#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

7.4.09

L'Aquila

A vida suspensa, ou finalizada


Quando a natureza resolve dar seus inesperados suspiros nem os governos resistem



assustador


o patrimônio histórico destruído


mas o patrimônio pode ser restaurado, as vidas não
.


fotos do Corriere della Sera


Aumentei a quantidade de fotos desse post, porque elas fazem parte de uma das mais tocantes coberturas fotográficas que já vi.

31 comentários:

João Menéres disse...

Verdadeiramente aterrador o cenário que estas duas fotografias patenteiam.
Nem as imagens que vi na TV apresentaram esta desgraça assim.

Eduardo P.L disse...

Peri,

pelo tempo que não te vejo e não tenho notícias suas, achei que teria ido para a Itália! Sorte a nossa, que não foi! Que drama!

Silvares disse...

Realmente aterrador. Em ocasiões como esta dá para pensar como se sente a pulga quando lhe deitamos a unha. O planeta não sabe de nós mas pressente-nos.

Selena Sartorelo disse...

Olá Peri,

São os alertas que a natureza nos dá.

beijos,
Selena

Patty Diphusa disse...

Nossa, aterrador mesmo. É vc, literamente, perder o chão. Não há para onde correr, desamparo total. E vc viu que depois ainda choveu aumentando o desespero.

Eu estava em Roma quando teve o terremoto que abalou Assis. Só senti o reflexo, um abalo de alguns minutos, e foi completamente assustador. Imagine vc ali, praticamente no epicentro.


Bjs

Patty Diphusa disse...

As fotos estão de arrepiar.

bjs

peri s.c. disse...

Prezado João

Conheci cidadezinhas italianas parecidas com essa, imagino o tamanho do trauma que estão passando.
abraço

peri s.c. disse...

Eduardo
Quem me dera estar por lá, mas não nessa região. Hoje sem " passegiattas", sem risos pelas ruas.

peri s.c. disse...

Silvares
O planeta vai levando sua vidinha, sempre nos ignorando.

peri s.c. disse...

Selena
Alertas ? Se isso é um alerta não quero estar aqui para assistir o que pode vir pela frente.
bjs

peri s.c. disse...

Patty
Estive em Assis em 2000, 3 anos depois do terremoto. A cidade ainda tinha muitas das cicatrizes que ele provocou. O "skyline" do casario ainda cheio de gruas trabalhando nas obras de restauro. Provoca estranhas sensações.

Essas fotos que estão no site do Corriere, foram feitas por ótimos fotógrafos, já que L'Aquila é perto de Roma. É um documento sensível e trágico.

bjs

Selena Sartorelo disse...

Sim Peri,

Você tem razão, mas é tão triste tudo o que nos mostra, e por vezes a terra se enfurece e estremecendo-se nos mata,tira nossas vidas,nossos sonhos e destrói tanto de tão pouco de bom que ainda temos.
Sei que pareço insensível, mas garanto-lhe não quis sê-lo...a única coisa que posso agora é ser solidária o que é tão pouco perto de tanta tristeza...tristeza de tantos. Sinto por você ter presenciado, mas ao mesmo tempo agradeço também por estar fisicamente bem, pois imagino que deve estar abalado e muito triste com tudo o que viu.

Um abraço bem forte.
Selena

anna disse...

devastador.

não consigo nem imaginar o desespero de quem está passando por isso.

peri s.c. disse...

Selena
Eu, infelizmente, com ou sem terremoto, não estou na Itália, eh, eh.
bjs

peri s.c. disse...

Anna
Estas tragédias nos são mais próximas quando conhecemos o lugar, ou algo semelhante, como aquelas mimosas cidades medievais italianas cheias de vida que conheci. Não estive nessa região, mas imagino o impacto.

GUGA ALAYON disse...

o universo em expansão ou a terra em decomposição?
As fotos são "ótimas" mesmo

roserouge disse...

Que horror, que medo. Deves saber que nós, cá em Portugal, também temos umas manifestações desta natureza e da própria natureza de vez em quando...e então cá em Lisboa, nem se fala...
Na semana passada houve um sismo nos Açores, que não causou vítimas nem estragos, mas que pelos vistos estava só de passagem, ia a caminho de Itália...

Fernando Zanforlin disse...

Peri, Restaurar, restaurar, restaurar, e a Terra, quando vamos começar a restaura-la?
Nasce muita gente, deveria nascer menos, tem muita gente com muita fome, há um continente inteiro esquecido, a tal África.
Ƨs

peri s.c. disse...

Guga
Terra se ensimesmando.
As fotos do site do "La Republicca" são mais "ótimas" até, só que o site não permite salvar direto.

peri s.c. disse...

Fernando
A Terra é um mundo com vários mundos que não se preocupam entre si, e povoado por 6,5(?) bilhões de seres humanos muito, muito esquisitos. Sem chances.

peri s.c. disse...

RR
Vocês estão, mais que nós, em cima de uma geléia subterrânea.

expressodalinha disse...

É como se estivessem num camping, diz o imbecil Primeiro Ministro. Ainda se queixam vocês do Lula!!!

peri s.c. disse...

Jorge
Como diz um velho ditado daqui :
"pimenta no cu dos outros não arde".
Políticos acreditam piamente nisso.

Fernando Zanforlin disse...

É isso aí Peri, sem chance, é a certeza absoluta que caminhamos para um caos.
Quando?
Não sei.
Mas que é para um caos, isso com certeza inquestionável, os fatos vem nos mostrando.
Enquanto ele não vem continuo fazendo minhas coisas, cada vez com mais qualidade, apesar do desenrolar de um fim tenebroso para a Terra.
Ƨs.

Adelino disse...

Peri, por essas e por outras continuo acreditando que pelo fato de a Natureza nos ignorar, nunca passamos de meras bactérias que aqui caíram há milhões e milhões de anos. Ou seja, resumindo: a Terra não é nossa. Estamos aqui como alienígenas, seres desprezíveis que fazem adoecer o planeta. Tenho dito.
Abraços.
PS - Mesmo restaurado o patrimônio destruído não será mais o mesmo.

peri s.c. disse...

Fernando
Caminhamos ? Não, vamos de carro ou de avião para o caos. Mais rápido.

peri s.c. disse...

Adelino
Mais ou menos por aí, mesmo.

De fato, o patrimônio nunca mais será o mesmo.

abraço

Fernando Zanforlin disse...

A restauração primeira deveria ser da moralidade e espiritualidade o resto é resto.
Ƨs.

Conceição Duarte disse...

lamentável tudo isto!
bjs e paz e força para essa gente toda.
Bj COn

peri s.c. disse...

Fernando
desejável, porém improvável.
abçs

peri s.c. disse...

Con
pois é, vão precisar de muita força.
bjs