#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

27.5.08

Viver é ( cada vez mais ) perigoso. E complicado.


Estranha essa emergente epidemia urbana de motoristas repentinamente guiando alucinados pela contramão. Em dois meses, aqui nas vizinhanças paulistanas, já tivemos casos de longos percursos nas rodovias Castelo Branco, Bandeirantes e Imigrantes, na ponte do Estilingão ( esse motorista um artista : de marcha à ré ) e agora na movimentadíssima Av. Ruben Berta.
Nesta última, a família da motorista, que até mordeu os policiais que a detiveram, informou que ela sofre de distúrbio bipolar.
Distúrbio bipolar ...
Eram tempos mais suaves quando as cidades eram povoadas de fusquinhas, corcéis, fiats 147, chevettes, lentos e fumarentos fenemês e mercedões. Os males que afligiam nossos automobilistas não passavam de "nó nas tripas", "dor no figo", "espinhela caída", "constipações" ou outras bobagens inofensivas aos demais cidadãos.
O máximo que os mais ousados arriscavam era andar na contramão um quarteirão, discretamente, meio envergonhados e com todo cuidado.



30 comentários:

claudio boczon disse...

isto sem falar nos pedestres com distúrbios bípedes, calçados com pés trocados.

é o início do fim, ou vice-versa.

Fernando Zanforlin disse...

O mais difícil ee entender a sinalizaæ.
O que devo fazer nessa esquina?
Com a quantidade de propaganda espelhada pelo chão, não sei o que comprar?
ab.

expressodalinha disse...

O estranho é um bipolar ter carta de condução!

peri s.c. disse...

Boczon
O fim do início.
Disturbios bípedes, interessante ...
qual seria então o distúrbio de Bóris , o homem-tronco do Jaguar?

peri s.c. disse...

Fernando
Distúrbios em quem sinaliza complica mais ainda a situação.

peri s.c. disse...

Expresso
Nossos exames para obter a carteira de habilitação não tem a capacidade de diagnostar esses problemas. Aliás não detectam quase nada, mesmo um cego corre o risco de ser aprovado.

Eduardo P.L. disse...

hahaha!

Ontem vindo para o Porto, na saída de batalha o GPS me colocou numa contra-mão, mas em poucos metros um motorista me deu sinal de farol e me dei conta....
No mjeu caso ainda não é bi-polaridade...mas GPS tem esse problema: não se olha mais as placas...e se acredita que o que a OTAVIA (apelido que demos para a voz do GPS) diz é verdade inconteste!!!

Forte abraço,

peri s.c. disse...

Eduardo , você levou uma versão mais light do virus epidêmico para Portugal, eh, eh.
Afetou até a Otávia. "Ela" tem voz de travesseiro ?
abração

Anônimo disse...

Peri,

Você não anda sentindo o mundo inteiro pelo avesso?

Beijo,

Vivina.

peri s.c. disse...

Vivina
Tenho achado tudo muito esquisito, estes episódios que relembro são mais um indicativo.
beijo

jayme disse...

Engraçado, pareceu mesmo uma epidemia, em pouco mais de uma semana um monte de gente acelerando na contra-mão. Skimilivre, pra acelerar na contra-mão, já basta meu orçamento.

Marcio Gaspar disse...

e o zésimão lembrou da piada da loira na contramão. vem o guarda e pergunta: 'onde a senhora pensa que vai?' e ela: 'acho que nem vou mais, seu guarda. tá todo mundo voltando.'

peri s.c. disse...

Jayme
Tirando o trânsito, estamos na contramão de muitas coisas.

peri s.c. disse...

Marcio
porisso as loiras são tão queridas...

Eduardo P.L. disse...

A Otávia é a NOSSA salvação nestas cidades labirínticas, de sobe e desce e mão e contra-mão imprevisíveis...agora a voz tem cara de travesseiro, mesmo! Ninguém é perfeito....

peri s.c. disse...

Eduardo
se Indiana Jones tivesse GPS , a graça não seria a mesma .

GUGA ALAYON disse...

inclusive a Fiat já está lançado um Idea com cambio em 3 velocidades para ré

anna disse...

peri's, uma amiga e marido foram atropelados na calçada na pamplona, por um louco taxista que perseguindo um motoqueiro, fez com que meu amigo virasse um verdadeiro van dame, pulando sobre o carro. ela, foi arrastada pela rua junto com uma floreira.
no seu dia de fúria, o tal taxista, depois de parar o carro saiu correndo atrás do perseguido com uma faca.

melhor voltarmos aos carros de boi e para viagens viagens longas zeppelins e barcos à vapor.

Fernando Zanforlin disse...

Pensano bem é melhor andar de péis,olhano prus lado de modo a num pisa no errado...
ab.

peri s.c. disse...

Guga
Para melhorar, o carro poderia vir sem volante.

peri s.c. disse...

Anna
Entre taxista e motoboy, não fico com nenhum dos dois.

carro de boi, ótimo, se cansar sempre se pode fazer um churrasco com o sistema motriz. Zeppelin, uma boa.
Barco à vapor só se tiver coristas dançando no palco do seu salão de festas.

peri s.c. disse...

Fernando,
mesmo à pè , olhando para os lados, é possível que um avião caia na sua cabeça.

Fernando Zanforlin disse...

Avião, sei não? Mas uma bituca, casca de banana, papel amassado,lixo,é bem mais provável, com tantos apinhamentos habitacionistas aprumados pelas cidades!!

M.J. disse...

Uma vez uma psiquiatra me falou que a Sabesp devia por fluoxetina na água de São Paulo.
Estou achando que ela tinha razão...

peri s.c. disse...

Fernando
se você morasse , como eu, em rota de descida de aviões, pensaria no caso.

peri s.c. disse...

MJ
na água ? compulsoriamente,na veia de quem pusesse os pés na rua.

Adelino disse...

Andam na contramão e ainda se acham certos. Dão bronca em quem reclama.
Abraços

peri s.c. disse...

Adelino
Quando não batem, Adelino : ontem de madrugada mais um caso. Desta vez na na via Anhanguera, excelente estrada, pista dupla, muito bem sinalizada, em Campinas, morreu mais um motorista de um carro que vinha na contra-mão e chapou de frente com uma carreta.

Adelino disse...

Peri, aquele STOP todo embaralhado ficaria bem em Brasília, não?
Abraços

peri s.c. disse...

Adelino
sei não, um certo presidente poderia achar que estava certo ...
abraço