#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

5.1.08

01/01/08 , 00:03hs

A P.S.C. Pyrotechnichs Explosions mais uma vez promoveu seu tradicional pocket-show pirotécnico de toda passagem de ano.



Desta vez algo explosivo. O inocente bastãozinho de 12 cm de altura veio turbinado de fábrica, não deu chabu e uma assustadora nuvem de luz dominou a área, petrificando o público. Tão forte que a célula fotoelétrica do poste achou que já tinha amanhecido, e a iluminação de toda a rua apagou. A vizinha mal-humorada não apreciou a erupção luminosa nem a escuridão nas calçadas e veio reclamar que fagulhas assassinas invadiram sua varanda e quase fritaram seu lulu . Chegou para o protesto na hora errada e quase que ela é que foi frita pela sequência do espetáculo. Ficou mais irritada ainda.
Até o experiente fotógrafo oficial do evento, que tem mãos mais firmes que uma rocha ( a esquerda pelo menos ), tremeu.
Foi um dos mais lindos e espontâneos " putaqueopariu " coletivos que já ouvi.

20 comentários:

Márcia disse...

Viva o Ano Novo!!! Viva!!!
PQP, assim será muito iluminado esse ano, bom sinal! ;-)
beijos espontâneos

Anônimo disse...

Marcia (C)
Quem sabe o putaqueopariu coletivo mude para melhor a ordem das coisas.
Como as expectativas são otimistas, ano que vem faremos um macro-berro nacional, um putaqueopariu para o Guiness.

Unknown disse...

Peri,

conte comigo no GRITO!

(;-O

Anônimo disse...

Peri, lendo o fianl do seu post anterior eu já comecei a "ensaiar". Quando será o "dia do grito"? Porque putaquepariu, a gente precisa botar um pijama nesse governo...

Anônimo disse...

Caro Ery
Putaqueospariu de entonações diferentes.
O que nos aconteceu, foi aquele divertido, da surpresa que assusta mas que na verdade excede as melhores expectativas.
O segundo será pesado, sinistro.
abraço

Unknown disse...

alguém deve ter mijado na cama, sacumé, mexeu com fogo...

Anônimo disse...

Caro Teclaudio BocSound
Negativo, apesar da emoção, mãos e bexiga firmes como uma rocha.

Senti firmeza no visual e no repertório da gasosa e ardida formação musical. Tiozões sacudidos, muito bom. Invejo, no bom sentido da coisa, seu desempenho multidisciplinar. Se toca tão bem quanto desenha, pinta, fotografa e etc, o som promete. Alguma excursão programada para o Planalto de Piratininga?

Anônimo disse...

Eduardo,
desculpe pulei a tua resposta, dia agradavelmente confuso.

Daremos o Grito Primal da Cidadania.

Podemos negociar o patrocínio do evento com as Pastilhas Valda, Cepacol, ou similares.

abraço

Anônimo disse...

"E a noite se fez dia. E continuou assim pelo resto dos tempos".
Estamos quase lá...

Anônimo disse...

Peri,

bom voltar ao seu blog, depois de -exatamente - um mês.
O último que li foi aquele da Estação da Luz, tem tempo.
Li os outros, que havia perdido. Emocionei-me com o Raduan, com o céu estrelado.
Hoje, quero me unir à Turma do Grito, e estamos conversados.

Abraço da
Vivina.

Anônimo disse...

Gugatrusta
Assim estava escrito.

Anônimo disse...

Olá, Vivina
Esta foto do céu estrelado, foi minha última olhadinha noturna antes de voltar ao triste céu opaco paulistano.
E este texto do Raduam, sempre vou lá reler. Precioso.
E gritemos alegremente.
abraço

anna disse...

piromania da virada.

que os ventos não apaguem esse fogo criativo em 2008!

José Louro disse...

Muito divertido este seu texto. Adorei. Sempre um prazer passar aqui.

Anônimo disse...

Anna
Com a desculpa de encantar a criançada, me divirto mais que eles.

Amém, jogarei gasolina nessa fogueira.

Anônimo disse...

E tudo verdade, José. Depois do susto,começamos o ano rindo.

Lord Broken Pottery disse...

Peri,
Acho que, vindo da zona norte, o clarão chegou até Pinheiros. Lembro de ter acordado com o barulho e o quarto todo iluminado. Foi você? Gostei de ver o lulu fritado.
Grande abraço

Anônimo disse...

Lord,
desta vez o clarão veio do Centro-Oeste, a 1000km de distância, mas deve ter sido visto por aqui além de ter assustado São Jorge e o dragão lá na Lua.
abraço.

Anônimo disse...

Nada como um bom putaquiopariu coletivo pra começar bem o ano!

Anônimo disse...

Jayme
E melhor ainda : não programado. Os participantes, sem querer e sem saber,pisaram em 2008 com a alma mais leve.