#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

21.8.08

Armazém Olímpico - 9

1. Começaram mal, terminaram bem


Robert Scheidt e Bruno Prada, beliscaram a prata. Scheidt sobe ao pódio pela 4ª Olimpíada consecutiva. Vela é o esporte onde o Brasil mais conseguiu medalhas na história dos Jogos, 16 no total. Nossos atletas de esportes de elite são muito mais eficientes que os de esportes populares. Por que será ?


2. Esse é o homem


Os 100 e 0s 200m rasos masculinos são as provas mais esperadas e emocionantes de uma Olimpíada, dizem os jornalistas que é impressionante o silêncio que se faz no estádio nos momentos que antecedem as suas largadas. E nelas quem "passeou" e se divertiu feliz da vida foi o Usain Bolt. Ele é O homem destes jogos .
Nos últimos vinte anos nenhum atleta conseguiu bater numa mesma edição dos jogos, os records mundiais destas provas . Ele bateu e nos 100m chegando saltitando antes do fim da prova, curtindo e fazendo pose para a platéia e fotógrafos. E não aquelas poses cheias da tradicional empáfia dos atletas norte-americanos do atletismo.
O pai do Usain ( eles moram numa região agrícola da Jamaica ) disse que uma das razões do sucesso do filho foi a dieta à base de mandioca. Êpa ! Se a questão é essa dieta aumentam nossas esperanças do surgimento de grandes atletas pelo interior do Brasil, é só procurar onde o consumo é maior. A mandioca sustenta este nosso país.


3. E essa é a mulher

Tocante superação. Natalie Du Toit, disputou a maratona de natação. Nadou 10.000m... e nós com preguiça de andar 200.


4. Fotografia Olímpica

O encantador de bolinhas. E não é indiano.


O mundo é surpreendente, mesmo de ponta-cabeça


Simetria voadora no salto em distância


16 comentários:

Eduardo P L disse...

Peri,

a vergonhosa participação do Brasil, (não dos pobres atletas brasileiros) me fez deixar de acompanhar essa Olimpiada! Uma tristeza os resultados!

GUGA ALAYON disse...

Achei que ela se chamasse Natalie Un Toit. ahahahhaha.
Péssima.
Das que eu gosto. ahahaha

peri s.c. disse...

Ora, Eduardo, relaxa.
Devemos assistir as Olimpíadas como apreciadores de esportes, não com o espírito de torcedores ( torcedor : o que torce a realidade ).
É um espetáculo magnífico,o maior encontro de sonhos da humanidade.
Ontem vi uma entrevista da Maureen Maggi : " - O sonho de qualquer atleta, de qualquer modalidade, é uma medalha olímpica "

peri s.c. disse...

Guga
Mórbida.

anna disse...

ontem li uma matéria sobre a marta. quase virei do avesso. mesmo sendo duas vezes a melhor do mundo,como poucos homens, e jogar na suécia - melhor país para o futebol feminino - conseguiu até hoje comprar a casinha prá mãe dela lá no interior de sei lá onde no nordeste.
e "ainda" consegue mandar mil reais, não euros, por mês para sua mãe...

não gosta de frio, ela disse, mas fazer o que se no país do sol não sobreviveria com o que sabe fazer, e muito bem por sinal?

de noite vi uma matéria sobre as jogadoras da primeira olimpíada com o futebol feminino.
me contorci... uma é motorista de ônibus no rio e a outra treina adolescentes na periferia.

num país que dispõe mínimos % para o esporte, acho que essas pessoas são quase sacerdotes.

peri s.c. disse...

Anna
Um fiel retrato da realidade do esporte pátrio. E de outros países também. As exceções são os países altamente desenvolvidos e para os atletas de ponta, não nos enganemos.Aliás nossos atletas de ponta, de esportes mais expostos à midia, conseguem viver do esporte, mesmo porque são poucos.Mas vá procurar saber onde jogam os meninos do volei, quando não estão na seleção. A maioria na Europa. Como os do futebol.
O resto .... um semi ou total amadorismo sacerdotal mesmo.Uns heróis quando conseguem chegar a uma Olimpíada.

roserouge disse...

Ah, Ganda Nelson!

peri s.c. disse...

Roserouge

??????????????

GUGA ALAYON disse...

É foda isso, anna. Na mosca.

Marcio Gaspar disse...

é por isso que a anna escreveu que eu acho uma PUTA SACANAGEM e uma total MIOPIA, atacar os atletas brasileiros ou esculhambar, considerar um FIASCO a participação brasileira na Olimpíada. Devemos atacar é a Globo, que gerou uma falsa expectativa de medalhas (ufanismo típico do 'anus militaris') a partir dos enganosos resultados no Pan. E dos cartolas chupins félasdaputa - Teixeiras Nuzmans e afins. Os atletas são as vítimas da história. São heróis e exemplos de superação. Se chegam - como muitos chegaram - em ultimo lugar nessas Olimpiadas, ainda assim devem ser respeitados e elogiados.

peri s.c. disse...

Marcio
É isso.
Mas as grandes sacanagens estão por vir.
A Globo está metida com a grande jogada do Mundial de Futebol e Olimpíada aqui no Brasil, como esteve com o Pan, nada se faz sem seu prévio aval.
E a grana governamental já está correndo solta pelas paralelas, só os custos de levar o tal " projeto olímpico" brasileiro à tentativa de aprovação no COI, vai custar a bagatela de U$$100 milhões.
De braços dados com essa corja esportiva, estão nossas impolutas autoridades federais e do estado do Rio de Janeiro, juntaram uma turminha da pesada... Inclusive o Sr. Presidente, todo pimpão cabalando votos e em breve fazendo discursos baseados em seu profundo conhecimento dos esportes olímpicos, seus problemas e soluções, ah, ah, ah.
Nunca, em 500 anos de história, estiveram tão unidos governo e dirigentes esportivos. ....tamos fudidos. Como sempre, nós é que vamos pagar essa conta.

E quanto ao cacete nos atletas, pelo menos um merece, o Ronaldinho, que caiu no conto do vigário do R. Teixeira, de ir para a seleção ( e como capitão, inacreditável ). Quem sabe , tomando muito cacete, comece a cair sua ficha e pensar seriamente em sua carreira. Nunca achei ele um jogador importante para a seleção principal, mas em clubes faz lá seu papel.

roserouge disse...

Nelson Évora, crido Peri, ganhou hoje a medalha de ouro no triplo salto. Pimba, na mouche!

peri s.c. disse...

Roserouge
Ah! era um dos favoritos, o luso saltador. Vi alguns saltos na TV ( enquanto eu almoçava, eles suavam ) mas não ele saltando.

Seria ele primo da Cesária ?

roserouge disse...

Nunca se sabe, lá em Cabo Verde são todos primos uns dos outros. Mas este nasceu na Costa do Marfim, os pais é que são das ilhas e vieram para cá quando o miúdo tinha 5 anos. Ah, e a Vanessa Fernandes ganhou a medalha de prata no triatlo. Dos outros nem falo, que já muito se discutiu sobre isso no blog do AlKantara, o Ponta e Mola...já quase nos zangámos todos uns com os outros...foi lindo!

peri s.c. disse...

Roserouge
Da Vanessa vi a chegada da prova do triatlo feminino, certamente não foi ela que mergulhou atrasadinha, conforme foto do post anterior.
E quanto às discussões, os torcedores são pouco olímpicos e encaram o esporte como redenção nacional. Se bem que torcer, mesmo com distanciamento crítico, todos torcemos. Vou torcer pela meninas do volei ( e também os meninos ), são extremamente dedicadas (os), e pela Maureen no salto em distância, ela perdeu uma Olimpíada por causa de um esquisito caso de dopping.

GUGA ALAYON disse...

7.04!