#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

17.7.09

Novos tempos


0.
( âpideite ao post, grande Nanni )


1.


Atrás da tal "governabilidade" ( palavrinha que hoje é desculpa para tudo ) não devem nem usar camisinha


2.

Estudei num colégio estadual, no tempo em que eram um modelo de ensino . Fazia-se um " vestibular" para entrar, o nível médio dos alunos e professores era excelente, muitos davam aula lá e na USP. Chegávamos a usar livros que eram usados nos cursos da USP. Excelentes instalações : laboratórios equipados, biblioteca, teatro com seu grupo ativo, festivais de música, quadras , piscina, tudo de bom.
Tempos agitados, fim dos anos 60, claro que lá existia uma turminha bem politizada que participava ativamente do ME , Movimento Estudantil
.
Iam às passeatas que agitavam o centro de SP em 68. E compravam com dinheiro do próprio bolso as bolinhas de gude que jogavam nas patas dos cavalos da PM.


Está sendo realizado nesta semana o Congresso Nacional da UNE ( União Nacional dos Estudantes ) em Brasília. Com patrocínio da .... Petrobrás.
Estudantes já foram independentes. E a Petrobrás financia até movimento estudantil.


24 comentários:

Selena Sartorelo disse...

Pois é Peri, os tempos mudam e a idéia de idependência ficou um pouco comercializada, patrocinada.
Assim fica dificil acreditar em qualquer movimento, pois tornou-se um bom negócio.
Um belo pacote de presente com o papel de embrulho escolhido pelos patrocinadores pois os pratrocinados perderam o lugar e o o conteúdo que um dia outros tiveram.

beijos,

peri s.c. disse...

Selena

" Hay gobierno? Soy contra! " , um ditado que praticamos quando estudantes.
Mas que os estudantes de hoje desconhecem.
Venderam-se aos shopping-centers e a patrocínios.

bjs

Eduardo P.L disse...

O Lula, (e digo sem querer comprar briga com o Márcio)conseguiu o inimaginável...
Aparelhou o Brasil.
É unanimidade nacional.
Comprou com a bolsa família, a maioria nas pesquisar de populridade. Com verbas do Bancos do Brasil , BNDS, Caixa Federal, e Petrobrás comprou os movimentos sindicais, as ongs, os movimentos estudantis, os MST da vida, os deputados e Senadores de quase todos os partidos da coligação e da oposição...enfim, um gênio!
Dono da maior Pizzaria de Brasília, é modesto, e chama seus adversários de bons de pizza! Qual o que, bom de pizza é o Peri!

Ery Roberto Correa disse...

Eduardo, "Elle" comprou, mas quem pagou fomos nós.

Peri, acho que agora, com este cheiro todo de "merda", desculpe, deve ser o fundo do poço. Ou será que ainda tem outra camada, certamente com cheiro ainda pior?

peri s.c. disse...

Eduardo

Obrigado pela pizza que me toca, as minhas são feitas com carinho e um agrado ao paladar.

Ao contrário destas pizzas virtuais e intragáveis que viraram prato único do cardápio do grande banquete político nacional.

peri s.c. disse...

Ery

O problema é esse , nós que pagamos a conta.

Não, não é o fundo do poço, tem muita merda a ser desenterrada ainda.
Por que você acha que está incomodando tanto ao governo esta história da CPI da Petrobrás? Hamm ?

Selena Sartorelo disse...

Se dizer e expressar com a devida educação é comprar uma briga. Então tá! Eu compro, pois não sou dotada devidamente de nada. Vivo um tempo onde a decepção é imensa.
Alieno-me sim, pois não consigo acreditar nos escandalos desse governo. Se são maiores ou menores que os outros? Na verdade não sei, tenho péssima memória. Mas esse prometia, prometia um ideal, signifivaca liberdade era o ato dos ostracismo dos direitista.
Sonho, utopia!
Nunca fui petista nem qualquer "ista" lembro de meu pai discutindo sobre Arena e MDB, era muito pequena ainda...mas entendia um pouco menos do que entendo hoje pois, como posso entender pessoas que falam de sonhos possíveis, lógicos, cabivéis e depois tornam-se nisto. Via amigos cultos defenderem essa idéia. Quanta igenuidade e repetindo uma frase que disse hoje.
A dona Ignorância esbalda-se em gargalhadas a troco de nossa estupideze imbecilidade, e reina absoluta entre os que um dia pensaram pensar.
Olha no que deu, não vê quem não quer.
Mas voltado ao assunto dos estudantes acho que tudo é muito onfortável ou será que o medo toma conta da mente desses meninos. (romantico demais) Infelizmente acho mesmo que nossos jovens pensam pouco e os poucos que pensam temem seus próprios pensamentos...entre outras coisas.

Quase Blog da Li disse...

Peri,
"eles" se superam
sempre!
bjs
li

Ery Roberto Correa disse...

Peri, comentei e deixei para trás algo que queria dizer sobre a UNE. Estes estudantinhos de hoje não poderiam ser diferentes, pois eles nem falam a língua pátria. eles falam "tipolês". 'Tipo assim', entende... pô, que queu tava falando mesmo?!!!

Vou de coletivo! disse...

Olá!
Aqui quem fala é o Murilo, dos blogs Palavras de Osho e Os nascimentos das palavras.
Assim como você e dezenas e dezenas de outros amigos blogueiros, eu participava das blogagens coletivas do Tertúlia Virtual, belíssimo projeto de promoção de blogagens coletivas que infelizmente chegou ao fim em julho de 2009.
Para mim, a inicitativa do Tertúlia foi responsável pela realização de muitas das melhores blogagens coletivas da blogosfera em língua portuguesa.
A idéia de a cada mês reunir blogueiros em torno de um tema foi tão bem-sucedida que não podemos deixá-la morrer.
Para colaborar, lancei o Vou de coletivo!
Todo dia primeiro do mês será proposto um tema para ser abordado por blogueiros por meio de textos, imagens, vídeos e o que mais a criatividade permitir.
Assim que o tema do mês é apresentado, é aberta uma lista de inscrições. Basta você inscrever sua postagem que automaticamente será inserido um link para ela na relação de participantes. As inscrições ficam abertas o mês todo.
E você, gostou da idéia? Espero que sim!
Então não vamos perder o embalo. Logo sai o primeiro coletivo de 2009! Clique aqui e acesse o Vou de coletivo!
Abração!

peri s.c. disse...

Selena
Os auto-intitulados campeões da ética e da moralidade, quando puseram suas bundinhas nas fofas poltronas do poder central, mostraram que há uma longa distância entre o discurso e a realidade.
Mas , por incrível que pareça, tem quem continue acreditando, uns 80% da população.Confundem vida política com um grande programa de televisão, onde o que pesa é apenas a momentâneo eficiência midiática.
A vida é assim. Os imperadores romanos já sabiam disso, pão e circo acalma as massas.

Quanto aos meninos, o atual consumismo absolutamente desenfreado, o " ter" em vez do "ser" provoca desvios sérios naas possibilidades de realização do ser humano, uma pena, e eles estão à mercê disso.

bjs

Silvares disse...

Peri, o mundo muda com o rolar da carroça do tempo. Quero acreditar que, à medida que a carroça avança, o mundo não fica melhor nem pior, apenas diferente. Os meninos de agora haverão de, um dia, olhar os meninos deles e verem coisas estranhas. That's life!

peri s.c. disse...

Li
Sim eles se superam. E o povo não se mexe.

bjs

peri s.c. disse...

Ery
Nós também usávamos um vocabulário diferente da geração dos nossos pais.
Nem melhores nem piores, apenas diferentes.

Na parte política de seu comentário : meu filho estudou no CEFET aqui de SP, e para entrar lá também os meninos passam por um vestibular muito concorrido ( 9000 candidatos para 400 vagas ), portanto o nível médio dos alunos é bom, diversificado socialmente e na maioria com razoável ( diria superior ) senso critíco em relação à média.
E , portanto, aparecem os grupos mais politizados. No grêmio da escola pontificava uma rapaziada ligada ao PSTU, uns porralouqinhas. Eu assinalava para meu filho um aspecto interessante dessas posturas, mesmo discordando delas : pelo menos estavam agindo políticamente, fato raríssimo em nossa juventude. Aliás não só nela. Nosso povo hoje é uma massa amorfa no que tange ao pensamento político ou prática da cidadania.

peri s.c. disse...

Murilo
Ela não morreu, vai apenas mudar, para melhor creio. Vide o Varal de Idéias e Expresso da linha, blogs mentores da idéia, links aí na barra lateral.

peri s.c. disse...

Silvares

That's life, of course.
Minha visão é exatamente esta que você colocou, nem melhores nem piores, apenas diferentes, na essência.
abraço

anna disse...

se me contassem iria achar que era mentira.

e a tragicomédia brasileira parece estar longe do fim.

sonia disse...

Nunca defenda uma idéia com muita exaltação, pode ser energia gasta à toa...e depois ainda vai passar vergonha por tê-la defendido... (apesar que para nossos políticos vergonha é coisa que não existe)

peri s.c. disse...

Anna
Somos o país da piada , ou da tragédia , pronta.
A realidade suplantando, e muito, a fantasia.

peri s.c. disse...

Sonia

Na política não há pudores.

Adelino disse...

Peri, sei que é estranho falar nisso, mas essas figuras crescem mesmo é quando a miséria campeia.
Se tiver tempo relembre como o nazismo enganou o povo europeu durante algum tempo.
Embora vascaíno, confesso que não vejo com bons olhos patrocínio de estatal em camisas de times profissionais de futebol. E olha que a Petrobras vem fazendo isso com o "menguinho" há décadas.
E claro que as tais bolsas são pagas pelos contribuintes que somos nós.
Um grande abraço.

Mari Amorim disse...

Olá,
Passei para deixar um grande abraço,pelo dia de hoje,embora todos os dias são dias especiais para os amigos de verdade.Adorei,a cara dos novos tempos mesmo.
Boas energias
Bjs
Mari

peri s.c. disse...

Adelino
Se você for amigo, cumpadre, parceirinho, etc dos " homi" você consegue patrocínio até prá torneio de bolinha de gude, verba prá ONG-fantasma, etc.
Enquanto tapam o sol da miséria com a penereira dos "programas" assistencialistas, a farra nas "parelas" do poder piorou e muito. E sustentadas com a nossa grana.É foda.

peri s.c. disse...

Mari
Estamos assistindo como amizades são importantes, é só acompnhar o noticiário político.
bjs