#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

11.3.09

É extraordinário

O governo, digo, o supremo mandatário reconhece enfim que a tal " marolinha" mede um pouco mais que um palmo. Uns sete, talvez. Quem sabe uns 20. Mas está animado : " temos que trabalhar ".
Temos quem , cara-pálida ?
Nós aqui estamos ralando desde sempre.

Mas nem tudo está perdido, antevendo a orientação presidencial uma categoria de funcionários resolveu dar um bom exemplo e trabalhar ativamente em pleno período de férias, muito sol, praias cheias, e etc . Afinal os bons exemplos vem de cima :

" No recesso, Senado paga hora extra para 3.883 funcionários

A reportagem teve acesso ao despacho em que Efraim autorizou o pagamento de hora extra em janeiro. Com data de 29 de janeiro, o documento é endereçado a Agaciel Maia, que deixou o cargo de diretor-geral do Senado na última semana:"Tendo em vista os trabalhos realizados visando a abertura do ano legislativo, com a eleição da nova Mesa, autorizo, excepcionalmente, o registro de horas extras (...) aos servidores que efetivamente trabalharam no mês de janeiro".
O único órgão responsável por organizar os trabalhos no plenário é a Secretaria Geral da Mesa. No entanto, servidores de todos os setores, incluindo gabinetes, receberam o benefício.
Questionada se houve trabalho extra no período, a secretária Claudia Lyra disse que em janeiro "houve um rodízio dos funcionários".O Senado justificou que 3.883 servidores trabalharam além do expediente normal em janeiro para preparar uma única sessão, que ocorreu no dia 2 de fevereiro.
O Senado tem 6.570 servidores entre comissionados e efetivos. Em janeiro todos os servidores da Casa foram dispensados de assinar o ponto de hora extra. Coube, então, aos chefes dos gabinetes e dos demais setores informar à secretaria de Recursos Humanos os nomes dos funcionários que supostamente fizeram hora extra.
No caso dos comissionados, é permitido que eles deem expediente fora de Brasília, sob o argumento de que servem aos senadores em seus Estados.
A autorização do pagamento foi feita pelo senador Efraim Morais (DEM-PB) três dias antes de ele deixar o comando da primeira-secretaria, órgão da Mesa Diretora responsável pela gestão administrativa. Além da hora extra, a direção da Casa concedeu reajuste de 111% no benefício. O teto subiu de R$ 1.250 para R$ 2.641. A reportagem viu também extratos de servidores que tiveram hora extra marcada em dias como segunda-feira, quando não há trabalho extra nem quando os senadores estão em Brasília. E colheu relatos de funcionários que não trabalharam e receberam o benefício mesmo assim.
A Secretaria de Comunicação do Senado confirmou o gasto de R$ 6,2 milhões com pagamentos de horas extras em janeiro. No entanto, a despesa pode ter sido maior.Segundo o Siafi (sistema de acompanhamento de gastos do governo), o Senado pagou R$ 8 milhões em horas extras em janeiro -R$ 1,8 milhão a mais do que informou a Casa. Em dezembro, antes do reajuste, foram pagos R$ 4 milhões referentes a horas extras cumpridas em novembro, quando ocorreram 23 sessões e 91 votações na Casa.
Em 2008, foram pagos R$ 83,94 milhões em horas extras, conforme o Siafi. A decisão de pagar horas extras foi tomada pela direção do Senado como forma de compensar os servidores pelo fim da convocação paga do Congresso.
Até 2006, o Congresso era convocado para trabalhar em janeiro, o que garantia aos políticos e servidores um aumento nos vencimentos. Com a aprovação da emenda constitucional 50, o pagamento foi proibido, e as convocações cessaram.
" Retirado do Último Segundo- IG


É uma grande festa .
Aguardamos notícias do que rolou na Câmara, neste último calorento e tedioso mês de Janeiro.

..............

Complementando ( 12/03 ) :

Enquanto isso, diretamente da Ilha das Fantasias, mais uma coisa extraordinária:

" União devolve ao BID U$$ 57 mi de saneamento

Financiamento previa atendimento a 129 municípios, mas em quatro anos só uma cidade foi beneficiada

Apesar de o País ter 47,5 milhões de brasileiros sem acesso a coleta de esgoto e 19 milhões viverem sem água tratada, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu na semana passada devolver R$ 134 milhões (US$ 57 milhões) ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e acabar com o Programa de Ação Social em Saneamento (PASS). Assinado em 2004, o contrato de financiamento previa - com a contrapartida do Orçamento brasileiro - investimentos totais de R$ 224,4 milhões (US$ 95,5 milhões) para atender 129 municípios. Em quatro anos o governo conseguiu usar o dinheiro do BID em uma única cidade, Limoeiro do Norte (CE), e realizar licitações em apenas outras duas.

A história do fim do PASS e a devolução do empréstimo tomado no BID mede bem a distância entre as metas estabelecidas pelos governos e os objetivos efetivamente alcançados. É também um retrato do funcionamento precário da burocracia que não consegue viabilizar os investimentos públicos, mas está renovando as promessas de, com as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), redimir o País nas áreas de habitação e saneamento. Os R$ 224,4 milhões do PASS eram para obras de esgoto e tratamento de água e, também, para estruturar empresas de gerenciamento, fiscalização e manutenção nos municípios.


Um ano foi gasto para que a União realizasse licitação para a contratação de empresa que iria gerenciar o programa, uma exigência do BID. Em 2006 começou a seleção dos municípios - que precisariam ter entre 15 mil e 75 mil habitantes, estarem localizados nas Regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, no Espírito Santo ou norte de Minas Gerais e ter baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Mas 2007 foi gasto em um debate sobre manter o programa independente ou vinculá-lo ao PAC.
"

PAC ? ah, ah, ah.

a matéria completa está neste link


34 comentários:

hélio disse...

"Si prega gentilmente di non lasciare immondizie".

hélio disse...

vc viu Peri, as noticias do planalto vieram em italiano!!

Eduardo P.L disse...

Caro Peri,

o MAROLINHA esta só pensando em fazer seu sucessor! Errou no diagnóstico da crise, errou nas medidas a serem tomnadas e acreditou em seu próprio otimismo.
Agora talvez não faça o próximo presidente (a), e deixe o governo sem aqueles 80% de aprovação. Quem foi na sua cantiga e não terá como pagar a geladeira e o fogão que compraram, vão lembrar dele na hora de votar! Assim espero!

Marcio Gaspar disse...

lula estava perfeito em seu papel qdo falou da 'marolinha'. cabe ao chefe de estado fazer exatamente isso: gerenciar expectativas, acalmar o mercado, preparar o terreno para tempos difíceis. foi extamente o que ele fez. o brasil é o país, no mundo, que está entre os mais preparados para enferentar essa crise - não sou eu nem o lula que está dizendo isso; é toda a comunidade internacional. e para desespero de alguns, "essa gente" vai continuar no poder, tenho certeza. nada mais justo: com todas as dificuldades de séculos de desmandos e privilégios, com todas as alianças espúrias que se é obrigado a fazer pra ter um minimo de governabilidade nessa joça, e com todas as traições que vem de dentro e de fora, mesmo assim, lula já fez muito, muito mesmo por esse país. e a dilma dará continuidade. vamos em frente, enquanto ladram os cães do catastrofismo e as viúvas do "fazer crescer o bolo para então reparti-lo".

Eduardo P.L disse...

Meu caro Gaspar,

o papel de um chefe de Estado não é MENTIR E ENGANAR o POVO.
Deve sempre passar otimismo, mas nunca se EQUIVOCAR com esse otimismo, e não tomar as medidas necessária para enfrentar os problemas, que jurou não existirem!
Só ele não SABIA ( mais uma vez) da crise mundial.
No afã de eleger seu sucessor, vendeu o que não poderia entregar! Mentiu e fez graça com os presidentes dos Estados Unidos, se esquecendo de cuidar da casa!
"Catastrofismo?"
Não, só alertamos ( e a oposição o fez de maneira responsável, coisa que o PT e o LULISMO nunca soube fazer) para o perigo do DESEMPREGO, da RECESSÃO, dos JUROS ABSURDOS. Não deram ouvidos. Aí esta a realidade.
Chama a isso de "catastrofismo?".
Catástrofe é ter no poder pessoas tão longe da REALIDADE, e embevecidas pelo poder e popularidade. Mas isso felizmente esta com os dias contados.
Pode escrever!
Aí sim vamos ver como se comportarão " as viúvas" desse governo de coalizão espúria.
Aqui não se reparte o bolo, dá-se bolsas em troca de votos! Não se ensina a pescar!
Mas fico por aqui, pois o espaço é do Peri! Desculpe a rima!

Anônimo disse...

FRASE DO DIA“
Após seis meses, (o governo federal) ainda pratica a política monetária mais equivocada entre todos os países do mundo, porque manteve os juros na estratosfera, dificultando a retomada da economia. Acredito em quadro de recessão, torço para que não.

José Serra (PSDB), governador de São Paulo

E o Gaspar ainda vem com chavões de mais de trinta anos! Coisas do século passado!
Petista é significado de atraso, mesmo!

anna disse...

e a gente ainda fica batendo boca pelas idéias...
será que não há algo mais efetivo e urgente que possamos realizar contra esses absurdos feitos pelos segundo e terceiro escalões? deve haver!

o lula, o obama, a rainha elisabeth, o sarkozy , o papa, podem ter maior boa vontade, competência, vontade política, ou não. tantôfaz! quem decide, rouba e usurpa o que de direito seria nosso são da turma de baixo. do tal baixo clero. dos escondido da mídia.
o lula pode dizer qq coisa, inclusive “marolinha”, ois quem define o mecado financeiro e da mída são os fantasmas do seu setúbal, do brandão, do marinho macomunados com esses escrotos da câmara, quase anônimos! Pode o papa se doer pela menininha e irmã estupradas pelo féladaputa do padrasto, mas o arcebispo excomunga a turma!
e o sarkozy? pode fazer o que quiser mas é a bruni quem manda!!!!!

Anônimo disse...

Peri:

O palmo do Lula é mais curto.

Günther.

expressodalinha disse...

O "marolinha" é o Lula? Que nome carinhoso! E porquê?

peri s.c. disse...

Helio
Loro lasciano una bruta immondizie, sempre.

Marcio Gaspar disse...

eduardo, discordo de TUDO o que vc escreveu. tire a venda do preconceito e enxergue ndireito, meu amigo! e o anônimo aí vem me responder com aspas do serra?? hahaha, façameofavor! vai cantar noutra freguesia! e a anna? putz... essa sabe tudo mesmo.

peri s.c. disse...

Eduardo
Quem está no poder, só pensa em usufruir do poder e permanecer no poder.Os ideais, se é que existiam ( nunca acredito nisso ) ficam para trás.

peri s.c. disse...

Marcio
Me espanta você achar que aqueles que são de mercado ( empresários, banqueiros, especuladores, enfim os donos de capital ) acreditaram, ou acreditam nessa conversa prá boi dormir de " marolinha".
Você acha mesmo que esse papo-furado acalmou algum " mercado"? A bolsa, a cotação das moedas estrangeiras, o desabamento da arrecadação de impostos, são os melhores indicativos de nossa " blindagem", eh, eh.

O Sr. Presidente acha que continua nos palanques, jogando para os desinformados e insistindo nas suas infelizes metáforas.
Tristemente nesse país, e piorou muito nesse governo, tudo é nivelado por baixo.Um assunto tão sério como essa crise, que poderia render uma bela discussão nacional de novos rumos para esse país, virou fumaça nas palavras presidenciais.

Lembro de uma entrevista que ouvi numa rádio, de um professor de Economia da PUC, no dia seguinte que o Sr. Lula falou pela primeira vez na tal "marolinha". Quando perguntado sobre essa expressão o professor riu e respondeu para o reporter : " Onde o Lula pensa que o Brasil está ? Em Marte ? "

E o povão, massa de manobra como sempre, entra na jogada e continua se fudendo comprando nos crediários com juros estratosféricos. Não é esse o presidente que disse que " não governava para a Av. Paulista " ? A Av. Paulista ( seja lá o que isso signifique para o sr. presidente ) nunca, em 500 anos, ganhou dinheiro tão fácil ...

Enquanto isso os Zés Manés continuam na mesma merda de sempre, sem educação, sem saúde,sem transportes, sem segurança, sem atenção do Estado. E escorchados pelos impostos impiedosamente sugados verticalmente dentro da sociedade, mas felizes porque compraram um celularzinho, uma tv de 29" e um leitor de DVD em 328 prestações.
Que bosta, hem.

Anônimo disse...

Peri:
De carona nas acaloradas discussões políticas aqui travadas,decidí sair como candidato a vereador nas próximas eleições.Minha vida particular é privilegiada,portanto,já tenho minha"plantaforma"eleitoral,me espelhando nos políticos contemporâneos:

"EU VOU FAZER NA VIDA PÚBLICA O QUE EU FAÇO NA PRIVADA".

Tenho dito

Günther.

peri s.c. disse...

Eduardo
Use o espaço à vontade, nada a crescentar.
São excelentes essas discussões.

peri s.c. disse...

Anônimo
Não sou economista, mas acho curioso o Brasil continuar no rumo contrário às políticas econômicas que estão sendo aplicadas no resto do mundo, nesse momento delicado.

peri s.c. disse...

Anna
Não acho que as coisas sejam bem assim.
Ontem à noite assisti a parte final do documentário " Entreatos" feito pelo João Moreira Salles, acompanhando o Lula na campanha presidencial que venceu.
Logo após estar garantida sua eleição e a sessão de cumprimentos da família e staff, reuniu-se com seus principais colaboradores em uma sala. A conversa não foi filmada, mas filmou-se a chegada de todos.
Eram 6 : Lula, Zé Dirceu, Gurshiken, Palocci, seu atual chefe de gabinete, que não lembro agora o nome e um outro que não sei quem é.
Bem ... dos 5 , as três principais figuras não estão mais fisicamente no governo pelas altas mutretas promovidas.
O exemplo, e as práticas, vem de cima. E foram inúmeros péssimos exemplos pelo partido que sempre se considerou o campeão mundial invicto da ética, da moral e da honestidade.
Com exemplos assim , não há quem segure os baixos cleros legislativos e executivos da vida.
Aliás e surpreendentemente, a " governabilidade" do atual governo vem exatamente deste obsceno baixo clero . Que beleza, não ? Os petistas enxergam o diabo no PSDB, mas desfilam de mãozinhas dadas e beijinhos com o PMDB. Quem diria não ? Desse lodo político, vamos ter algum horizonte claro , arejado e progressista pela frente?

peri s.c. disse...

Jorge
Quando estourou a crise, nosso populista presidente disse que como o país estava economicamente " blindado " , o "tsunami" da crise, quando chegasse ao Brasil, não seria mais que uma " marolinha".
Virou piada, para os 16% que não acham graça nenhuma no atual presidente.

peri s.c. disse...

Marcio
Tedioso esse argumento que qualquer crítica ao Lula seja vista pelos seus fãs como " manifestação preconceituosa ".

peri s.c. disse...

Günther
1. Preconceituosa essa questão do tamnho do palmo, ah, ah.

2. Se o Lula resolver se apropriar de seu futuro slogan de campanha é bem capaz que seus admiradores ( dele, Lula ) acharem sua ( dele ) merda a mais perfumada do mundo. É capaz até de comerem.

Eduardo P.L disse...

Marcio Gaspar,
e eu DISCORDO DE TUDO QUE VOCÊ PENSA E ESCREVE. Estamos empatados!

peri s.c. disse...

Ah, ah,
Eduardo e Marcio,excelente !
Concordo plenamente
com suas
discordâncias !


( acho que vou convidar esses garotos para um debate ao vivo num boteco, com cobertura da Armazém Comunications,onde as discordâncias tratadas serão mais fundamentais : chopp escuro ou claro, Original ou Bohemia ou Xingu, calabresa ou filezinho aperitivo, bolinho da bacalhau ou pastel, loiras ou morenas ou ruivas ou mulatas ou orientais ou ... )

hélio disse...

A crise que vcs estão se referindo é a mesma do banco itau que teve um lucro de quatro Bilhões de dolares, ou das montadoras e da industria que tiveram aumento de 20% em suas produções, ou será do nível de pobreza que está caindo... hahaha!! é ruim esta crise, hein Belo?
Espero fortemente que seja uma marolinha, pq se o "senhor" Lula for mal, o Brasil como um todo vai ficar pior do que já é. É isto que parece que estes 16% de descontentes insistem em não entender. Oposição? que oposição? para desconforto de muitos, todos eles (politicos) fora dos videos andam de mãos dadas. Todos.
Todos pelo "Puder".

Anna vc disse tudo.

Saúde, Sorte e Proteção para todos nós.

peri s.c. disse...

Helio
O Pasquim em seus áureos tempos, usava uma frase em seu cabeçalho que mudava toda semana.
Estávamos descobrindo o mundo no auge de uma ditadura, época de cursinho/faculdade e o jornaleco era nosso fiel companheiro.
Não esqueço de uma dessas frases :
"Dançando conforme a música, ou seja, pé ante pé."
Tenho a nítida sensação que continuamos a tropeçar nos próprios pés...

Eduardo P.L disse...

Peri,

mudando de Gaspar para Penis, seu comentário no O ULTIMO BLOG me fez lembrar outra história! E esta lá: Penis 2º parte!

expressodalinha disse...

Estou vendo. Aqui tb. tem muito "marolinha"!

hélio disse...

E o pior Peri, é nem O Pasquim temos mais!
Para completar... se eu for medir o tamanho da crise pelo meu bolso, aí meu amigo, tudo fica bem diferente do lucro do itaú. Tem um trocadinho aí? hahaha.

Ery Roberto Correa disse...

Peri, voltando aquela "merda" do slogan de campanha, quando você respondeu ao Günther, pode escrever: Vai faltar merda para todos os admiradores!

Eduardo, só discordo de você em uma coisa: os futuros inadimplentes da geladeira vão continuar votando. Aí é que mora o perigo da privada encher mais ainda.
Abraços.

peri s.c. disse...

Eduardo
mais divertido falar de sexo, mesmo com pequenas dimensões.

peri s.c. disse...

Jorge
O populismo, e seus discursos tacanhos, se espalha.

peri s.c. disse...

Helio
O Pasquim foi ótimo. Apesar da ditadura, ou por causa dela, tempos mais criativos.
Nossos bolsos, Helio, nossos bolsos.

peri s.c. disse...

Ery
O órgão mais sensível do ser humano é o bolso.
Navegamos até Outubro num tsunami econômico-financeiro mundial, agora a lagoa secou, os barcos estão encalhando um a um no lodo. Vamos aguardar para ver o que acontece.

Eduardo P.L disse...

Ery,

como bem disse o sábio e diplomata Peri, só esperando pra ver no que vai dar!

Peri, rir com o pintinho do outro é bom, porque o pinto não é nosso...srsrs

peri s.c. disse...

Eduardo

1 e 2 : Sem dúvida....