#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

24.6.07

Viagens de charme

A Peri S.C. DreamTours, após constatar o atual mico das viagens aéreas e atenta às expectativas de sua seleta clientela que não suporta mais a promiscuidade e a central de stress em que se transformaram nossos aeroportos, informa que adquiriu ( através de alguns laranjas para evitar a valorização desmesurada de preços ) e está restaurando em clima de urgência, uma magnífica frota de Morubixabas e Impalas 59, para reeditar por via terrestre as elegantes viagens São Paulo - Rio - São Paulo, que eram feitas na década de 60.

Morubixaba
Chevrolet Impala 59

Os Morubixabas, com seus motoristas usando óculos ray-ban e jaquetas de nylon com aquela gola de pelúcia, terão seu tradicional de sistema de rádio, para comunicação em caso de panes. Serão feitas as costumeiras duas paradas em Roseira e Itatiaia, onde ônibus reserva estarão à postos para eventuais substituições . Os Impalas são para os clientes que gostam de exclusivas viagens em "petit-comité". Espera-se que os passageiros enverguem seus melhores tailleurs e ternos de linho. Nas paradas, salas VIT ( Very Important Traveler ) estarão à disposição de nossos clientes, com champanhotas e demais hidráulicos classudos de praxe, quitutes de primeira, massagistas tailandesas e outros mimos.
A segurança das viagens será garantida através de acordos extra-oficiais, jamais tratados por telefone, feitos com as lideranças empresariais expropriatórias na mão-grande que operam no trajeto. Os custos destes acordos estarão já embutidos no preço das passagens.

Mas o espaço aéreo também nos interessa. Quando forem resolvidos os atuais mau-contatos, curto-circuitos e apagões aéreos, coisa para mais uns 3 ou 4 anos já que o supremo lider ordenou em Novembro do ano passado uma solução urgente para a questão , passaremos a operar também por aerovias, já que estamos montando, também anonimamente, uma frota de nossos queridos Electra-II.

Nossos Electras e Morubixabas, por questões de sigilo empresarial são aqui apresentados com suas cores e logotipos originais , mas já estão ganhando um novo "look", conforme moderno projeto de comunicação visual feito por nossa Diretoria de Design e Afins.

( Alguém estranhará : pô, Impala 59 ??? Simples : um tio carioca tinha uma destas maravilhas e fui várias vezes para o Rio no Impalão, branco e vermelho, era simplesmente o máximo. Como o carro tinha mais vidro que teto, era quase um conversível, você chegava lá devidamente bronzeado )

29 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Maravilha, não vou mais viajar por outa companhia! Adorei a iniciativa!

peri s.c. disse...

Eduardo, agradecemos e já registramos sua reserva .

Eduardo P.L. disse...

Peri, e vocês tem voo para Veneza?Vi hoje, no Varal, um turista de gondola, e me encheu de vontade de voltar....

peri s.c. disse...

Estamos pensando em inaugurar também esta linha, com um SuperConstellation, em voo com escala cinematográfica em Casablanca com direito a um drink no Rick's Bar, aterrissando depois no aeroporto MarcoPolo, de onde nossos VIT serão levados em exclusivo vaporetto pela laguna, até atracadouro particular em um dos magnifícos hotéis que operamos nesta inesquecível cidade.

anamoraes disse...

Ha, ha, ha! Reserve um lugar pra mim, no impala; saindo agora mesmo pra comprar um tailleur..

peri s.c. disse...

Uau, a clientela cresce ! Será que vamos ter que ampliar a frota antes de inaugurá-la ?

Eduardo P.L. disse...

Peri, me avise quando estiverem operando, que irei visitar meus parentes em Veneza! Você sabe que minha origem é de la, não?

Anônimo disse...

peri's, quero ir de impala com meu tailleur doce&gabana, mas gostaria de trocar o sexo e a nacionalidade das massagistas. pura questão de pegada.

será mesmo uma ótima viagem, com paradas em belvederes, brindes no meio da viagem e uma chegada glamurosa no rio. com certeza, relaxarei e gozarei.

anna

peri s.c. disse...

Anônima Anna,
na contratação de nossos serviços, os prezados VITs preencherão um perfumado questionário, obviamente sigiloso, com suas preferências gastronômicas,alcoólicas ou não, musicais, motorísticas, massagísticas e quaisquer outras, por mais impublicáveis que sejam.Todas as expectativas serão atendidas.
Imaginamos que estas viagens serão mesmo um gozo total e múltiplo.
No seu caso, como não lhe agradou massagista tailandês, poderíamos pensar num assim tipo viking, de chapéu com chifres e tudo ou quem sabe um deus de ébano africano.

peri s.c. disse...

Eduardo, estarei com você na viagem inaugural, metade da família também é do Vêneto, mais precisamente Rovigo.

peri s.c. disse...

Atenção meninas, tailleur, óculos grandes, uma elegante bolsa e talvez uma peruca de kanekalon, tipo chanel.E perfume de época, please.

Lord Broken Pottery disse...

Peri,
Adorei a idéia. Viajei muito nesses Morubixabas. Os motoristas eram muito gentis. Sempre paravam o ônibus quando minha mãe pedia, para o pequeno Lord fazer xixi. Ele ficava meio encabulado em aliviar-se na frente de todo mundo, no meio da estrada mas, fazer o que? Sugiro que você inclua no projeto os trens Litorina, lembra?
Abração

peri s.c. disse...

Lord
Também fui freguês dos Morubixabas, o Impala só aparecia em SP no fim do ano.
Viagens eram menos banais naquela época. O pequeno Peri dividia os xixis em três etapas, para combinar com as paradas, onde o guaraná era por causa disso racionado.
Depois Morubixabas e Impalas foram substituidos por valentes fusquinhas que encaravam a viagem de 700 km ( com uma escala no Rio, para depois Quissamã, veja o segundo histórico post aqui do Armazém ) com família e bagagem numa boa, lá íamos todos felizes.

anamoraes disse...

uihuu, reserve mais, please! Quero o impala para Petrópolis, mas o Electra SP-RJ, assim faço "passeio completo", baby!E champã, muita champã, Arquibald..

Eduardo P.L. disse...

A minha de Mansué! Vamos juntos! Vai ser divertido. O secretário de Turismo da cidade de Veneza é PRIMO....nosso.

peri s.c. disse...

Ana, champã à rodo ! Hoje o Rio, amanhã Petrópolis, depois de amanhã o mundo!!!!!!!!!!!!!

peri s.c. disse...

Eduardo, fechado.
Nada como ter como cicerone o il signore secretario de turismo.
Imagino os restaurantes que ele nos apresentará, aqueles que turistas não frequentam ...

Nota da Peri S.C. Review of Books : Dada sua ( nossa ) italianice, você conhece os livros da Frances Mayes?

valter ferraz disse...

Peri,
muito glamour, três chique.
Diz uma coisa: haverá desfile de modelos seminuas ou show de strip-tease durante as viagens mais longas?
Caso afirmativo, anota aí minha reserva.
ps: aceita vale transporte(daqueles comprados em camelôs?)
abraço

Eduardo P.L. disse...

Peri, não conheço. Posso saber mais?

Eduardo P.L. disse...

Peri,
já descobri:Frances Mayes is the author of three best-selling books about Italy. The number one New York Times best seller, Under the Tuscan Sun, remained on that list for over two years. It was followed by the memoir, Bella Tuscany, also an international best seller. These books are published in fourteen languages. In 2000, she published In Tuscany, a collaborative photo-text with Bob Krist and with her husband, the poet Edward Mayes. All three highly personal books are about taking chances, living in Italy, loving and renovating an old Italian villa, and the pleasures of food as well as the "voluptuousness of Italian life."

Vou procurar ler.

Obrigado.

peri s.c. disse...

Valter
Nécas de shows eróticos, onde já se viu! São viagens familiares.
A Peri S.C. DreamTours não é um Café Photo ambulante.

Neste setor, temos, para seu lúbrico deleite, a Peri S.C. SSG ( SpecialScortGirls ), que faz grande sucesso durante a temporada de feiras de negócios paulistanas, atendendo tensos executivos de todo o Brasil, América Latina e do mundo, para seus momentos de relax carnal. Sinto informar, entretanto, que mesmo nesse caso, nossas gentis colaboradoras não aceitam vale-transporte, vale-suruba, vale-rapidinha ou qualquer coisa semelhante. Dolares ou euros são benvindos.

peri s.c. disse...

Eduardo, exato. Mas o terceiro livro publicado aqui não é o citado, é outro.
Vou fazer um post à respeito.

Eduardo P.L. disse...

Ótimo. Te agradeço, antecipadamente!

Adelino disse...

Peri, aconteceu uma grande coincidência. Eu fiz um post ontem falando dos expressos que faziam a rota São Paulo-Santos, no final anos 50, início dos 60 usando os carros Simca Chambord e Aero Willys.
O VALTER, comentou, disse que ainda existia uma das empresas, e sugeriu que eu desse uma olhada no seu blog, pois o tema era semelhante. Vim aqui, e achei excelente. Não plagiei não, hein?
Bons tempos do Expresso Cometa e Brasileiro. Muito românticos, mas os ônibus de hoje são mais confortáveis, com banheiros e lanchezinhos a bordo...
Um abraço.

PS - Já te linkei, com a sua permissão, espero.

peri s.c. disse...

Eduardo, você vai ver que é muito interessante. Aguarde, só tenho que sair do estado normal inercial.

peri s.c. disse...

Adelino, prazer recebê-lo por aqui, te acompanho desde os comentários lá no Fernando. Obrigado pelo link, retribuirei.
Expresso Luxo, ainda opera. Dos Simca e Aeros passaram depois para os Opala, hoje não sei qual carro usam.
Quanto aos novos ônibus, a época dos Morubixabas e Impalas eram tempos mais charmosos, hoje até em aviões temos gente de bermudas, chinelos e camiseta sem manga. Prefiro, ainda, a elegância.
Abraço

Adelino disse...

Então, Pery, já vi que você também é adepto da boa nostalgia, aquela que embora não despreze as modernidades, não se esquece das boas lembranças de antigamente, um antigamente não tão remoto.

Acho que vamos trocar umas boas idéias a respeito.

Quem fica se deliciando com isso é o grande Lord Broken Pottery...

Abraços

Lord Broken Pottery disse...

Peri,
O Adelino me pegou com a boca na botija. Eu aqui me deliciando com os comentários e sou assim, sem mais nem menos, denunciado. Ninguém aqui lembra da Litorina? Também viajava pro Rio de litorina.
Abração

peri s.c. disse...

Adelino e Lord,
não que eu seja necessariamente nostálgico, mas fazer o que, não gosto de banalidades e o que vemos por aí hoje, com raríssimas excessões, não passam de variações, piores, sobre o mesmo tema.
Lembro, vi algumas vezes a Litorina passando rápido, quando moleque, minhas as férias eram numa cidade do Vale do Paraíba. Um luxo.