#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

25.11.08

Arquitetura e design para pequenos espaços - 4

O conceito dos containers do capítulo anterior foi desenvolvido pela Alchemy Architects, evoluindo para um projeto específico, a Wee House, revestida em madeira, ou outros acabamentos. Tem 32 m2. Custa(va?) U$$ 45.000 ( preço pré-crise imobiliária ).


feita a fundação, a casa é trazida e colocada em cima

pode enfrentar o calor senegalesco ou o frio groenlândico.


Ela pode ser ampliada, agregando-se outros módulos, conforme esquemas abaixo. A empresa que comercializa as duas soluções é a mesma . Estes esquemas abaixo são os dos containers, mas servam também para a Wee.

36 comentários:

pecus disse...

Vem com cortinas?

Anônimo disse...

Rocinha`s dream.Não precisaria ser maquiada para visitas Papais.E o custo Peri?Obviamente pagável pelos govêrnos?

Günther.

peri s.c. disse...

Pecus
Dado o pragmatismo americano, se o cliente quiser pode vir até com a boneca inflável ( modelos vários ).

googalatrina disse...

acho que tá de ponta cabeça. esse cano de esgoto preto não deveria sair pra baixo? Ou cagasse nas gavetas?

googala disse...

Pecus, dependendo das cortinas se vc comprá-las ganha um módulo de graça.

peri s.c. disse...

Günther
Rocinha's dream só em dream. Custa U$$ 45.000, lá. Porém, claro, com materiais de primeira e que desconhecem os cupins tropicais.

peri s.c. disse...

Googalaàlaprivada
Esse tubo preto é o chaminé da salamandra. ( se acabar a lenha, em pleno inverno groenlândico, sempre possível queimar a casa). Nada ver com esgoto. Para os dejetos, deve ter algum esquema para transformar merda em pó.

As cortininhas são para evitar os borrachudos, e são fornecidas em várias e alegres estampas. Ou sem estampas. Ou sem cortinhas, na Groenlândia não existem borrachudos, só ursos sanguinários atrás de turistas apetitosos.

Marcio Gaspar disse...

quer dizer que os americanos, depois da desaparecida rede jack-in-the-box, inventaram o everybody-in-the-box?

peri s.c. disse...

Marcio
somebody-in-the-box. mas não fritos.

Eduardo P.L disse...

Viver no mínimo com o máximo! Esse é o futuro. Tem gente que ainda gosta do máximo sem nenhum mínimo!!!!

anna disse...

não identifiquei o banheiro.

seria no matinho?

sonia a. mascaro disse...

Gostei muito da idéia! Menos pode ser mais, mesmo!

peri s.c. disse...

Eduardo
Não há dúvida, esse é o futuro. até os americanos começam a entender o enrosco que são suas SUVs.

peri s.c. disse...

Anna
não foi esquecido,não sai bem na foto.

peri s.c. disse...

Sonia
Aguarde o último post da série, o 7, para ver do que um ótimo projeto é capaz.

googala disse...

caro praca, hein? $1.400/m²
E duvido que inclua as fundações e quetais.
Será que vem mobiliada?

peri s.c. disse...

Guga
Não sei se o frete está incluído, se está, barato para quem quer a casinha na Groenlândia ou Alasca.

Lá os preços são outros, eles ganham em U$$.
Mas esse preço/m2 é equivalente ou menor que ao preço de venda aqui de aptos de 2 dorm.

googala disse...

é caro para lá tb, peri
Não se iluda.
não dá pra comparar entre aqui e lá, senão eu poderia dizer que uma préfabricada aqui(kit) saí por $185/m²
abç
ps: eu gosto destes sistemas da wee anyway

roserouge disse...

Bonitinho, mas demasiado minimalista pró meu gosto. Não tem alma, tudo muuuuuuuuiiiiito arrumadinho. Foi um sueco que desenhou isso aí? E dá pra transportar se a gente se chatear de morar no mesmo sítio o tempo todo?

peri s.c. disse...

Guga

Peguei valores de venda de apartamentos, base 07/08 ( fonte Inpar ). Dos de 2 dormitórios o mais barato R$ 2.012,00/m2 úteis. E aí embutido a fração ideal de terreno. Em dólar, antes do aumento seriam U$$ 1.257/m2 contra U$$ 1.343 da Wee. "Quase tar e quar". a diferença é a fração ideal do terreno.
Confere, errei no raciocínio ?

peri s.c. disse...

RR
Tudo muito arrumadinho, mas para a foto. Depois que o fotógrafo vai embora, bagunça total.
Creio que são americanos os autores, eles também fazem estas coisas.
Para levar embora é só colocar em cima de um caminhão, tomando cuidado para não derrubar a árvore de Natal.
Curioso : uma casa que dá para roubar inteirinha !

Patty Diphusa disse...

É, já não dá pra ser uma rocinha´s dream, levam tudo embora. E bagunçadas.

Bjs

Anônimo disse...

Os módulos poderiam substituir as cabines de luxo nos estádios.
Aliás é uma idéia para o novo estádio do Palestra,com divisórias individuais,para sócios remidos(8 mil reais o título).

Seria um por cada.


Günther.

GUGA ALAYON disse...

Seu raciocínio SEMPRE confere, caro!
O que digo, é que se vc comprar um KIT-casa pré por aqui sairá
R$350a500/m².
Aí pergunto, se o tal módulo da Wee de 45 mil doletas é só o módulo , ou vem acabadinha e pronta pra se usar. Me parece mais um golpe , como das casas pré nacionais, só que bem mais cara.
abraços

sonia disse...

eu amo tudo o que é prático. Portanto, a casa me agradou em cheio. Claro que com o toque pessoal, ficaria a minha cara...rsrs

Norival R. Duarte disse...

Caro Peri:

Os japoneses desenvolveram há mais tempo, um tipo de módulo semelhante, empilhável, que, juntando-se um monte deles, formam-se verdadeiros prédios, tudo com material de primeira, sendo a caixa metálica fornecida com uma cama de solteiro, um vaso sanitário e uma pequena pia. E só! Vem também com cortina (só tem uma janela, da largura da frente do módulo) e destina-se, a princípio, para apenas uma pessoa. Vi na internet faz um bom tempo e não me interessei muito pelo assunto, babaca que fui.

Mesmo no Brasil, já se fez algo semelhante para uma prisão em Salvador, fato que foi motivo de um post no meu blog opaquio.blospot.com em 03.02.2007.

Enfim, é uma idéia criativa para quem deseja ser diferente.

Grande abraço.

hélio disse...

Peri,
estes gringos estão por fora mesmo. Nós, aqui da terrinha, até escola já fizemos por esse processo, hehehe.
casa de lata por esse preço? Vixe Mãe!

Andréia disse...

que dahora!! eu tenho visto vários projetos malucos assim na net e acho um barato...

beijossss...

peri s.c. disse...

Patty
Dependendo de onde colocadas, já iam providenciar uns "puxadinhos".

peri s.c. disse...

Günther
Se de madeira, bem capaz dos Gaviôes botarem fogo, para assarem os porcos remidos, vários "por cada" de uma vez.
Por falar em Palestra, você que é do ramo, porque trocaram o projeto da futura "arena", que era de uns bons arquitetos paulistas, por um projeto de uns portugueses ?

peri s.c. disse...

Guga
Só isso ? Costumavam cobrar o mesmo preço/m2 da construção de alvenaria, o diferencial era a rapidez de entrega.
Não sei se a Wee vem completa pelo preço, no site não há a informação, consegui esse dado num site de um cara que comprou uma.
Quanto às nossas pré-fabricadas sempre tive desconfiança em relação à durabilidade e entortabilidade em baixo de um solzinho mais forte.

peri s.c. disse...

Sonia
O toque pessoal é fundamental para dar cáter a uma habitação.

peri s.c. disse...

Olá, Norival
Existem muitas soluções para esses espaços mínimos, quanto mais se pesquisa, mais aparece.
Essa do Japão não é uma com os cubos em concreto, e não metal, com janelas redondas ? Se for, foi o primeiro edifício construído nesse esquema, e demolido no começo desse ano, porque chegaram à conclusão que era mais barata a demolição que a reforma geral que precisavam fazer.
Vou procurar esse seu post. Obrigado
abraço

peri s.c. disse...

Hélio
Escola de lata tinha uma importante função educativa : mostrar aos alunos como NÂO deve ser uma escola.

peri s.c. disse...

Andréia
É um projeto bem interessante .
bjs

superior disse...

buy louis vuitton