem por ética...
psdb e pt sempre foram complementares, mas parece que se esqueceram disso.
Fico pensando nestas coligações do mal, e a conclusão que eu chego é que se aliar com o fhc não vai governar por muito tempo não, com o sarney vai, o que fica claro é que excluir os "donos do puder" fica bem ruim, eles põe prá quebrar sem nenhum problema. Nossa realidade é cruel, ninguém põe azeitona na empada de ninguém. Depois outra Peri, desta forma, pt de um lado e psdb do outro, qualquer um dos dois que fique no poder é melhor do que aquelas antas que sempre estiveram lá. Como vc vê sou bem otimista, hahaha.
Esta herança nos acompanhará por muito tempo ainda. Lamentavelmente.

expressodalinha disse...

Por cá a campanha brasileira aparece muito na TV. Sou do Jeferson Camilo.

peri s.c. disse...

Helio
Que o otimismo nunca te abandone, eh, eh.

peri s.c. disse...

Allan
såo nauseantes mesmo, aqui e ai.
Interessante o video, as pessoas começam a se manifestar .

peri s.c. disse...

Jorge
Jeferson Camilo ? Quem é?

Selena Sartorelo disse...

Adianta realmente tantas conjecturas? Pintar esse cenário com as cores que mais convêm e procurar desesperadamente algo para agarrar, seja nas poucas conquistas do candidatos, quanto nos defeitos dos adversários, Um país totalitário. U um país sem senado de frágil legado.
Que absurdo! Um país que não aprende, morre de fome.
Achar mesmo que esse país é sério?..hahaha!! A política brasileira usa sua maior arma. A discrepância da ignorância. Um povo de pouco saber, um nação sem ideal. Mas tudo isso são bobagens pois as coisas são como são né não?

beijos,

WJ disse...

Isso tudo só confirma o quanto anda frágil (?) a credibilidade (?) de todos em que temos que votar.

Não acreditamos em políticos, em sindicalistas políticos e em palhaços políticos.

Então boa diversão :
http://www.youtube.com/watch?v=zBAImyf2xkI

Anônimo disse...

Oi Selena desculpe, mas quem tem fome não aprende, aliás, vive muito mal.
De fato não somos sérios, e está ai nosso diferencial que incomoda o resto do mundo. Temos que ser sérios, duros, rispidos, mau humorados, estressados, estupidos, planejados,limpinhos e pobrinhos. Ao admitir que não somos sérios, quem sabe aí, olharemos para o nosso interior com mais auto estima e menos preconceito de que não somos nada. Quem sabe aí vai.
Acabar com a miséria contraria muitos interesses. Muitos.
Eu não sei o que vc diz por saber... o saber popular existe, a inteligência existe, só não existe o saber formal, é preciso criar oportunidades para que ele aconteça.
Tirar sei lá quantos milhões de pessoas da mais absoluta miséria é urgente isto é amoral, aético, desumano. Ficamos indignados e consternados com o Haiti, e como diz o poeta: - "o Haiti... é aqui"...

Fico pensando quando educarem todo o povo o que vc acha que vai acontecer? Qual será a nova forma de dominação? E aí Peri quecêacha?

hélio disse...

eu sou o anônimo

peri s.c. disse...

Selena
A política cada vez mais nivelada por baixo .

bjs

peri s.c. disse...

WJ

Não acreditamos em palhaços políticos, mas pelo menos um palhaço ( sem noção ) vai ser eleito.
E tem também o pagodeiro que gosta de espancar suas "princesas". Que se diz comunita mas que não quer socializar a bufunfa com seus ex-companheiros de placo, eh, eh.

peri s.c. disse...

Helio queando resolverem tomar essa temrária medida, educar o povo, muita coisa pode mudar.

Selena Sartorelo disse...

Hélio,

Temos compreensões diferentes sobre o assunto e os teus argumentos são claros como o seu limite. O que mais posso fazer se não respeitá-lo.

abraços,

Olá Peri,

Os valores e desvalores nivelados pelo pior que o ser humano possa fazer com o que tem. "Ignorar sua prórpia ignorância."

beijos,

peri s.c. disse...

Selena

Quem sabe um dia muda ?

bjs