#Header1 { display:none; } #header-wrapper { display:none; }

24.4.07

Aquecimento global 3


"Na Itália, um sindicato de fazendeiros resolveu pegar pesado para defender o pão de cada dia. Divulgaram um documento tendo como público alvo quem gosta de sorvete – um comércio que movimenta 5 bilhões de euros anuais no país. Eles sugerem que quem quiser se refrescar com a guloseima deve privilegiar sabores que tenham frutas e ingredientes locais e boicotar os feitos com produtos importados. Segundo os sindicalistas, o transporte de um único kg de mamão papaya da Argentina para a Itália lança 16,2 kg de CO2 na atmosfera."

Uma pizza, mezzo acciugue mezzo mozzarela, quantos kg de CO2 produzirá ?

6 comentários:

valter ferraz disse...

Peri, vc fala dos pums que a pizza provoca? sei lá, uns 22kgs/ano?

peri s.c. disse...

Valter, não cheguei a pensar nos flatos.
Pensava, para simplificar, só na lenha queimada, que para uma pizza perfeita deve manter o forno ali pelos 700°C ( se bem que dá prá se virar com uns 450° )

Lord Broken Pottery disse...

Peri,
Não é por nada não. Sei que o clima mudou, que o verão foi infernal, que preciso comprar ar condicionado pro meu quarto ou um terreninho no Polo Sul, mas já tô de saco cheio com esse negócio de CO2, camada de ozônio, e coisa e tal. No começo a gente não aturava os eco-chatos, agora nós assumimos o lugar deles. Será que não estamos exagerando?
Abração

peri s.c. disse...

Lord,o assunto é importante, mas o que vemos nada mais é que o desenvolvimento natural do eco-chatismo ( o Partido Verde amarelou, né? ).
Gostaria muito de saber se a maioria destes protetores do ozônio. por exemplo, já fizeram sua parte e mandaram revisar ou trocar alguma vez o catalisador ( óh! o que é isto ? ) de seu carro, a um custo por baixo de R$ 600,00. Ou melhor, se estão andando de bicicleta.

Se não tivermos neve em Aspen e nas estações de esqui européias no próximo inverno, talvez o assunto permaneça na grande midia.
Ou talvez uma nevasca que soterre NY com 3 m de neve, acorde os americanos, os grandes destruidores ou fomentadores da destruição do do meio ambiente.
Enquanto isso vamos nos divertindo com os oportunistas , como estes italianos, ou os tradicionais malucos como o criador da pílula para o gado. Aparecerão outros ainda.

Eduardo P.L. disse...

Sobrou para a Papaya!

peri s.c. disse...

Ele que estava tão quietinho...