#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

9.6.09

Vidas passadas - 2



Lindas donas-de-casa sabiam cozinhar .

E as boas esposas seguiam certas normas, o que propiciava casamentos duráveis e
de plena felicidade

( clique na imagem para ampliá-la )

19 comentários:

Eduardo P.L disse...

Por que as de HOJE não sabem? Acho que as que fazem hoje em dia a UNIVERSIDADE de GASTRONOMIA cozinham ainda melhor...srsrsr
Agora, você tem razão, estão cozinhando pra fora!!! srsrs

peri s.c. disse...

Eduardo
Parece que as cozinheiras de "forno-fogão" viraram cozinheiras de "freezer-microondas", as novas geração crescem à base de comida congelada e fast-junk-food.
Nesses cursos de gastronomia a maior parcela é de homens.
E é "moda". Segundo uma amiga, chef e coordenadora de um deles, 90% do pessoal que faz esses cursos não sabe onde estão se metendo. Deveriam ler o livro " Calor" de Bill Buford. Ele, um crítico gastronômico, resolve aprender a cozinhar começando por baixo, como auxiliar ( escravo ) de cozinha.Ótimo livro, desvenda tudo o que se passa por traz da boqueta que esconde a cozinha dos restaurantes badalados.

Quanto à "cozinhar para fora", tem lá seus atrativos, eh, eh.

peri s.c. disse...

Oops "... está se metendo ... " (?)

Marcio Gaspar disse...

hehe, parece o roteiro daquele filme (muito bom e muito menosprezado) chamado 'mulheres perfeitas', com a nicole kidman e a glenn close. gostei especialmente do último tópico: 'a good wife always knows her place'

peri s.c. disse...

Marcio
O " a good wife always knows her place" é o grand-finale !
Como seria essa bagaça aí adaptada aos tempos atuais?

Esse filme que você cita é ótimo mesmo.

sonia disse...

Ainda estou rindo aqui. Parece piada, até acredito que foi feito com esse propósito! Depois reclamam que a mulher deu essa virada. Tinha que ser assim mesmo, tratamento de choque, pra ver se a coisa tomava um rumo mais justo.

Na próxima encarnação com certeza vou me encontrar com um homem que além de preparar-me as refeições, virá servi-las como manda o figurino. Ahhh! É minha esperança que

"the good husband always knows his place"....hahahahahaha

Conceição Duarte disse...

Quer saber? Elas ainda existem, mas são raras... Há muita gente boa ainda, assim como os maridos, aqueles que gostam de comer em casa hahahahaahhahah Beijos, CON

expressodalinha disse...

O melhor será comer pratos frios?

Ery Roberto Correa disse...

Peri, posso até arrumar encrenca, mas quem entende de cozinha é homem. Tenho uma experiência bacana, vivida a partir da convivência de anos com um amigo que faz da cozinha não um hobby, mas uma fonte de inspiração para tudo na vida.

Recomendo às "madames" de hoje em dia, que quiserem aprender um pouquinho do que seja uma cozinha masculina, lerem "Cozinha confidencial", de Anthony Bourdain.

Mas é preciso entender que Bourdain vai muito além da cozinha.

Ganhei este livro e foi o único até hoje que li num fôlego só: 384 páginas!

anna disse...

mesmo cozinhando bem e seguindo as "normas" ditadas por... (por quem mesmo?), várias décadas mulheres infelizes foram se multiplicando.

espero dias melhores para as próximas gerações femininas.

Silvares disse...

Um robot bem construído e devidamente programado fazia as vezes destas Wifes.

peri s.c. disse...

Sonia
isso aí era sério, matéria principal das revistas femininas da época.
ah, ah, já existem homens assim, que preparam as refeições de suas amadas, gerenciam a casa e etc. Conheço um ...

peri s.c. disse...

Con
Uma refeição caeira também tem seus encantos, ah, ah.
bjs

peri s.c. disse...

Jorga
Hoje, microondas.

peri s.c. disse...

Ery
Esses homens que entendem de cozinha, tentam reproduzir ( e desnvolver, claro ) o que aprenderam com suas avões, tias, mãe.
É curioso.

Já tinha alguma informação sobre esse livro, vou pesquisar, gosto do assunto.

peri s.c. disse...

Anna
Somos a favor da alegria feminina, mesmo que isso signifique aprender a cozinhar, lavar e passar.
Os homens, isto é, alguns homens melhoraram muito no sentido de equilibrar a "relaçaõ", nem que seja compulsoriamente, eh, eh.

peri s.c. disse...

Silvares
O robô, pode ter lá sua qualidades, mas não as mais interessantes .... e apalpáveis, eh, eh...

Eduardo P.L disse...

Peri,

vou recomendar o livro para o Caio, filho da Paulinha que estra fazendo uma dessas faculdades!

peri s.c. disse...

Eduardo

E ele conta também suas aventuras na Itália, onde foi aprender a fazer massas num restaurantezinho perdido nos Pirineus e fez um estágio no dito " melhor açougue do mundo " , na Toscana. Esse livro é um calhamaço bem divertido.