#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

22.9.07

A melhor distância entre dois pontos ( 2ª edição )




esta :





Borneo Sporemburg , Amsterdan , projeto West8 Urban Design Landscape Architecture , link 1, link 2 ,
projeto muito interessante e abrangente , recuperação urbana na região das docas da cidade .

19 comentários:

valter ferraz disse...

Peri, lindas obras de arte. Onde ficam?

Meg disse...

Peri,
;-)))
Quem é que tendo essas vai querer linhas retas ou diagonais, não é? Peri,
Olhe, hoje eu decretei feriado: você lá no SR!!!
E me fez lembrar Alice, ou melhor o Lewis Carroll, não é?
O(s) dia(s) de desaniversário;-)
Obrigada, querido, muito obrigada.
Significou muito mesmo, para mim.
Obrigada
Meg
=-=-
P.S; Agora me diga e se a resposta não for boa nem quero ouvir;-)))
Existe, você conhece algum arquiteto que não seja cáustico, e mordaz?;-)
A propósito do post ali sobre a Bienal.
M.

Eduardo P.L. disse...

Peri, se não é o caminho mais curto, é o mais bonito. E a beleza é fundamental, e me desculpe as pontes feias!

Abçs

GUGA ALAYON disse...

perfeita

peri s.c. disse...

Valter
Na Holanda, o país aquático

peri s.c. disse...

Oh, oh , Meg, exagero.
Passo sempre por lá ... quase sem deixar rastros.
Fico feliz que você tenha ficado feliz.
Bj

PS
Não conheço.
No post, sim, não pude evitar uma mordacidade final.

peri s.c. disse...

Eduardo
Muito mais bonito.
Legal o contraste das duas, de mesma concepção estrutural, mas de desenho diferente.
Uma para os bem comportados do pedaço, outra para os mais malucos.
Abç

peri s.c. disse...

Guga
e econômica.

Adelino disse...

Peri, maravilha.
Não sei se já fez algum post sobre a ponte Rio-Niterói. Passo por lá muitas vezes e fico imaginando aquela obra monumental.
Grande abraço.

Peri, a pergunta do Valter foi boa. Sugiro que coloque o local das obras que apresenta. Tem alguns que são conhecidos outros, não.
Grande abraço e boa semana.

peri s.c. disse...

Adelino

Sugestão anotada e realizada.

Não fiz.
A ponte acabou com uma das minhas aventuras infanto-juvenis. No post "viagens de charme" ( 24/06/07) não contei a história toda. Fui assíduo no Rio dos 7 aos +/-20 anos de idade, de Cometa ou naquele Impala 59, ou nos Chevrolet 51, 53 , 56 do tio ou nos fusquinhas do lado paulista da família. Só que a viagem não terminava lá. Depois continuava para a histórica fazenda, no norte fluminense e óbvio, via baía de Guanabara que era cruzada naquelas maravilhosas, enormes e assustadoras balsas onde se misturavam carros e fumarentos caminhões. A viagem durava pelo menos umas duas/três horas a mais, mas era mais divertida. Tínhamos todo o tempo do mundo. Achava um grande barato a viagem terrestre/marítima para as melhores férias da nossa vida.

peri s.c. disse...

Adelino ( e Valter )

Oops, abraços e ótima semana

Lord Broken Pottery disse...

Peri,
É nova? Estive em Amsterdan há uns três anos e não vi essa ponte. Ainda não existia ou comi bola?
Abração

peri s.c. disse...

Lord
Ano de construção 2000, vide link 1,
nele existe o roteiro de como chegar lá.
Dê uma olhada para ver se você passou por perto.
Abraços

anna disse...

num vi isso em misterdã! maravilho.

peri s.c. disse...

Anna
Você está melhor que eu, que nunca vi nem Amsterdan

Eduardo P.L. disse...

Segunda edição ainda melhor!

peri s.c. disse...

Eduardo
Este é um blog que mata a cobra e depois vai mostrando o pau aos pouquinhos.

carolina disse...

nossa, que linda!

peri s.c. disse...

Carolina,
simples e lindona.