#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

12.11.09

Blecaute ... no Coreto Musical



Já tivemos vários blecautes em nossa história. Esse, iluminava ... carnavais.
E não era provocado por genéricos " raios, chuvas e ventos " nem causava calafrios políticos nos governos federais de plantão .








Comentários paralelos :

1. Depois desse blecaute de anteontem será que o governo vai baixar o IPI de lanternas, velas e radinhos de pilha ?

2. Segundo o Ministro da Justiça, foi um micro-problema. Já imaginaram quando ele avisar da chegada de um grande problema ? Fazemos o que ? Fugimos para a Argentina ?


3. Poderoso esse blecaute : fez sumir a luz e a Dilma .

2. Voltando ao Blecaute com maiúscula, eh, eh, em tempos politicamente corretos como hoje, qual seria o nome artístico de Otavio Henrique de Oliveira, o Blecaute ?


21 comentários:

Eduardo P.L disse...

Peri, grandes ilações ....

expressodalinha disse...

Os black out podem dar jeito para apagar certas tendências mais em evidência.

anna disse...

seria "colapso energético"?

Lina Faria disse...

Bem, aqui no Paraná, onde o presidente da Itaipú tinha alguma pretensão a candidato ao governo, o apagão, a despeito de não ter atingido o Estado em sí, queimou o filme do rapaz. Ficou sózinho e no escuro.

peri s.c. disse...

Edu
Aluz apaga mas a cabeça ainda funciona .

peri s.c. disse...

Jorge

Mas depois , quem acaba é o blecaute.

peri s.c. disse...

Anna
Ótima sugestão, mas trocaria "energético" por " luminoso ".
Já que deporia contra : esses rapagões de tez enegrecida ( que ousávamos denominar de "negão" )segundo crendices populares sempre tiveram muitas e latejantes energias para oferecer à suas fãs.

peri s.c. disse...

Lina
Esse senhor deu entrevistas em quase todas as rádios aqui da SP durante o apagão, madrugada à dentro.
Fiquei extasiado com tanto espírito público e preocupação em "bem" informar a população. Na verdade informou mal, insistindo em especulações. Até agora ninguém sabe exatamente o que aconteceu.
Há pouco pesquisador do Inpe desmentiu as teorias do governo sobre os raios nas linhas de transmissão : explicou até qual deveria ser a potência do supre-raio que teria capacidade de "derrubar" uma dessas linhas, raio esse que segundo os precisos registros meteorológicos não aconteceu.
Gosto de duas teorias : ataque de rackers ou problemas de operação, já que, sacuméquié, cargos chave na estrutura operacional das operadoras foram ocupados por "cumpanheiros" sindicalistas, bons de papo mas fracos de conhecimento e ação.

peri s.c. disse...

Lina
complementando
Esse presidente de Itaipu impressionou mais gente, inclusive o excelente jornalista cultural Jotabê Medeiros, acabo de achar em seu blog a transcrição de uma magnífica frase usada pelo tal senhor d : " no rádio, o presidente de itaipu interrompe uma entrevista no meio porque diz que tem um cara do outro lado da linha. - É o presidente lula, já ligou duas vezes, e eu liguei duas para ele!"
( eh, eh as minúsculas em itaipu e lula, são dele, Jotabê. Sutil. )

Marcio Gaspar disse...

o zé simão já decifrou o mistério: na terça-feira, lá em itaipu, disseram pro estagiário: "quando sair, desliga tudo!"

peri s.c. disse...

oops , invadiram meu cérebro , lá na primeira resposta à Lina : " hackers "

peri s.c. disse...

Marcio
circularam outras do mesmo naipe.

Lina Faria disse...

Matou a pau, Peri. O cara é bom sujeito, mas não tem cacife técnico pra ser presidente dum monstro binacional como a Itaipu.
Esse sempre foi um cargo politico.
Ouvi a afirmação dele, repetida pelo Lula no mesmo veículo: "a energia foi gerida pela Itaipú e mandada para Furnas, que errou em distribui-la".
Vai saber, né?

Lina Faria disse...

Ops, errata:
errou em não distribuí-la.

peri s.c. disse...

Lina
Ele afirmava com todas as letras em pleno apagão que só uma grande tempestade poderia ter causado aquilo.

Mas, desconsiderou que como em acidentes de avião e outros eventos onde estão envolvidos alta tecnologia/engenharia, blecautes desse porte são assuntos muito complexos. E podem esbarrar evidentemente na notória incapacidade gerencial de órgãos governamentais. ( tiro desse rol a Embrapa, já que nela nomeação política só para diretorias de Brasília, no resto de seus 400 e tantos escritórios as equipes são compostas só por concurso - nada de " cargos de confiança "- e 80% dos profissionais são para titulados em mestrado ou doutorado.

O atual governo, que usou o apagão da época do FHC como mote de campanha, em vez de assumir a complexidade dessa situação e deixar os técnicos falarem, está aflito e fazendo de tudo para jogar nas costas da natureza todas as culpas.
Como sempre, vão enrolar a maioria da mal-informada e acrítica população.

Ouço agora no rádio :
- o ministro das minas e energia declarou que o apagão é " caso encerrado "
- mas até o prefeito de Itaberá, desmentiu a história governamental do quase tufão que se " abateu" na região, eleita para as tentivas de justificativas naturais porque é onde as 3 linhas de transmissão de Itaipu, ficam próximas .

O de sempre.

Anônimo disse...

Peri:

Foi coisa de Xupa-Cabra.
O blecaute tem jeito de ar pagão,..
cumpanhêro.
Dilma com quem andas?Dirte-ei quem és.

Abraços simplórios

Günther.

peri s.c. disse...

Günther

Bem lembrado.
Um xupa-cabrão, para sugar toda aquela energia.

Taí uma explicação que ainda não ocorreu ao nosso supremo lider, era bem capaz que uns 60% dos eleitores acreditasse.

Estive em Joanópolis, umas 3 semanas atrás, notória região com ocorrências de lobisomens . Pesquisei o assunto com um nativo local que garantiu que tudo não passa de crendice popular. Por via das dúvidas, dormi atento com um olho fechado e o outro aberto.

abraços folclóricos

valter disse...

Peri,
saudades dos generais. Eles prendiam e arrebentavam. Esses nossos só arrebentam com a nossa paciência.
Quanto ao blecaute-músico objeto do post (que quase foi "apagado") nunca poderia ser chamado de "escurinho quase preto". Nem de jabuticaba né?
abraço forte

peri s.c. disse...

Valter

Pelamordedeus, no tempo dos generais não havia apagão porque tudo eram trevas.

Nem de barril de petróleo.

abraço

Anônimo disse...

Peri,

estive fora, tô voltando. Legais, o Blecaute e o Ney.

O resto, ah, o resto é o resto.

Beijo

Vivina.

peri s.c. disse...

Vivina

O resto é o resto, mas estamos imersos nele. O " Crème de la crème ' para poucos. Como escreveu Millor, " o sol nasceu para todos, a sombra não".

beijo